Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Assessora de senador sai de férias após vazamento de vídeo com cenas de sexo dentro do Senado
Vídeo com Denise Leitão e colega de trabalho vazou na internet
A assessora do senador Ciro Nogueira (PP-PI), Denise Leitão Rocha, é o assunto do Congresso Nacional e toma conta há uma semana das conversas nos corredores da Casa. Mas desde que um vídeo com cenas íntimas suas e de outro funcionário para lá de tórridas vazou na internet, ela não foi mais vista. “Denise está de férias”, é o que tem sido falado repetidamente pelos funcionários do gabinete do parlamentar às dezenas de repórteres e curiosos que têm procurado a concorrida assessora, que é loura, bonita, identificada por uma tatuagem de fênix. Desde que entrou na rede mundial de computadores, as cenas de sexo da servidora passaram por nove entre dez celulares e tablets do Senado Federal. Diante da polêmica em torno do seu nome, Denise saiu de férias e é tema proibido no gabinete do senador. De acordo com os seus colegas, ela não parava na sala. Por ser contratada pelo chamado "Regime Diferenciado de Frequência", a funcionária não é obrigada a bater ponto. Nenhum deles soube explicar quais eram suas funções no Parlamento. A moça era figura fácil da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Cachoeira, já que Ciro Nogueira é membro do colegiado. Segundo a revista Veja, em uma das sessões da CPI, após o vazamento do vídeo, Denise teria sido orientada a sair para que não houvesse o risco de ser fotografada ao lado de algum parlamentar.

Histórico de Conteúdo