Segunda, 08 de Julho de 2019 - 12:20

Abaré: Presidente da Câmara e advogados suspeitos de fraudes têm liberdade concedida

por Cláudia Cardozo / Francis Juliano

Abaré: Presidente da Câmara e advogados suspeitos de fraudes têm liberdade concedida
Foto: Reprodução / Blog do Ozildo Alves

Dado como foragido desde que foi deflagrada a Operação "Câmara Limpa", o presidente afastado da Câmara de Abaré, na divisa da Bahia com Pernambuco, teve um habeas corpus concedido nesta segunda-feira (8) pela Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Paiva chegou a ter a prisão preventiva decretada em abril passado. Pesa contra ele, acusação de organização criminosa, fraude à licitação, falsidade ideológica e falsificação de documento público.

 

Também tiveram habeas corpus concedido os advogados Edevaldo Nunes Paiva e Vivaldo Oliveira Maciel e o presidente da Comissão de Licitação da Câmara, Valdeni Amâncio Gomes. Os três chegaram a ser presos. Ao Bahia Notícias, a promotoria de Justiça local informou que já abriu um procedimento investigatório criminal e um inquérito civil para continuas as investigações. Os casos sob acusação teriam ocorrido entre 2017 e 2018.

Histórico de Conteúdo