Unidade de segurança máxima do presídio de Mata Escura é invadida por bandidos armados com fuzis
Bandido que seria resgatado é assaltante de bancos e ligado ao PCC
Seis homens armados com fuzis invadiram, na madrugada deste domingo (31), a Unidade Especial Disciplinar (UED) do Complexo Penitenciário de Mata Escura, em Salvador. O local é considerado de segurança máxima. Conforme informações obtidas com exclusividade pelo Bahia Notícias, os criminosos tentaram resgatar um detento, preso por assaltos a banco no estado e ligado à facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC). Na ação, o cabo Araújo Silva, da Polícia Militar, foi ferido com coronhadas após uma tentativa de reação. Ele já prestou depoimento e passa bem. Duas pistolas também foram levadas pelos criminosos. Apesar de conseguir acesso à área, o bando não conseguiu ingressar na área interna da UED, que conta com dispositivos que impedem a entrada e saída de pessoas. Toda a ação foi filmada pelas câmeras internas e já foram entregues à polícia. Este é o primeiro registro de uma tentativa de resgate na penitenciária. O preso, que é natural de São Paulo, é ouvido neste momento e deverá ser transferido ainda neste domingo para outra unidade prisional.

Histórico de Conteúdo