Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

Protestos fazem Wagner antecipar volta de Cachoeira: 'Saiu sem anunciar nada', diz prefeito

Por Bárbara Affonso/ Evilásio Júnior

Protestos fazem Wagner antecipar volta de Cachoeira: 'Saiu sem anunciar nada', diz prefeito
Foto: Manu Dias/ GOV BA
Apesar de ter estabelecido em 2007 que em 25 de junho a sede do governo seria transferida simbolicamente para Cachoeira, o governador Jaques Wagner não despachou no município do Recôncavo nesta terça-feira (25). De acordo com José Carlos Matos, presidente da Câmara de Vereadores local, a sessão solene contou apenas com o secretário estadual de Cultura, Albino Rubim. Ele declarou ao Bahia Notícias que o chefe do Executivo se ausentou porque "tinha outros compromissos na agenda e também pela movimentação de manifestantes nesta manhã". Segundo a assessoria de Comunicação da Casa, este é o segundo ano consecutivo que a transferência da sede não acontece como manda o figurino, já que em 2012 uma manifestação de professores também fez o governador voltar mais cedo para Salvador. "Fiquei um pouco decepcionado porque há cinco anos ele vinha e passava o dia todo, despachava com o prefeito e participava da sessão solene. Esse ano, a gente estava aguardando o anúncio de obras para a região , mas ele chegou e saiu sem anunciar nada", lamentou o prefeito Carlos Pereira, em entrevista ao BN. Nos bastidores, vereadores brincavam que o governador chegou às 2h, hasteou a bandeira às 2h15 e foi embora às 2h30.