Mata Atlântica: Ação embarga 260 ha de áreas desmatadas e aplica R$ 371 mil em multas
Foto: Divulgação / MP-BA

Uma operação embargou 260 hectares de áreas desmatadas na Bahia durante a primeira semana da “Operação Mata Atlântica em Pé”. A ação aplicou R$ 371 mil em multas durante fiscalização em 27 alvos no estado. Capitaneada pelo Ministério Público, a operação também emitiu 16 autos de infração devido à supressão irregular de vegetação nativa, apreendeu 80,84 metros de carvão vegetal e 48,56 metros estéreos de lenha. Ainda foram destruídos 13 fornos usados para produzir carvão vegetal de origem ilegal.

 

A primeira etapa da iniciativa ocorreu até a última sexta-feira (20). Segundo o MP, os embargos serviram para garantir a recuperação das áreas ou a regularização delas no órgão competente. Capitaneada pelo Ministério Público, a 'Mata Atlântica em Pé' percorreu ainda os estados de Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

 

Segundo o Instituto SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a mata atlântica ocupa apenas 12% da sua cobertura original e fica em uma área onde vivem mais de 70% da população brasileira. Segundo o promotor de Justiça Fábio Côrrea, que coordena o Núcleo Mata Atlântica (Numa), na Bahia, a operação se estende no estado baiano até esta semana.

Histórico de Conteúdo