Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 17 de Janeiro de 2018 - 23:40

Investigado pela Lava Jato é morto em Candeias

Investigado pela Lava Jato é morto em Candeias
Foto: Reprodução / Jacobina Notícias

Roberto Soares Vieira (PT), ex-vice prefeito de Ourolândia e investigado pela Operação Lava Jato, foi assassinado na manhã desta quarta-feira (17) em Candeias. Segundo familiares, o político conhecido como Roberto do PT foi abordado na porta de sua empresa por um homem que há cerca de dois dias o perseguia a procura de emprego. Por volta de 12h30, ao baixar o vidro do carro, Roberto foi atingido por disparos de arma de fogo efetuados pelo suspeito, que fugiu do local em uma moto com um comparsa. A Polícia Civil investiga o caso e não há informações sobre a real motivação do crime. Em novembro do último ano, Roberto foi alvo de condução coercitiva pela 47ª fase da Operação Lava Jato, a Operação Sothis por suspeita de participar de um esquema de corrupção envolvendo uma subsidiária da Petrobras que desviou R$ 7 milhões para o PT. Na época, policiais federais cumpriram mandado de busca e apreensão no imóvel do petista, no Condomínio Alphaville, no Litoral Norte. 



Histórico de Conteúdo