Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Divergências em pesquisas: Azi chama Nilo para aposta; Pinheiro prefere esperar resultado das urnas
fotos: Tiago Melo / Evilásio Júnior / Bahia Notícias
O líder da oposição na Assembleia Legislativa, Paulo Azi (DEM), em contato com o Bahia Notícias, ironizou dos números apresentados neste sábado (27) pelo instituto Bahia, Pesquisa e Estatística (Babesp) e chamou o presidente da Casa, Marcelo Nilo (PDT), dono do instituto para uma aposta.  O levantamento do chamado "DataNilo" destoou completamente do Ibope, que sacramentou ACM Neto (DEM) como próximo prefeito de Salvador, ao apontar vitória apertada de Nelson Pelegrino (PT), com apenas 1,4% à frente do adversário. "Eu desafio Marcelo Nilo. Dou 50 mil votos de frente para ele. Ele diz o valor", provocou o deputado democrata. No lado do petista, o senador Walter Pinheiro (PT) não quis se antecipar em comemorar triunfo. "Eu prefiro ficar com o que as urnas vão dizer amanhã [domingo, 28]. No primeiro turno, o Ibope apontou que nós estávamos à frente e isso acabou acomodando a militância, que agora tem que se jogar até as 17h de amanhã", salientou o congressista em conversa com o BN, ao apontar erros recentes de amostragem tanto para o governo do Estado em 2006, quando Jaques Wagner foi eleito sobre o "favorito" Paulo Souto, e até mesmo em 2010, em que a vitória do governador foi maior do que diziam as consultas, quanto para prefeito em 2008, quando o próprio Pinheiro chegou à fase final contra o prefeito João Henrique.

Histórico de Conteúdo