Presidente do TCE-BA critica generalizações e prega aproximação com os cidadãos
Foto: Divulgação

Empossado presidente do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE-BA) nesta terça-feira (7), Gildásio Penedo Filho usou a oportunidade para alertar sobre o risco de criminalizar a administração pública brasileira. O presidente reeleito para o biênio 2020-2021, destacou que a generalização é um grande equívoco e gera a ameaça de afastar da vida pública muitos homens e mulheres de bem.

 

Para ele é de responsabilidade dos tribunais de contas fazerem a separação do joio e do trigo, punindo os maus gestores e premiando aqueles que se conduzem de forma correta. Gildásio Penedo ainda salientou a importância da aproximação cada vez maior entre as Cortes de Contas e os cidadãos, para que a sociedade possa contribuir para a melhoria dos serviços públicos.

 

A sessão solene desta terça também marcou a posse dos conselheiros, ambos também reeleitos, Marcus Vinícius de Barros Presídio, como vice-presidente, e Inaldo da Paixão Santos Araújo, como corregedor.

Histórico de Conteúdo