Carro abandonado cai dentro de canal e causa alagamento de casas em Feira
Foto: Reprodução / Acorda Cidade

Um carro abandonado caiu dentro de um córrego em Feira de Santana e foi arrastado pelas águas até a Rua Teixeira Soares nesta quarta-feira (7), provocando o alagamento do local. Os imóveis ficaram ilhados e os moradores das casas perderam praticamente todos os móveis.

 

Segundo o morador Adson Conceição, o carro foi abandonado no último domingo. As polícias Civil e Militar foram acionadas e os agentes constataram que o carro estava irregular. “O proprietário tentou remover o veículo, que estava prestes a cair dentro do canal, com uma caçamba, mas ele acabou caindo. Com a chuva de hoje, a enxurrada o arrastou e ele veio parar na Rua Teixeira Soares”, contou.

 

Adson afirmou também que, com a presença do carro, o canal começou a transbordar e muita lama e sujeita invadiu as residências “Ontem a gente se reuniu com medo da chuva e contratou uma empresa pra tirar. Pagamos R$ 350 do guincho, e agora estamos preocupados com os prejuízos dos moradores, tem gente que não sabe onde vai dormir. Teve residência que os moradores perderam 100% dos móveis”, disse ele.

 

Uma moradora chamada Maria Lúcia Sena Silva perdeu quase todos os móveis. Ela contou que só sobraram um armário e uma geladeira. “O prejuízo dá mais de 10 mil reais. Vou dormir na casa de minhas irmãs. A água acabou com tudo. Os móveis não servem mais pra nada. Vou acionar o órgão público pra vir nos auxiliar com alguma coisa”, relatou.

 

Outra moradora, Rosângela Rodrigues da Silva afirmou que foi a primeira a ter a casa invadida pela lama. “Perdi tudo, computador, geladeira, cama, guarda-roupa. Nem sei o valor do prejuízo. Eu moro há 13 anos aqui. Eu estava com uma criança de três anos, que tomo conta, e se eu fosse tentar salvar alguma coisa, o menino morria, então corri pra cima do sofá”, disse ela.

 

O engenheiro da Defesa Civil, Antônio do Rosário, afirmou que o órgão está fazendo um levantamento da qualidade das casas prejudicadas e os bens pedidos durante o acidente. “A partir daí vamos tentar articular a limpeza do canal o mais rápido possível junto com outros órgãos da prefeitura. Infelizmente, vamos aconselhar que eles procurem as casas dos parentes. Os casos mais extremos vamos tentar junto com a secretaria a possibilidade de entrega de colchão ou donativos, visto que nós da Defesa Civil não temos essa quantidade de material. Soubemos que desde segunda-feira o carro estava dentro do canal, mas só fomos acionados hoje à tarde. Há muito tempo a gente não vê uma tragédia desse tipo aqui em Feira de Santana”, informou ele ao site Acorda Cidade.

Histórico de Conteúdo