Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

Cobrança de pedágios gerou ganho indevido de R$ 2 bi em SP

A agência estadual reguladora das concessões de rodovias de São Paulo (Artesp) concluiu que concessionárias que exploram os pedágios paulistas arrecadaram R$ 2 bilhões indevidamente até 2012. O aumento da margem de lucro das concessionárias foi permitido através de alterações nos contratos de 2006, no final da gestão Cláudio Lembo (PSD). A conclusão levou a Artesp a abrir processos sigilosos para anular as dez alterações contratuais realizadas na época. Os procedimentos, em andamento, têm aval da Procuradoria-Geral do Estado. Não há prazo para conclusão. As concessionárias de rodovias dizem que os aditivos de 2006 seguiram critérios técnicos e que não houve ganho irregular. Os R$ 2 bilhões equivalem a cerca de três meses de arrecadação de pedágios no estado e a cerca de 40% do custo do trecho sul do Rodoanel.