Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 26 de Julho de 2019 - 19:10

Sento Sé: Prefeita diz que contratou emergencialmente por falta de documentos

por Francis Juliano / Bruno Leite

Sento Sé: Prefeita diz que contratou emergencialmente por falta de documentos
Foto: Reprodução / Blog Ilhéus

A prefeitura de Sento Sé informou através de nota que foi obrigada a realizar uma contratação emergencial de serviços e funcionários porque a atual gestão foi assumida pela prefeita Ana Passos, em 2017, "sem nenhuma documentação física ou sistema computadorizado". Nesta sexta-feira (26), o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) autorizou, após denúncias do Ministério Público Federal (MPF), mandados de busca e apreensão para apurar supostas irregularidades nestas contratações (leia aqui).

 

De acordo com a prefeitura, a situação foi comunicada ao MPF e que um pedido de prorrogação do prazo para que fosse apresentado os documentos solicitados foi feito ao órgão - a justificativa seria a reforma do prédio da prefeitura e o consequente deslocamento de documentos causados pela obra. "Com isso não foi possível localizar em tempo para enviar ao Ministério Público", relata.

 

O texto diz ainda que a aministração municipal "atua sempre guiada pela legalidade e transparência, cooperando com todos os órgãos de fiscalização".

Histórico de Conteúdo