Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Primeira mulher indígena vacinada contra a Covid-19 no Brasil é baiana
Vanusa Kaimbé | Foto: Rodrigo Rodrigues/ G1

A primeira mulher indígena vacinada contra a Covid-19 no Brasil foi a técnica de enfermagem e assistente social Vanusa Kaimbé, de 50 anos. Ela é baiana, da aldeia Massacará, situada no município de Euclides da Cunha.

 

"É uma felicidade, uma gratidão muito grande. Estou me sentindo com esperança. A palavra do dia é esperança, é felicidade. Foi uma felicidade ser a primeira indígena vacinada. Ficar imune a essa doença por um período que eu não sei quanto, mas se fosse por um mês, por 15 dias, eu tinha tomado. Porque eu tive essa doença e não é fácil. Só quem teve sabe o quanto é difícil, o quanto ela abala o nosso psicológico. Gratidão aos cientistas que dedicaram suas vidas em um tempo curto, para encontrar uma vacina e dar uma esperança para a gente", disse Vanusa à TV Bahia.

 

A técnica esteve entre o grupo de profissionais de saúde que receberam a primeira dose da Coronavac no Instituto Butantan, na tarde desse domingo (17). O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), liberou o início da vacinação, assim que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial das vacinas do laboratório chinês Sinovac e do laboratório AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford (veja aqui).

 

A PRIMEIRA DA BAHIA

Antes de Vanusa, outra baiana foi vacinada: a médica Saionara Nunes, natural de Cruz das Almas, foi a primeira nascida no estado a receber a dose da Coronavac. Ela atua no Hospital das Clínicas de São Paulo, na linha de frente do combate à Covid-19.

 

Foto: Reprodução/ Portal Cruzalmense

 

Ao portal Forte na Notícia, os pais de Saionara ressaltaram a sensação de orgulho ao ver o trabalho desempenhado por ela. “Estou sentindo um grande orgulho de minha filha, principalmente, por ela ter estudado em escolas de Cruz das Almas, como Lavoisier, Montessori e Colégio Cruz das Almas”, disseram o ex-bancário David Nascimento e a professora Tânia Nunes durante entrevista ao portal.

 

No restante da Bahia, a previsão inicial era de que a vacinação começaria na próxima quarta-feira (20), mas o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, liberou o início para esta segunda-feira (18). As pouco mais de 319 mil doses destinadas ao estado, no entanto, ainda não chegaram ao Aeroporto de Salvador (saiba mais aqui).

Histórico de Conteúdo