Irecê: PMs envolvidos em ação que resultou em morte de dançarina prestam depoimento
Foto: Reprodução / Central Notícia

Policiais que participaram do caso que resultou na morte de uma dançarina (ver aqui) são ouvidos nesta sexta-feira (5) em Irecê, no centro norte do estado. Segundo o delegado Almir Fernandes, da 14ª Coorpin, que apura o caso, alguns PMs já prestaram depoimento durante a madrugada, e o restante deve ser interrogado até o final do dia. Os primeiros depoimentos reforçam a versão já apresentada pela Polícia local.

 

O carro onde as vítimas estavam teria desobedecido a uma ordem de parada das Rondas Especiais (Rondesp), houve perseguição com reforço de mais PMs, e depois de passar por outro bloqueio, o veículo foi alvejado. Três guarnições de policiais militares participaram da ação, o que se estima que havia de 10 a 12 agentes envolvidos.

 

Baleada na região do abdômen, a dançarina Gabriela Moura, foi levada para o Hospital Regional de Irecê, mas não resistiu após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Outros três músicos, que também foram baleados, seguem hospitalizados na mesma unidade de saúde. Eles não correm risco de morte. O caso ocorreu na madrugada desta sexta, por volta das 0h30, quando o grupo de músicos da banda Casa de Reboco voltava do município de Lapão. O motorista do carro não foi atingido.

Histórico de Conteúdo