Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias
Você está em:
/
Notícia
/
Política

Notícia

Alckmin diz ser 'intolerável ação de baderneiros' ao comentar protestos contra aumento de tarifa

Alckmin diz ser 'intolerável ação de baderneiros' ao comentar protestos contra aumento de tarifa
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), classificou na manhã desta quarta-feira (12) como “intolerável” a ação de manifestantes contra o reajuste das tarifas de ônibus na capital paulista. O tucano chamou a série de protestos de “ação de baderneiros” e disse estar aberto ao diálogo. “Sempre os governos, inclusive o do estado, estão abertos ao diálogo. Defende a livre manifestação, isso não é novidade para nós. É intolerável a ação de baderneiros, de vândalos, destruindo o patrimônio público e devem pagar por isso, porque o patrimônio é de todos, o patrimônio é coletivo”, declarou Alckmin, após a apresentação em Paris, na França, da candidatura de São Paulo para sediar a Expo 2020. Ônibus foram pichados e parcialmente queimados, agências bancárias tiveram portas quebradas e o acesso a uma estação do metrô foi alvo de vândalos nesta terça (11). De acordo com o G1, oito policiais militares ficaram feridos e 19 pessoas foram detidas. Treze continuavam presas na manhã desta quarta.