Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 29 de Abril de 2021 - 14:21

Estelionatário é morto a tiros em Vitória da Conquista

Estelionatário é morto a tiros em Vitória da Conquista
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem que já havia sido preso em 2014 após ter se passado por  juiz federal e aplicar golpes em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, foi a morto nesta quarta-feira (28), na cidade. Identificado como Jean Paulo Fernandes Silva, de 52 anos, ele já havia tentado aplicar golpes se passando por agenciador do programa “Minha Casa, Minha Vida”, Jean recolhia documentos das pessoas e exigia dinheiro para dar andamento aos supostos processos.

Conforme divulgou o Portal G1, o estelionatário foi morto a tiros enquanto fazia uma caminhada. De acordo com as informações do titular da Delegacia de Homicídios de Vitória da Conquista, Cléber Rocha Andrade, o homem respondia a oito inquéritos policiais, tanto em Conquista quanto em Salvador.

A polícia ainda não sabe o que teria motivado o assassinato. De acordo com o titular da Delegacia de Homicídios da cidade, Cléber Rocha Andrade, até então as informações são preliminares. "Nem sabíamos que ele estava morando aqui. A família será ouvida e estamos na fase inicial das investigações”, disse o delegado.

Ainda de acordo com o portal, o falso juiz enganou vários empresários ao se apresentar com nome falso e se dizer primo de um deputado estadual. Antes de ser preso  em 2014, o homem  já havia sido detido por comprar uma fazenda com um cheque falso e respondia aos crimes em liberdade.



Histórico de Conteúdo