Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

O Senado deve votar nesta segunda-feira (9) o projeto de lei que reserva 50% das vagas em universidades federais para alunos que tenham cursado todo o ensino médio em escolas públicas. Caso seja aprovada, a matéria segue para sanção da presidente Dilma Rousseff. A proposta, aprovada pelas comissões de Direitos Humanos e de Constituição e Justiça, é uma combinação de cota racial e social. De acordo com o texto, as vagas destinadas aos cotistas serão preenchidas segundo a proporção de negros, pardos e índios na população de cada estado onde funciona a instituição de ensino. Os dados étnicos estarão baseados no censo de 2010 do IBGE. O resto das vagas reservadas será distribuído entre os demais alunos que fizeram o ensino médio em escola pública. Ainda segundo o projeto, pelo menos metade das vagas reservadas – ou seja, 25% do total – deverão ser ocupadas por estudantes de estabelecimentos públicos oriundos de famílias com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita. Informações do G1.

Histórico de Conteúdo