EUA ameaçam atacar Irã se país tentar bloquear estreito de Ormuz
Região é estratégica para o transporte de petróleo
Se o Irã tentar bloquear o estreito de Ormuz, passagem estratégica para o tráfego marítimo de petróleo, os Estados Unidos responderão através da força. A afirmação foi feita neste domingo (8) pelo chefe do Pentágono, Leon Panetta, que evocou uma "linha vermelha" que não deve ser ultrapassada pelos iranianos. "Fomos muito claros sobre o fato de que os Estados Unidos não tolerarão o fechamento do estreito de Ormuz. Esta é uma linha vermelha para nós e vamos responder", advertiu o secretário americano de Defesa durante a transmissão do programa Face the Nation na rede de televisão CBS. A tensão aumentou entre Teerã e Washington desde a última terça, após a advertência iraniana sobre a presença da marinha americana no Golfo enquanto realizavam manobras militares, o que despertou temores sobre o eventual fechamento do estreito de Ormuz, por onde transita 35% do petróleo mundial transportado por via marítima. Washington advertiu que manterá seus navios de guerra mobilizados no Golfo, enquanto a Casa Branca considerou que as advertências do Irã demonstravam sua "debilidade" e a eficácia das sanções aplicadas contra o país por impulsionar seu polêmico programa nuclear. Informações das agências internacionais.

Histórico de Conteúdo