Sexta, 09 de Dezembro de 2011 - 21:49

Aécio foge de polêmica com livro e Ciro Gomes

por Rafael Rodrigues

O lançamento do livro “A Privataria Tucana”, do jornalista mineiro Amaury Ribeiro Jr., nesta sexta-feira (9), veio envolta da acusação do próprio escritor de que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) teria motivado o início das investigações que culminou na publicação. Ribeiro Jr. relata que, quando era repórter do jornal O Estado de Minas, recebeu uma pauta encomendada pelo governo de Minas, à época comandado por Aécio, para que investigasse a vida de José Serra. O pedido seria uma retaliação, segundo o autor, à produção de um dossiê contra o tucano mineiro fabricado pela ala paulista do partido. Em entrevista nesta sexta-feira (9), em Salvador, o senador foi indagado sobre seu pedido ao jornalista, mas respondeu somente: “Eu não li ainda, quando eu ler eu comento com vocês”, disse. Em outro momento, confrontado pelo Bahia Notícias com a avaliação do ex-ministro Ciro Gomes de que ele não estaria preparado para ser presidente do país porque “lê pouco”, Neves, com um sorriso no rosto, minimizou: “Eu gosto de Ciro Gomes, ele é muito meu amigo”.

Histórico de Conteúdo