Feira: Prefeitura cede Joia da Princesa para atender pacientes com Covid-19
Foto: Valdenir Lima / Secom PMFS

O estádio de futebol Joia da Princesa, em Feira de Santana, servirá como um hospital de campanha [de uso temporário] para atender casos de novo coronavírus. Em entrevista nesta segunda-feira (30), o prefeito Colbert Martins disse que o Ginásio Oyama Pinto também deve servir ao mesmo propósito. Os dois espaços foram colocados à disposição do Exército Brasileiro, caso haja necessidade.

 

O Joia da Princesa, que é administrado pela prefeitura, tem capacidade para pouco mais de 16 mil torcedores e é usado em jogos do Fluminense de Feira. No estado, o Bahia disponibilizou o Fazendão para os atendimentos e, no país, o estádio do Pacaembu, em São Paulo, também será utilizado no combate ao Covid-19.

 

"Estamos acompanhando de perto o avanço do coronavírus e tomando as medidas necessárias para combatê-lo. Disponibilizamos o estádio pois é um equipamento ideal para a implantação de um hospital de campanha, com espaço amplo para leitos. Se houver necessidade, o estádio será sem dúvidas muito útil", afirmou Colbert.

Histórico de Conteúdo