Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Um capitão da reserva da Polícia Militar da Bahia que trabalha como agente de trânsito em Feira de Santana disparou vários tiros contra um veículo do transporte clandestino, nesta sexta-feira (25), durante uma fiscalização na Praça do Nordestino, centro da cidade. O atirador abordou o veículo, que transportava várias pessoas e, após uma confusão, efetuou os disparos. A ação assustou transeuntes que estavam no local. Os projéteis atingiram o pneu e o paralama do veículo e ninguém ficou ferido. "Eu tava no sinal parado, esperando o sinal abrir. Aí de repente, desceu um rapaz, um coroa, senhor de idade, desceu do veículo sacando uma arma e mandando eu parar. Eu não sabia o que era, não tava identificando se era polícia, o que era. Aí ele pegou e disparou logo", disse o condutor em entrevista à TV Bahia. "Eu me dirigi e mandei o motorista parar e pedi o documento. Foi quando ele jogou o carro em cima de mim. Eu fiz sinal, ele meteu a mão na cintura como se fosse puxar uma arma. Eu saquei a minha arma e ele jogou o carro tentando me atropelar, e os guardas de trânsito. Aí eu atirei no pneu traseiro, ele deu outra ré, subiu no passeio e jogou novamente o carro em cima de mim. Todas as pessoas viram. Eu dei mais três tiros no pneu traseiro", contou o policial e agente de trânsito.

Histórico de Conteúdo