Eunápolis: Prefeito tem direitos políticos suspensos por 5 anos; caso se refere a concurso
Foto: Francis Juliano / Bahia Notícias

O prefeito de Eunápolis, na Costa do Descobrimento, Robério Oliveira, teve os direitos políticos suspensos por cinco anos. A informação circulou nesta terça-feira (13). A decisão foi tomada pelo juiz Roberto Costa de Freitas Júnior, da 1ª Vara da Fazenda Pública local, que também determinou a perda do cargo. O gestor é acusado de improbidade administrativa [ato ilegal por agente público] por contratar, sem concurso público, mais de 480 servidores.

 

O caso ocorreu em 2018, quando Oliveira era também prefeito da cidade. Segundo o Ministério Público do Estado (MP-BA), as admissões geraram prejuízo ao Erário municipal mais de R$ 2,8 milhões. Além de Robério também foram condenados Valdiran Marques Oliveira e Maria D’ajuda Marques Silva, que ocuparam a secretaria de administração à época. Os dois últimos tiveram os direitos políticos suspensos por três anos, além da perda da função pública.

Histórico de Conteúdo