Quarta, 02 de Novembro de 2011 - 01:00

Células-tronco: Pesquisa pioneira devolve esperança para quem perdeu movimento das pernas

por Patrícia Conceição

Há 9 anos, o policial militar Maurício Ribeiro, 47, caiu do telhado durante uma viagem com a família e sofreu um trauma raquimedular, lesão que causa comprometimento da função da medula espinhal. Depois de passar nove anos em uma cadeira de rodas, ele volta a dar os primeiros passos com auxílio de um andador e a sustentação de uma órtose no tornozelo. O PM, que passou por um transplante de células-tronco em abril deste ano, é um dos 20 voluntários paraplégicos que participam de uma pesquisa baiana com resultados inéditos no Brasil. Para conhecer esta e outras histórias de superação, que representam um passo importante para os estudos com células-tronco no país, veja a reportagem completa no vídeo acima.

Histórico de Conteúdo