Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Antiga Fafen é reaberta com cerca de R$ 95 milhões investidos
Fotos: Alberto Coutinho/GOVBA

A antiga Fábrica de Fertilizantes do Nordeste (Fafen) teve sua planta de produção oficialmente reaberta na manhã desta quarta-feira (03), em Camaçari. O arrendamento da unidade de produção pelo Grupo Unigel, através da empresa subsidiária Proquigel Química, foi feito em 2020, com investimentos estimados na ordem de R$ 95 milhões, gerando 320 empregos diretos.

 

A planta da Bahia já havia retomado as atividades no fim de maio de 2021 e, por volta de agosto, começou a operar plenamente. Durante a solenidade de reabertura, o fundador da Unigel, Henri Slezynger, afirmou que a empresa irá investir na instalação de uma fábrica de amônia verde em Camaçari. ”A previsão é que as operações sejam iniciadas até o fim do próximo ano. Será a primeira fábrica de amônia verde no país e uma das primeiras e maiores em todo o mundo, colocando a Bahia num lugar de destaque internacional”, ressaltou.

 

O evento contou também com a presença do governador Rui Costa. “Se o Brasil quer ser e é um dos quatro maiores produtores de alimentos do mundo, não pode abrir mão de ter uma produção de fertilizantes. Os maiores produtores de alimentos produzem internamente, em seus países, mais de 80% dos fertilizantes que precisam. O Brasil é o único que faz o inverso: produz apenas 20%. Então, do ponto de vista estratégico, é fundamental para a nação brasileira aumentar a produção de fertilizantes”, disse Rui.

Histórico de Conteúdo