Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

PSOL provoca: 'Neto, venha tomar a minha faixa'

Por David Mendes / José Marques

PSOL provoca: 'Neto, venha tomar a minha faixa'
Foto: Marcelo Machado / Ag. Haack / Bahia Notícias
A proibição da Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo de Salvador (Sucom) a faixas, blimps, placas e painéis publicitários no cortejo do 2 de Julho não coibiu partidos, movimentos e entidades de classe. Além de não deixarem de usar os equipamentos, o PSOL provocou o prefeito. Os filiados da legenda seguram, como cordão de frente do bloco, faixa com os dizeres: 'ACM Neto, venha tomar a minha faixa'. Em entrevista ao Bahia Notícias, o vereador Hilton Coelho argumentou que a "política e o 2 de Julho são inseparáveis". "Com a proibição, a prefeitura quer mutilar a própria tradição. A história do 2 de Julho é marcada por essas externalizações das diversas posições políticas do campo popular. Não é à toa que nas primeiras comemorações os abolicionistas alforriavam os escravos como uma crítica da política do império e escravidão", considerou. Apesar da determinação, até o momento a Sucom não retirou os cartazes e balões dos manifestantes.