Quarta, 14 de Setembro de 2011 - 00:00

ONG promete acionar JH por poluição de postos na Paralela

por Evilásio Júnior

 ONG promete acionar JH por poluição de postos na Paralela
Óleo queimado é comum na mata atlântica da Paralela | Foto: Geamo/ Divulgação
O Grupo Ecológico Amigos da Onça (Geamo) fará uma ação popular no Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o prefeito de Salvador, João Henrique de Barradas Carneiro (PP), por improbidade administrativa, devido ao que considera “descaso” em relação ao descarte dos resíduos tóxicos de postos de gasolina, concessionárias de veículos e construtoras que atuam nas avenidas Paralela e Antonio Carlos Magalhães. De acordo com a Organização Não Governamental (ONG), água contaminada, embalagens vazias de lubrificantes, filtros de ar, estopas, borracha de pneus e até mesmo óleo são despejados na área de Mata Atlântica da Paralela sem que haja qualquer fiscalização da prefeitura. O presidente do Geamo, Marcell Moraes, em visita à redação do Bahia Notícias, nesta terça-feira (13), apresentou a cópia da documentação entregue na última sexta (9) no Palácio Thomé de Souza, direcionada a JH e ao superintendente do Meio Ambiente, Luiz Andrade Nery, em que pedia uma resposta à denúncia em 48h – fato que não teria ocorrido. “Nós queremos que o prefeito seja amigo do meio ambiente pela primeira vez e saia da inércia”, provocou o ambientalista.

Histórico de Conteúdo