O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou nesta terça-feira (7), durante evento na Unidade Mista de Saúde de Taguatinga (DF), uma série de ações que terão aporte de R$ 205,2 milhões e devem beneficiar 944 mil pessoas por ano. Serão inaugurados 29 Centros Especializados de Reabilitação (CER) com transporte gratuito em 19 municípios de 18 estados, 18 oficinas de órteses e próteses, além da incorporação de seis novos modelos de cadeiras de rodas e o sistema FM, acessório para aparelhos auditivos. Ministério da Saúde também vai liberar recursos para qualificar o atendimento a pessoas com deficiência em 47 Centros de Especialidade Odontológica (CEO) do país. Cada centro terá uma cadeira de rodas 40 h por semana para atendimento. Essas são as primeiras medidas do programa Viver Sem Limite, Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, lançado pela Presidenta da República, Dilma Rousseff, em 2012.  O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que “o Sistema Único de Saúde se organiza para que as pessoas com deficiência não tenham limitações. “Quem impõe limites a esses brasileiros é a sociedade que não se organiza”, criticou.

Histórico de Conteúdo