Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

Parlamentares em Brasília entram em 'recesso branco' e 'agenda positiva' só lá para agosto

Parlamentares em Brasília entram em 'recesso branco' e 'agenda positiva' só lá para agosto
Fotos:Divulgação
O Congresso Nacional entra em “recesso branco”, a partir desta quarta-feira (17), e não votará projetos de lei, medidas provisórias e propostas de Emenda à Constituição (PECs) por 15 dias, segundo os presidentes da Câmara e do Senado. As férias de verão dos parlamentares teriam início na quinta (18), mas a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) não foi votada e a aprovação da proposta é condição para o início oficial da pausa do Legislativo. No entanto, senadores e deputados decidiram que não convocarão sessões plenárias para a votação de projetos, provocando o chamado “recesso branco”, quando os parlamentares suspendem as atividades legislativas sem votar a LDO. Oficialmente, o recesso só pode ocorrer após a votação do projeto. “Será apenas uma pausa pelo período de 15 dias sem deliberações nos plenários da Câmara e do Senado”, disse o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Com a decisão, só serão votadas em agosto as matérias da chamada “agenda positiva”, que o Congresso elaborou para dar uma resposta às manifestações que se espalharam pelas ruas do país.