Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Maraú: Destroços são retirados de pista onde ocorreu queda de bimotor
Foto: Leitor BN / WhatsApp

Os destroços do jato que caiu em Maraú, no litoral sul, foram retirados do local do acidente neste sábado (16). A secretária de Turismo do município, Nilza Costa, não sou informar para onde o material foi encaminhado, informou o G1. Segundo a Aeronáutica, a retirada dos destroços fica a cargo do dono do jato, que é de propriedade do banqueiro José João Abdalla Filho.

 

A investigação sobre as causas do acidente é feita pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa II), da Aeronáutica. Nesta sexta-feira (15), militares do órgão estiveram no local do acidente para coletar dados que podem apontar as causas da queda.

 

O bimotor Cessna Aircraft modelo 550, de matrícula PTLTJ, caiu em uma pista de resort desativado em Barra Grande, em Maraú, por volta das 14h da quinta-feira (14) (ver aqui). Dos dez ocupantes, uma pessoa morreu – a jornalista Marcela Brandão Elias – e nove pessoas ficaram feridas. Todas elas seguem internadas no Hospital Geral do Estado (HGE) em Salvador.

Histórico de Conteúdo