Ichu: Prefeito tem contas de 2018 rejeitadas e é multado em R$ 41,1 mil
Foto: Reprodução / Voz da Bahia

O prefeito de Ichu, na região sisaleira, Carlos Santiago de Almeida, teve as contas de 2018 rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA). Em sessão desta quarta-feira (23), os conselheiros da Corte aprovaram a aplicação de R$ 41,1 mil em multas. As falhas foram constatadas na extrapolação de gastos com pessoal.

 

Em 2018, a prefeitura fez despesas que chegaram a 56,76% na folha de pagamentos de servidores, enquanto que o limite permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) é de 54%. Segundo o TCM-BA, o município de Ichu apresentou uma receita arrecadada de R$17.639.862,38, mas as despesas chegaram a R$17.941.977,38, o que indica um déficit de R$302.115,00.

 

Desse modo, os recursos deixados em caixa ao final do exercício não foram suficientes para cobrir despesas com restos a pagar, o que demonstra o desequilíbrio fiscal do município. Ainda cabe recurso da decisão.

Histórico de Conteúdo