Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Prisão preventiva de acusados de matar pediatra em Barra é decretada pela Justiça
Foto: Reprodução / Redes sociais

A Justiça decretou a prisão preventiva de cinco acusados pelo homicídio qualificado do pediatra Júlio César de Queiroz Teixeira, na cidade Barra, em setembro (relembre). A decisão foi proferida nesta sexta-feira (19) pela juíza Luciana Cavalcante Machado.

 

A magistrada recebeu a denúncia e acolheu os pedidos de prisão apresentados pelo promotor de Justiça Romeu Coelho Filho. Conforme divulgou o Jornal Correio, os pedidos de prisão são contra  o mandante do crime, Diego Santos Silva (conhecido como “Diego Cigano”), e os executores Jefferson Ferreira da Silva, Ranieri Magalhães Borges, Adeilton de Souza Borges e Fernanda Lima da Silva.

 

O crime aconteceu no dia 23 de setembro, no dentro da Clínica Mãe, onde o médico realizada atendimentos. Segundo a denúncia apresentada pelo Ministério Público estadual, Jefferson Ferreira disparou 4 tiros contra o médico Júlio César Teixeira, que estava em atendimento. As investigações apontam que o crime foi contratado por Diego Silva após o mesmo imaginar que o médico, durante consulta pediátrica, teria assediado sua companheira (relembre). 
 

Histórico de Conteúdo