Pedro Alexandre: Cidade ainda precisa reconstruir 300 km de estradas após inundação
Foto: Divulgação / Sudec

Enquanto as aulas devem começar na próxima segunda-feira (29) em Coronel João Sá (ver aqui), em Pedro Alexandre a espera vai ser maior. O problema maior são as estradas. A estimativa é que cerca de 300 km de estradas vicinais precisam ser reformados. O trabalho foi previsto durante reunião nesta sexta-feira (26) entre o prefeito Pedro Gomes (PSD) e engenheiros da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra). “Pode ser que as aulas não comecem 100%, mas a gente vai fazer o esforço. Essas estradas trazem os alunos para a sede onde têm as escolas. E nas estradas têm muito riacho de caatinga que não dá para passar. O custo é grande, o município é pobre, mas graças a Deus estamos recebendo apoio”, disse.

 

Segundo Gomes, a economia do município está afetada, principalmente na produção de leite. “Nós produzimos em torno de 30 mil litros de leite por dia. E como as estradas estão acabadas, o morador da zona rural não consegue escoar a produção”, informou. Pedro Gomes diz que a situação é agravada pelo fato de a maior parte da população da cidade morar na zona rural. “Ao contrário de Coronel João Já onde 85% da população está na sede, em Pedro Alexandre é quase o contrário, com apenas 35% na zona urbana. Por isso, o estrago aqui é maior”, avaliou.

Histórico de Conteúdo