Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

Confiante em oficialização de partido, Bruno Reis ouve de Reinaldo Braga: 'E o nosso MD?'

Por Rodrigo Aguiar

Confiante em oficialização de partido, Bruno Reis ouve de Reinaldo Braga: 'E o nosso MD?'
Foto: Marcelo Machado / Ag. Haack / Bahia Notícias
Um dos possíveis integrantes da Mobilização Democrática – sigla surgida pela fusão do PSS e PMN – o deputado estadual Bruno Reis disse acreditar que a nova legenda conseguirá o registro junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Presente ao lançamento do Plano Safra Semiárido, o parlamentar afirmou confiar em um entendimento favorável do ministro Dias Toffoli, relator das regras que normatizarão o pleito de 2014. “Estamos aguardando a resposta da consulta ao TSE. O partido está pronto para ser homologado. O ideal para nós é registrar no final de agosto”, disse o vice-líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia. O tribunal decidirá se a fusão de partidos corresponde à criação de nova legenda. Em caso afirmativo, o MD poderá receber parlamentares de outras siglas, real motivação para sua existência. Caso contrário, a fusão pode não ser oficializada. Confiante em relação ao futuro da nova agremiação, Reis contabilizou pelo menos cinco deputados da AL-BA como futuros integrantes da Mobilização Democrática. “Eu, Elmar Nascimento, Sandro Régis, Targino Machado e mais um”, contou, sem revelar o último nome. “E o nosso MD, deputado?”, cumprimentou praticamente na mesma hora o deputado estadual Reinaldo Braga (PR), antigo líder da oposição ao governo Jaques Wagner e adesista após a nomeação de César Borges para o Ministério dos Transportes. “Não é Reinaldo. Ele é muito ligado a César”, respondeu Reis à reportagem.