Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Pindobaçu e Filadélfia: MP-BA pede que não se permita eventos com aglomeração
Prefeito de Pindobaçu / Foto: Reprodução / Facebook de Elmar Nascimento

O Ministério Público do Estado (MP-BA) pediu a não realização de eventos que gerem aglomeração nas cidades de Pindobaçu e Filadélfia, no Piemonte Norte do Itapicuru. A recomendação foi enviada nesta quarta-feira (9) aos prefeitos Hélio Palmeira e Louro Maia, respectivamente, e tem como objetivo frear o avanço do novo coronavírus nas cidades. Segundo a promotora de Justiça Renata Aguiar, a recomendação tem como base o decreto estadual que suspendeu até o dia 17 de dezembro shows e festas, públicas ou privadas.

 

O mesmo decretou limitou a 200 o número de convidados em outros eventos realizados em espaço privativo e em equipamentos públicos.  De acordo com a promotora, a recomendação considera as inúmeras denúncias de aglomeração, em eventos religiosos, políticos, esportivos e de lazer, como procissões, vaquejadas, passeatas, carreatas, comícios eleitorais e raves, bem como a festividades de natal e réveillon. 

Histórico de Conteúdo