Ex-prefeita de Jequié tem indisponibilidade de bens decretada
Foto: Reprodução

A Justiça decretou, a pedido do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), a indisponibilidade de bens da ex-prefeita de Jequié, Tânia Diniz Correia Leite de Brito, em cerca de R$ 2 milhões.

 

O valor decretado pela Justiça corresponde ao dano sofrido pelos cofres do município  por conta de irregularidades nos repasses ao Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Jequié (Iprej). 

 

De acordo com os promotores de Justiça Rafael de Castro Matias e Saulo Rezende Moreira, autores da ação civil pública, a ex-prefeita cometeu ato de improbidade administrativa. “A acionada violou princípios basilares da administração pública e causou grave prejuízo ao erário, na medida em que deixou de realizar repasses das contribuições previdenciárias do Município de Jequié e do Fundo Municipal de Saúde ao Iprej, tornando inviável o pagamento dos benefícios previdenciários aos segurados e seus dependentes”, afirmaram.

Histórico de Conteúdo