Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 11 de Maio de 2021 - 12:40

Lauro de Freitas: Prefeitura se compromete a aprovar plano de mobilidade urbana

por Cláudia Cardozo / Francis Juliano

Lauro de Freitas: Prefeitura se compromete a aprovar plano de mobilidade urbana
Foto; Reprodução / Lauro de Freitas

A prefeitura de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), firmou um termo de ajustamento de conduta [TAC] com o Ministério Público do Estado (MP-BA). Segundo publicação do parquet desta terça-feira (11), a prefeita Moema Gramacho se comprometeu a elaborar e aprovar de forma definitiva o Plano de Mobilidade Urbana do município. Caso não cumpra o acertado, a prefeitura terá de arcar com multa de R$ 50 mil a cada mês de atraso.

 

Conforme a promotora Ivana Silva Moreira - que assina o termo pelo MP-BA - o plano é baseado na Política Nacional de Mobilidade Urbana e tem por objetivo contribuir para o acesso universal à cidade. Lauro de Freitas se insere no grupo de cidades de até 250 mil habitantes [o município tem 201,6 mil pela estimativa do IBGE 2020] que deve aprovar o plano de mobilidade até 12 de abril de 2023.  

 

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a adoção do plano nacional de mobilidade dá segurança jurídica aos municípios. Com ele implantado, as gestões podem “tomar medidas ou adotar instrumentos de priorização aos meios não-motorizados e coletivos de transporte em detrimento ao individual”.

 

O plano também “abre a possibilidade para que eventuais ações e investimentos das prefeituras possam ser contestados, caso eles venham a contrariar as diretrizes fixadas na lei”, diz o instituto.

Histórico de Conteúdo