Jequié: MP aciona ex-prefeita por falta de repasse de verbas à previdência local
Foto: Reprodução / Júnior Mascote

A ex-prefeita de Jequié, no Médio Sudoeste, Tânia Britto, foi denunciada pelo Ministério Público do Estado (MP-BA) por suspeita de irregularidades em repasses do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Jequié (Iprej). Em ação civil pública, os promotores Rafael de Castro Matias e Saulo Rezende Moreira afirmam que a ex-gestora causou grave prejuízo aos cofres da prefeitura por não fazer repasses das contribuições previdenciárias do Município e do Fundo Municipal de Saúde ao Iprej.

 

O MP-BA pediu também a indisponibilidade de bens da ex-prefeita até o limite mínimo de cerca de R$ 2 milhões, equivalente ao dano sofrido pelo erário. Além disso, os promotores cobraram que a Justiça condene Tânia Britto pela prática de improbidade administrativa, determinando entre outros atos a perda da função pública e suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos. 

Histórico de Conteúdo