Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 01 de Novembro de 2013 - 14:30

Wagner não confirma PP na chapa: 'Ainda é cedo'

por Rodrigo Aguiar

Wagner não confirma PP na chapa: 'Ainda é cedo'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O governador Jaques Wagner não confirmou nesta sexta-feira (1º) o PP em uma chapa majoritária encabeçada pelo PT para disputar as eleições de 2014. Em entrevista coletiva realizada após a inauguração da Via Expressa, o petista sequer deixou a reportagem do Bahia Notícias completar a pergunta relativa ao tema, virou as costas e deixou o local junto com a presidente Dilma Rousseff. “Ainda é muito cedo”, resumiu o governador. Presidente do PP baiano, o deputado federal Mário Negromonte não garantiu nesta quinta (31) o apoio da legenda ao candidato do PT à sucessão de Wagner. Com o argumento de que “cada um quer um”, Negromonte afirmou ao BN que a sigla pode apoiar uma candidatura do vice-governador Otto Alencar (PSD) ou da senadora Lídice da Mata (PSB). A declaração do pepista foi feita aproximadamente 15 dias depois de uma apresentação de chapa feita pelo próprio Negromonte, mas não confirmada pelo governador. O parlamentar havia relatado uma suposta promessa de Wagner, que teria garantido ao presidente do PP baiano uma vaga na chapa majoritária como candidato a vice-governador. De acordo com o deputado, a chapa seria encabeçada pelo PT e teria o PSD na disputa do Senado, com Otto. O anúncio do suposto acordo causou reclamações do PDT, que reivindica espaço na chapa. O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo (PDT), chegou a dizer que, “mesmo leal e amigo do governador”, não seria “escanteado”.

Histórico de Conteúdo