Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sábado, 26 de Outubro de 2013 - 00:00

MPL acusa governo de 'manobra' para não baixar tarifa e fará passe livre no Enem

por Alexandre Galvão

MPL acusa governo de 'manobra' para não baixar tarifa e fará passe livre no Enem
Foto: Cláudia Cardozo / Bahia Notícias
Por duas vezes, uma no dia 27 de setembro e outra nesta sexta-feira (25), o Movimento Passe Livre (MPL) afirma que esteve muito próximo de conseguir a redução de R$ 0,20 na tarifa do ônibus intermunicipal. O grupo, que após reunião com o governador Jaques Wagner (PT) passou a fazer parte do Conselho das Cidades (Concidades), reclamou de “manobras do governo para a não aprovação do pleito”. Contatado pelo Bahia Notícias, um dos membros MPL, Walter Takemoto, contou que três conselheiros abandonaram a reunião desta sexta, que aconteceu no auditório da Embasa, na Avenida Lucaia, o que derrubou o quórum mínimo e inviabilizou a consulta. “O governo vem tentando impedir que a votação ocorra porque percebe que os outros movimentos sociais que fazem parte do Concidades estão de acordo com a nossa reivindicação. Ele [o Estado] está a serviço dos empresários, coisa que não deveria acontecer”, acusou. Uma nova reunião deve acontecer no dia 7 de dezembro e a expectativa é de que o abatimento no transporte seja apreciado mais uma vez. O tema deve ser abordado também neste sábado e domingo (26 e 27), quando acontece os dias nacionais de luta do MPL. O grupo pretende realizar uma “aula pública” na Estação da Lapa, às 17h. “Faremos uma reunião às 15h no Passeio Público para preparar os materiais da aula. Às 17h vamos explicar o modelo que nós queremos e provavelmente faremos passe livre na Estação da Lapa para os alunos que forem para lá depois do Enem”, esclareceu o ativista e professor, Bruno D'Almeida. O passe livre é um ato realizado pelo movimento, que libera as catracas dos ônibus para que os usuários possam trafegar sem pagar tarifa.

Histórico de Conteúdo