Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Segunda, 26 de Abril de 2021 - 15:05

Mais cor para alegrar nossos dias iguais

Mais cor para alegrar nossos dias iguais


 

E é possível alegrar o visual abusando das combinações a partir de tons neutros como base. É o que garante a consultora de imagem Marcela Moura, que tem em seu portfólio de serviços a coloração pessoal, "Técnica que descobre as cores mais favoráveis a cada beleza e torna a nossa imagem mais harmônica".Pela manhã a escolha das roupas e das cores que usaremos durante o dia sempre refletem as expectativas do que temos pela frente em nossa jornada. Agora, nesses dias de isolamento social com a pandemia, quando nossa rotina está mais igual e monótona, as cores podem ajudar a melhorar o astral durante o dia. Fugir do preto e do cinza, mesmo em home office, contribui para elevar o humor e até a produtividade no trabalho.
 

Uma das composições sugeridas por Marcela é o azul e laranja. "Essas duas cores são opostas no círculo cromático, e seguramente se complementam quando juntas em um look que pode iluminar e alegrar seu dia, mesmo que ele esteja cinzento e monótono. O azul na sua versão Royal também contrasta muito bem com o laranja e se transforma em protagonista da composição", afirma a consultora.
 

Seguindo essa linha de cores complementares, o vermelho e o verde também resultam em ótimas harmonizações, assim como o amarelo e o roxo, que proporcionam um resultado mais colorido.
 

Para Marcela, uma outra combinação que garante ótimos looks, são o bege e o verde que podem ser explorados em qualquer estação do ano. "Seja taupe, camel, fendi, caramelo ou em uma das variações dentro do que muitos consideram bege, podemos criar um ponto focal de destaque investindo em composições com a cor verde, em suas tonalidades diversas! Fica lindo, chique e atemporal."

Segunda, 22 de Março de 2021 - 09:55

Fios da Moda

Fios da Moda

 

A boa notícia ganhou eco com o relatório: Fios da Moda que traz dados inéditos sobre os impactos socioambientais das principais fibras utilizadas na indústria da moda brasileira: algodão, poliéster e viscose.

O conceito de economia circular é uma visão completa e complexa  para o problema da crise climática, e com este relatório brasileiro os players da indústria têxtil e moda ganham mais informações e ferramentas em direção a soluções dentro da realidade do país.

Apesar do estudo fazer uma análise das 3 principais fibras utilizadas no mundo, chama a atenção para a relação do algodão e da água neste dia.  A nível global as técnicas usadas de irrigação fazem com que o consumo de água na produção da matéria prima seja uma grande vilã, é comum vermos dados de quanto uma camiseta ou calça jeans consomem de água na sua produção mas, se o algodão for brasileiro existe grande chances da realidade ser bem diferente, o algodão no país é em sua maioria produzido em sequeiro ou seja, apenas com água da chuva.

“(...) as características específicas da produção brasileira parecem ser muito influentes para o consumo de água na cultura do algodão. O predomínio da produção de algodão em sequeiro (sem irrigação).

Contudo o estudo observa a movimentação do setor para a questão ambiental “(...) país tem investido em rastreabilidade e certificação para garantir uma produção com menor impacto ambiental. O Brasil é o maior produtor mundial de algodão certificado Better Cotton Initiative (BCI), respondendo por cerca de 30% do volume total de algodão BCI (BCI, 2020; TEXTILE EXCHANGE, 2019)”

No entanto a alternativa incentivada pelas pesquisadoras é o algodão agroecológico por conta dos seis pilares para a circularidade elaborados por elas, que se destaca por abordar uma avaliação que contempla além dos fatores ambientais também os fatores sociais envolvidos na economia circular :1) Design de produto circular, 2) Design de Processos e Fluxos Circulares 3) Sistemas Vivos: Regenerar a Natureza, 4) Recursos e Toxicidade Limitada, 5) Condições Locais: Internalizar Externalidades, e 6) Sociedade: Justiça e Ecologia Social.

Para o consumidor analisando o ciclo de vida de peças de algodão, o estudo aprofunda várias observações e comparações entre autores e destaca que sob o olhar do consumo da água, logo em seguida a etapa de produção, a fase do uso da peça é a que mais se destaca.

“As etapas de fiação e tecelagem e de tingimento também apresentam certo grau de impacto por consumirem quantidades consideráveis de água, especialmente o tingimento (QUANTIS, 2018). A etapa de uso é a segunda principal contribuinte em termos de consumo de água. Nessa etapa, a lavagem é o principal processo contribuinte para esse impacto (BEVILACQUA et al., 2014). Em análises de cenários, estima-se que máquinas de lavar eficientes consomem 30% menos água durante a lavagem do que máquinas de lavar convencionais (PERIYASAMY; WIENER; MILITKY, 2017) .

“A vontade de produzir um relatório sobre têxteis está ligada à urgência da transformação que precisamos fazer acontecer na próxima década se quisermos garantir condições de vida minimamente estáveis na Terra frente a um cenário climático em profunda transformação”, ressalta Marina Colerato, coordenadora do projeto. 

 
 
Segunda, 01 de Março de 2021 - 10:05

Tom sobre tom, a tendência multicolor em unhas degradê

Tom sobre tom, a tendência multicolor em unhas degradê

 

Não se pode falar de moda sem citar o clássico degradê, que trabalha com várias tonalidades de uma cor na mesma mão, agradando os estilos mais fofos até os mais sérios. Essa tendência nunca sai de moda por ser agradável aos olhares e por combinar com todos os tipos de ocasião

A convite da Bella Brazil, a blogueira e especialista em unhas Cris Oliveira apresenta passo a passo com técnica super elegante e diferente de unhas multicolor degradê com uma mistura de animal print.

1° Aplique a base vitaminada;

2° Escolha 4 cores em tons de nude que formem um degradê de cores. Aqui foram usadas do dedão para o mindinho as cores Acertei, Na Medida, Relax e Ritmo Certo, sendo que esta última foi aplicada nas unhas do dedo anelar e mindinho;

3° No dedo mindinho, faça um círculo irregular usando a cor Na Medida, e com a pontinha do palito, ou com um pincel fininho, faça um traço em dois lados desse círculo usando a cor: Acertei;

4° Repita o passo anterior por toda a unha, variando o tamanho das manchas, e, no espaço que ficar entre elas, faça pequenos círculos irregulares usando a cor: Acertei;

5° Finalize a unha decorada com a Base Fosca;

6° Finalize as outras unhas com o Top Coat Efeito Gel.

 

Uma artesã e uma startup transformaram 450kg de redes de pesca em produtos ecológicos

Nara Guichon é artista plástica, ambientalista e designer têxtil. Há mais de 40 anos desenvolve e fomenta a moda ética e sustentável em seu atelier, fundado em 1983 no sul da Ilha de Santa Catarina. Em 2014, ela firmou uma parceria com a Positv.a, empresa B que cria soluções para cuidar da casa, do corpo e da natureza, para que esta se tornasse o representante exclusivo dos esfregões e de lá para cá, a parceria só trouxe resultados benéficos. Só em 2020 a parceria fez com que 450 quilos de redes de pesca fossem retirados dos oceanos para se tornarem esfregões e saquinhos.

 

 
   
Terça, 02 de Fevereiro de 2021 - 09:05

Coleção: andarilhos, mendigos, refugiados, moradores de rua e chapeuzinho vermelho

por Iga Bastianelli

Coleção: andarilhos, mendigos, refugiados, moradores de rua e chapeuzinho vermelho


“A impressão é que o número de moradores de rua e pessoas em situação de vulnerabilidade cresceu de forma alarmante em Salvador, durante a pandemia ”, constatou o artista e estilista Tom Salvatore. A recessão que aflige diferentes setores e que já afetava a moda brasileira, mesmo antes da pandemia, inspirou o artista.

 

Sensível a este triste fenômeno, Tom Salvatore criou a coleção Andarilhos, Mendigos, Refugiados, Moradores de Rua e Chapeuzinho Vermelho. Ele tenta mostrar e chamar atenção sobre o fato através das peças de upcycling. São cerca de 30 looks feitos de descarte, sobras, retalhos de tecidos e acessórios que seriam destinados ao lixo. 

“Meu projeto foi contemplado através do edital do @sebraebahia com curadoria do estilista Walter Rodrigues, em parceria com Instituto By Brasil para o evento @Inspiramaisoficial. O prêmio não contemplava nenhum apoio financeiro, ganhei como empresa de moda e sustentabilidade uma consultoria do Sebrae e iria participar de um evento de Moda em São Paulo, que foi suspenso por causa da pandemia.”, explicou o estilista Tom. 

Coleção Upcycling:

Outono -Inverno 2021 .
Tema: Andarilhos Mendigos Refugiados Moradores de Rua e Chapeuzinho Vermelho

 

"Com a coleção pronta meu desejo é que alguma empresa patrocine um desfile em espaço público aberto com transmissão ao vivo", conta Tom que continua persistente no propósito da moda.

Tom Salvatore é estilista, produtor dos eventos, entre eles o Encontro de Brechós, Bazar das Loucas e do projeto O Sanatório da Moda. 
@tomsalvatore_

Quarta, 27 de Janeiro de 2021 - 09:05

A designer Juliana Dourado aposta em moda artesanal e valoriza mão de obra baiana

por Iga Bastianelli

A designer Juliana Dourado aposta em moda artesanal e valoriza mão de obra baiana

 

Graduada em Design de Moda pela UNIFACS, com especialização em estilo e imagem pessoal pelo SENAC, Juliana Dourado nem imaginava que teria uma marca própria de roupas pois sempre pensou em ser veterinária, até que um dia resgatou memórias da infância com a avó que costurava e resolveu empreender. “Escolhi moda porque sempre fez parte da minha vida, fui criada por minha vó que costurava e na verdade sempre gostei também de bordar e fazer crochê”, lembra ela.

Nosso maior desafio foi lançar a marca Juliana Dourado e a superação foi perceber a aceitação da marca pelo público baiano e pelos estrangeiros, turistas que frequentam o restaurante Lua Cheia onde a loja está localizada, no bairro da Pedra Furada, Cidade Baixa.

Juliana cuida de todo o processo, desde a criação das peças, produção de croquis, escolha das estampas, aviamentos, fechamento das peças, marketing e divulgação do Ateliê, que desde 2013 vem valorizando a mão de obra local. “Todo nosso processo é artesanal, o corte, a costura e cada vez mais percebo que nossos detalhes fazem a diferença para uma peça com mais durabilidade e qualidade”, garante Juliana.

A natureza sempre foi a inspiração para a marca Juliana Dourado: pássaros, flores, paisagens, outros animais e muitas cores. Com a pandemia os valores defendidos pela marca se tornaram ainda mais fortes e respeitados pelo consumidor, que quer investir em peças sustentáveis, produzidas localmente e que não sejam descartáveis. “A nossa loja é verão o ano todo, temos um estilo fluido e leve que valoriza as mulheres de todos os biotipos  e apostamos sempre em tecidos de fibras naturais. O perfil de nossas clientes são pessoas que amam cores, estampas descoladas e marcantes. Acredito numa moda mais lenta, que realmente foca nos atemporais e mais sustentável”, disse ela. Segundo Juliana apenas 6 peças são confeccionadas, por modelo, em cada coleção.

 

Para quem quiser conhecer a loja pode ir lá presencialmente ou acessar o Instagram @use.julianadourado: “O que me dá mais prazer é ouvir a cliente no provador dizer: esta roupa foi feita para mim”, comemora Juliana.

Penteados: dicas de como modelar os fios para festas de fim de ano 

 

Mesmo com o alerta sobre o Corona Vírus e diversas medidas restritivas, dezembro continua sendo uma época festiva. As pessoas compartilham energias positivas para a chegada de um novo ano. Neste momento, as mulheres costumam apostar em penteados para elevar a auto estima!

Com isso, a Aneethun marca especialista em produtos de alto padrão direcionados para o segmento profissional de beleza e home care, listou penteados fáceis de fazer em casa. 

PRATICIDADE E ESTILO 

O rabo de cavalo é super prático, por isso, aparenta ser simples demais. Porém, ele pode ser elegante e charmosos com os recursos certos. Entre as opções, está o formato em que os fios são presos abaixo a nuca, partindo o cabelo ao meio e deixando ele mais apertado no couro cabeludo, proporcionando modernidade ao penteado. 

Como alternativa, é possível prender os fios mais alto, assim, eles ficam mais soltos e com volume no topo da cabeça, e para deixar mais incrível, é possível esconder o elástico com uma mecha do cabelo e fixar com um grampo. 

VERSÁTIL E ATEMPORAL 

O coque é um penteado versátil, ele pode ser feito com vários estilos de fios, desde os lisos e compridos, até os crespos e curtos. O penteado pode ter o formato mais justo com acessórios, e também o modelo mais desestruturado, deixando as madeixas estrategicamente fora lugar. 

TRADICIONAL E DESCOLADA 

Bem-vindas em todos os tipos de cabelo, as tranças podem ser adaptadas de diversas formas. Os modelos tradicional e "espinha de peixe" - em que os fios são divididos em duas partes finas, cruzando elas em sentido oposto - deixam as mechas mais soltas e com volume. Para as cacheadas e crespas, as tranças afro, também conhecidas como box braids, permitem entrelaçar várias vezes o cabelo e criar um penteado maravilhoso. 

Dicas para transformar peças básicas em


 

Toda mudança de estação sempre vem acompanhada de novas tendências na moda, seja um acessório, cores ou uma peça de roupa. No verão, o que não pode faltar com certeza são as peças confortáveis e fresquinhas para enfrentar os dias mais quentes. A estilista, Anne Garcia, apresenta dicas de como transformar peças básicas em glamourosas para o verão. Confira! 
 

• A t-shirt branca simples de algodão é indispensável . Melhor ainda quando é fluida no corpo para dar mais elegância e comodidade. 
 

• Uma grande aposta é usar chamisier de seda ou linho com um toque de alfaiataria. Com essa peça a elegância será marcante em qualquer ocasião. 
 

• O pretinho básico pode ser trocado pelo nude, que serve tanto para o dia quanto para noite. É ótimo para viagem, pois combina com qualquer peça e acessórios. 
 

• Lenços e mais lenços para compor o look no verão. É muito versátil, pode usar no cabelo, pescoço, bolsa, cintura e por aí vai. 
 

• E por fim, não podemos deixar de citar, uma peça em jeans. O jeans é muito bem vindo no verão. 
 

Para Anne, utilizar acessórios luxuosos é o segredo para a transformação em peças glamourosas. "Um sapato ou uma bolsa elegante transforma qualquer look. Aposto nos acessórios de luxo para dar valor ao conjunto. Podemos ir a uma reunião ou jantar importante vestindo uma simples t-shirt branca, sem perder a classe. Nas joias ou semijoias, o dourado enriquece bastante", ressalta a estilista. 
 

Tendências Verão 2021 
 

As cores que serão tendências para a coleção verão 2021, segundo a Pantone, empresa especializada em tendências de cores, são: laranja, verde, azul, rosa, creme, marrons, vermelhos e roxos. E também colorações em tom pastel para contrabalancear as tonalidades mais fortes. 
 

Na tendência de estampas, não poderia faltar as flores tropicais, com um mix de flores grandes e folhagens, e os listrados coloridos e mesclados com muito branco. 
 

Lembre-se que mesmo na moda é importante sempre procurar peças e acessórios que valorizam o perfil de cada um e para se sentir bem com a vestimenta. Anne enfatiza que: "Não é porque está na moda que ficará bem no corpo de todos. Temos que ser mais seletivos e não sair comprando tudo. É melhor ter poucas peças no armário que são versáteis, e realmente caem bem no corpo e também no bolso, do que sair comprando tudo que está na moda só pra dizer que tem". 

Armário cápsula e consumo consciente, combinação perfeita!

 

Em concordância com a mesma preocupação da indústria da moda, segunda maior poluente do mundo, o consumo consciente vem para estabelecer as principais reflexões no momento de compras de roupas: quanto à real necessidade, ao preço, à durabilidade e às combinações efetivas com itens que já possui no guarda-roupa. 
 

Um desses exemplos é o armário cápsula. O desafio é escolher um determinado número de peças essenciais e versáteis, que combinam entre si e possam construir diversas combinações de looks. 
 

A Rebeca Foggetti, Fashion Stylist do Repassa, maior brechó online do Brasil, explica que o primeiro passo é analisar bem o guarda-roupa. "É necessário avaliar todas as peças e criar três pilhas: peças que quer manter, as que não tem certeza e, por fim, uma com aquelas que não usa há mais de 6 meses ou um ano, por exemplo", conta. 
 

Possibilidade de compra e venda das próprias peças do guarda-roupa 
 

Pensando nisso, o Repassa promove uma forma de pensar à conveniência prática da moda sustentável. Com a proposta de envio da "Sacola do Bem", o consumidor pode repassar peças sem uso e vendê-las no site do brechó, sem ao menos sair de casa. A empresa fica responsável pela curadoria, seleção, higienização, fotografia, cadastro, para em seguida, disponibilizá-la para venda no site. 
 

Ainda de acordo com a Rebeca, o armário cápsula deve conter peças duráveis e atemporais, além de combinarem bem entre si, como opções de calças, camisas, camisetas, vestidos, saias, casacos, suéteres e acessórios. "A ideia de criar algo personalizado é conhecer o seu estilo, mostrar a relação com roupas, com seu guarda-roupa e com você mesma", explica. 

Quinta, 22 de Outubro de 2020 - 17:05

Coleção "Bahia de Todos os Santos"

Coleção

Genuinamente baiana, a Thereza Priore mergulhou no universo da fé e da proteção – tão necessárias em momentos adversos – para criar a coleção “Bahia de Todos os Santos”, que está nas araras e vitrine da loja, na Bahia Marina, em Salvador, que está funcionando respeitando todos os protocolos de saúde e segurança.

“O momento pede para ressignificar códigos da nossa conduta, pede para olharmos com carinho para o nosso sagrado particular, exercitando nossas crenças e tendo a certeza de que o céu mora dentro de cada um de nós”, diz Adriana Régis, empresária que comanda a marca feminina.

A coleção também destaca estampas e criações com imagens sagradas de Santos que têm relação direta com a cultura e os costumes dos baianos, como Santo Antônio, Santa Dulce dos Pobres e Santa Bárbara, sempre festejados, além de outros elementos de proteção que transcendem a religiosidade.

O handmade, presente nos bordados e tramas de crochê que dão exclusividade a cada peça, se unem mais uma vez ao mix de prints para reforçar o DNA feliz e atemporal da marca.

Histórico de Conteúdo