Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Santo Amaro: TCM formula representação ao MP contra prefeito para apurar improbidade
Foto: Milena Abreu / Bahia Notícias
O Tribunal de Contas dos Municípios determinou nesta terça-feira (26) a formulação de uma representação ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o atual prefeito de Santo Amaro, Recôncavo, Ricardo Machado (PT). A representação tem com objetivo apurar suposto ato de improbidade administrativa na contratação, com dispensa de licitação, da empresa Rede Axezeiro de Comunicação e Internet, pertencente ao secretário de saúde do município. A denúncia foi formulada pelo vereador, e vice de Machado em seu primeiro mandato, Justino Oliveira, que revelou que a contratação da empresa ocorreu entre 2010 e 2014, ao custo total de R$2.707.764,75. De acordo com a denúncia, Marcelo Barreto Otero, sócio da empresa, integrou o quadro da administração municipal, ora como enfermeiro chefe (cargo em comissão), ora como secretário de saúde, durante este período. O relator do processo na corte, o conselheiro José Alfredo Dias, também multou o gestor em R$10 mil. Ainda cabe recurso da decisão.

Histórico de Conteúdo