Sábado, 26 de Outubro de 2013 - 00:00

Primeiro ônibus elétrico de Salvador vai operar linha Aeroporto-Lapa

por David Mendes

Primeiro ônibus elétrico de Salvador vai operar linha Aeroporto-Lapa
Veículo já está na garagem da empresa Rio Vermelho e passa por ajustes
O primeiro ônibus elétrico importado da China chegou a Salvador, vindo de Recife (PE), nesta quinta-feria (25), e passa por ajustes para ser colocado em teste nas ruas da capital baiana. De acordo com o secretário municipal da Cidade Sustentável, Ivanilson Gomes, em entrevista ao Bahia Notícias, o equipamento foi entregue à empresa Rio Vermelho, que ficará responsável pela operação do equipamento, ainda sem data definida para começar a circular. Inicialmente, o itinerário definido pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Transporte (Semut) será do Aeroporto até a Estação da Lapa. A proposta da administração soteropolitana é de que toda a frota movida a diesel seja substituída gradativamente pela energia elétrica. “Vamos sensibilizar os empresários de ônibus para que troquem a frota ou, pelo menos, aos poucos, introduzam o ônibus elétrico na frota municipal. O custo dele, evidentemente, é mais elevado do que o convencional, que, novo, hoje está na ordem de R$ 400 até R$ 500 mil. Já o elétrico é um pouco mais caro – em torno de R$ 800 mil –, porém ele se paga em um período muito curto, porque não terá gasto com combustível. Esse custo será praticamente de graça”, explicou.
 

Foto: Cláudia Cardozo/ Bahia Notícias

O relevo acidentado da cidade, com partes alta e baixa, no entendimento do secretário, também não será empecilho, pois a força do motor do veículo é semelhante à dos que já estão em circulação. “Os ônibus convencionais têm a velocidade média de 60 km/h, isso se não tiver nenhum tipo de impedimento no trânsito. Já os ônibus elétricos têm velocidade máxima de 70 km/h. Eles estão dentro dos padrões, tanto do ponto de vista de velocidade quanto de segurança. Além disso, dentro dele, por exemplo, terá espaço para levar bicicletas. Eles também são mais baixos, o que facilitará a entrada das pessoas, principalmente as mais idosas”, projetou. Ivanilson Gomes afirmou ainda que o prefeito ACM Neto incluirá no Planejamento Estratégico de 2014 a modalidade "transportes não poluentes”, o que contemplaria não só as bicicletas, mas também os ônibus elétricos. “A construção dos corredores exclusivos dará mais agilidade, porém terá uma grande concentração de poluição. Os ônibus atuais são movidos a diesel e têm seus motores ainda na parte dianteira. Então, não só quem está no entorno dos corredores, como os motoristas e pedestres, mas quem está dentro dos ônibus também vai receber uma grande carga de poluentes. Salvador será a primeira capital do Nordeste a ter os ônibus incorporados”, argumentou. Já sobre o preço da passagem, que está a cargo da Semut, ainda não foi definido se sofrerá alterações com a novidade.

Histórico de Conteúdo