Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Geral

Notícia

'Se abaixar a cabeça, eles passam por cima', afirma ministro sobre espionagem dos EUA

'Se abaixar a cabeça, eles passam por cima', afirma ministro sobre espionagem dos EUA
Foto: Agência Brasil
O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, reagiu de forma dura à denúncia de que o governo americano, por meio da Agência de Segurança Nacional (NSA), teria espionado e-mails e telefonemas de brasileiros. Um dos ministros mais próximos da presidente Dilma Roussef, Carvalho usou um tom mais duro do que o adotado pela diplomacia brasileira. “Qualquer ferimento, qualquer ataque à soberania de um país tem que ser respondido com muita dureza, porque se a gente abaixar a cabeça, amanhã eles passam por cima da gente total. Acho que foi uma reação altiva que tomamos”, avaliou o ministro.“Claro, temos que analisar com calma, ver a dimensão, ver exatamente quais são os fatos para não ter uma reação em cima apenas de primeiras informações. Tem que tem muita maturidade nesse tipo de relação, mas ela não pode deixar de ser muito dura e muito firme”, ponderou, em seguida.O Ministério das Relações Exteriores cobrou explicações formais dos Estados Unidos em Brasília, em contato direto com embaixador do país no Brasil, Thomas Shannon, e também por meio da embaixada brasileira em Washington, que entrou em contato com o Departamento de Estado americano.Segundo Carvalho, a Cúpula do Mercosul, na próxima sexta-feira (12), em Montevidéu, no Uruguai, será uma oportunidade para que os países do bloco se manifestem em conjunto contra as denúncias de monitoramento norte-americano.Informações da Agência Brasil.