Stella McCartney lança réplicas do vestido usado por Meghan Markle no casamento
Foto: Vogue

Até quem não viu o casamento real, ficou sabendo da elegância de Meghan Markle (lembre aqui). Isso se deve aos dois vestidos minimalistas usados por ela. O sucesso foi tanto que a própria estilista, Stella McCartney, resolveu fazer uma coleção especial com o vestido da recepção do casamento. O modelo frente única de gola alta assinado por McCartney terá 46 réplicas que estarão à venda nas lojas da marca.

 

"Quando estava trabalhando no vestido com Meghan, sabia que ele era lindo. Sabia que era um vestido que as pessoas iriam querer, e nesse momento você pode pensar 'ninguém pode tê-lo!' ou você pode compartilhá-lo", argumentou a responsável pela peça em entrevista a Vogue americana.
 

 

Diferente do vestido original, as peças foram produzidas com viscose sustentável, ao invés de crepe de seda. Além disso, a designer fez 23 peças na cor branca e a outra metade na cor preta. O número 23 foi uma escolha especial, pois é o novo endereço da grife, na rua Old Blond, em Londres. Segundo o site da revista Elle, cada peça vai custar £3,500, para conseguir comprá-la é preciso enviar um e-mail para 23oldbond.store@stellamccartney.com  e esperar um convite personalizado para liberação da compra. Outros pontos de venda estarão espalhados em lojas da label ao redor do mundo e para conseguir a peça é preciso marcar um horário.

Adolescente homenageia mulheres negras em vestido de formatura
Foto: Reprodução / Instagram

A estudante Aishamanne Williams levou muito a sério sobre o que vestir na sua formatura. Para a ocasião, a jovem usou um vestido feito à mão e cheio de significados. A peça foi estampada com o rosto de três mulheres importantes para o movimento negro e que inspiram a jornada da garota: Erykah Badu, Angela Davis e Lauryn Hill. Em entrevista a revista "Teen Vogue", a jovem declarou a importância do ato. "Honrar mulheres negras inspiradoras e radicais era importante para mim e é com a história delas que eu gostaria de concluir meus quatro anos de ensino médio", disse.

 

O vestido foi criado por Aishamanne em parceria com a costureira Donna Weeks e sua colega de classe Nyiesha mallett desenvolveu as ilustrações, que foram inspiradas na estilista norte-americana Kyemah McEntrye. A formanda também contou que costuma ler Angela Davis e se considera uma feminista intersecsional. "Estudando as palavras dela, aprendi muito sobre como feminismo, raça e classe andam juntos", afirmou.

 

 

Ao final da colação, o vestido dela foi tão elogiado que seus colegas a elegeram como a mais bem vestida da festa.

Segunda, 18 de Junho de 2018 - 08:05

O BN Mulher entrevistou uma consultora de moda e traz dicas para o look do São João

por Rafaela Souza

O BN Mulher entrevistou uma consultora de moda e traz dicas para o look do São João
Foto: Reprodução / Pinterest

Festas juninas se aproximando, para quem vai para o interior ou até mesmo ficar na “capitá”, já é hora de pensar nos looks da festa e logo vem à cabeça o tradicional xadrez. Isso porque a estampa é figurinha carimbada nas produções, tanto das mulheres quanto dos homens. Mas, segundo a consultora de moda e personal stylist Anna Libório, além do queridinho xadrez, há muitas outras maneiras de você arrasar no look e fugir do combo tradicional: camisa, calça e bota.

 

Para ela, as mulheres podem inovar o visual quadriculado usando um look mais “brejeira”. O estilo pode ser explorado através de vestidos mais amplos e estampados.  A personal também sugere modelagens com babados e estampas florais. Além disso, você pode dar outra cara ao xadrez usando a peça com um salto ou fazendo um mix de estampas.

No entanto, Anna alerta que para misturar as estampas é preciso bom senso. Você deve obedecer a regra de proporção, ou seja, as cores e modelos devem conversar um com o outro. “Se já usou uma estampa maior na parte superior do corpo, opte por outra uma mais básica embaixo”, reitera. Ela conta que o mix de estampas deve se complementar e não o contrário.

 

Outra tendência é o Western, que é aquele estilo inspirado no country. Para aderi-lo, a dica é simples: invista nos lenços no pescoço! “ Os lenços estão muito em alta, amarradinhos no pescoço eles protegem a garganta. Além de fazer um stylist perfeito para o São João”, afirma a consultora.

Anna ainda sugere que é possível reinventar o xadrez com a amarração de um lenço ou com a estampa mais atualizada. Como no caso das estampas menores em cores candy. A estampa pode ser explorada para além das camisas, abuse de vestidos, calças e macacões. Ou você pode usar também a sua camisa antiga com outra peça mais atual, como a bota meia, que promete ser um sucesso nesse inverno. “O bacana é brincar com esse xadrez e criar vários visuais”, completa.

Kate Spade deixou quatro coleções prontas, declara sócia
Foto: Reprodução / Instagram

Após a morte da estilista Kate Spade no últimio dia 5 (lembre aqui), a sua sócia Elyce Arons contou nesta semana, que Kate deixou quatro coleções de bolsas e acessórios prontas. Segundo o site Universa, em entrevista ao site "Business Insider", ela afirmou que além das coleções prontas, o trabalho deixado pela estilista é muito maior. "Há ainda um acervo abundante de seus desenhos e conceitos", destacou. 

 

Elyce ainda revelou que a marca Frances Valentine pretende honrar a memória de Kate Spade e lançar suas criações exclusivas. "Nós não sabemos o que o futuro nos reserva, mas estamos determinados a continuar fazer com que seu lindo trabalho viva através da Frances Valentine. Seremos mais fortes por ela, mais ligado uns aos outros através dela".

 

 

A Frances Valentine foi fundada em 2015, quando a estilista vendeu a Kate Spade New York e se juntou ao marido, Andy Spade e as sócias Elyce Arons e Paola Venturi.

Segunda, 11 de Junho de 2018 - 14:00

Como escolher o modelo de bolsa ideal

Como escolher o modelo de bolsa ideal
Foto: Reprodução / Pinterest

Quanto o assunto é bolsa, a escolha perfeita ajuda a compor o visual. Segundo a consultora de Comportamento Profissional e de Etiqueta Social, Maria Inês Borges da Silveira, a primeira coisa que devemos levar em consideração é o tipo físico. “Quando vamos escolher uma bolsa, a primeira coisa que devemos levar em consideração é o equilíbrio entra o tipo físico, o material, o gênero e a ocasião”, explica.

 

O fato é que o acessório faz parte do dia a dia das mulheres, é pratica e funcional, já que é nela em que carregamos chaves, celular, óculos, agenda, maquiagens. Quando escolhida adequadamente, a bolsa ajuda a valorizar e enriquecer o visual, ajudando a compor seu estilo. Segundo a consultora, a bolsa e o sapato não precisam ser da mesma cor, mas devem estar em harmonia com o conjunto. Bolsas grandes e médias, do gênero, esporte são ótimas para viagens, trabalho e até compras. A bolsa clássica, média, é uma bolsa coringa, atravessa épocas e é usada em diversas ocasiões.

Já as pequenas forradas em tecido, prateadas, douradas, com pedrarias ou strass, são usadas obrigatoriamente em jantares de gala, festas, formaturas, bailes, casamentos e recepções. Agora, se você tiver um evento após o trabalho e não puder passar em casa, a especialista da outra dica. “Se você vai sair à noite e não tempo de passar em casa, leve uma pequena carteira dentro da grande e deixe a bolsa maior no carro ou no carro”, comenta.

 

Para trajes passeio as melhores opções são as bolsas médias ou pequenas. “Por fim, quanto às cores, as neutras: preto, branco, bege, caqui e marrom, são eternas e combinam com quase tudo. Isso não quer dizer que você não possa investir em bolsas coloridas, a dica aqui é levar em consideração o look todo, para não exagerar”, completa a especialista.

Blogueira com deficiência física discute moda inclusiva nas redes sociais
Foto: Reprodução / Instagram

É no seu perfil do instagram, que a britânica Sophie bradbury-Cox incentiva outras pessoas com deficiência a se vestirem como se sentem bem. Apesar disso, a jovem destaca nas publicações o quanto é difícil encontrar roupas mais inclusivas para essa parcela da população. Sophie não consegue ficar de pé ou andar devido a fraqueza dos músculos consequente de uma atrofia muscular espinhal. Além de ser uma influenciadora digital, ela trabalha com conselheira financeira.

 


De acordo com o site Universa, a jovem contou em entrevista ao Metro UK, que sempre sonhou em ter a sua própria marca de roupas que atendesse às pessoas com deficiência, mas voltada em pessoas em cadeiras de rodas. "Ficamos sentados o dia inteiro, por isso as roupas têm uma forma diferente de se encaixar no corpo, por isso precisamos fugir do tradicional e incentivar peças que tenham fechos, por exemplo”, afirmou.

 

A dificuldade de se vestir também é a mesma quando se trata dos sapatos. Isso porque a má circulação das pernas faz com que os pés fiquem inchados, não cabendo nos modelos comuns. “Algo precisa ser feito para que as pessoas com deficiência possam se vestir confortavelmente, mas de uma maneira elegante”, completou.

Segunda, 11 de Junho de 2018 - 08:05

Estilistas falam das tendências para os vestidos de noiva

por Rafaela Souza e Iga Bastianelli

Estilistas falam das tendências para os vestidos de noiva
Foto: Reprodução / Instagram

O casamento Real foi cheio de surpresas e até hoje rende muito assunto, principalmente quando se fala no vestido usado por Meghan Markle. Muita gente acredita que o visual clean escolhido pela duquesa foi uma estratégia para equilibrar com os detalhes do casamento.

 

O estilo minimalista foi visto da cerimônia até a recepção quando a noiva trocou o Givenchy com decote canoa e a tiara de diamantes por outro vestido Stela McCartney acompanhado por um coque mais baixo e despojado. Desde então, será que as noivas estão adotando o estilo minimalista para os seus casamentos?

 

Para a servidora pública Indiara Urpia, 30, o vestido da duquesa não vai servir de inspiração, pois ela já tinha escolhido o seu modelo. “Achei o vestido dela maravilhoso, mas achei que, mesmo num vestido minimalista, caberia algum detalhe a mais, talvez um brinco maior, uma make mais elaborada, mesmo que leve. O decote parecia, ao meu olhar, um pouco folgado. O véu era maravilhoso, isso é inquestionável”, completa.

 

Diferente de Meghan, ao invés do corte mais sequinho, Indiara vai optar por um modelo evasê para o seu casamento que vai acontecer em outubro deste ano. A noiva conta que buscou inspirações junto com a estilista e encontrou o modelo dos sonhos.

 

Para o renomado e um dos mais requisitados estilistas brasileiros, Lucas Anderi que deu uma entrevista sobre o assunto para o BN Mulher essa tendência do minimalista, dos lisos é um clássico. Mas para ele a renda sempre ganha do liso! “ O liso quando tem um corte muito bonito e a noiva tem um corpo incrível, ela consegue carregar muito bem”, disse.

Lucas define que o estilo dele é moderno, contemporâneo e ao mesmo tempo clássico.  “A noiva tem que ser clássica com uma leve pegada fashion, do moderno. E as brasileiras gostam muito da renda em arabesco, trabalhada no corpo como uma tatuagem”, revelou Lucas.

Já segundo a estilista Rosinha Levita, o vestido de Meghan Markle se tornou um símbolo e está influenciando as noivas.  Ela conta que fez recentemente dois vestidos bem semelhantes ao visto no casamento real. Para ela, essa tendência é muito adequada. “Os casamentos estão acontecendo em resorts, praias, fazendas e não mais tanto na igreja como antigamente. Nos casamentos noturnos as noivas queriam mais volume, brilhos e bordados”, esclarece.

Sábado, 09 de Junho de 2018 - 11:00

Estilista cria uma coleção especial para deficientes

Estilista cria uma coleção especial para deficientes
Foto: Divulgação

Com uma proposta de moda inclusiva, a design Andressa Salomone apresentou a nova coleção "La Dolce Belle". A inspiração surgiu em uma conversa com a sua amiga Isabelle, que tem uma má formação na coluna. As roupas foram pensadas para se adaptar às necessidades de pessoas com deficiências físicas, como cadeirantes e amputados. 

 

Segundo a estilista, a amiga enfrentava muitas dificuldades para comprar roupas por ser deficiente. "Esta coleção é uma vitória, não só para mim, mas para todas as pessoas com deficiência, queremos ser vistos como seres humanos antes de como deficientes", afirmou Isabelle.

 

Isabelle ajudou a estilista no processo criativo, já que havia feito um curso de moda inclusiva, ministrado gratuitamente pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O stylist do desfile comenta que ela mostrou coisas simples, mas que fazem toda diferença na moda inclusiva, como os botões.

O casting de modelos foi dominado por deficientes físicos que entraram na passarela ao lado de cantores e famosos. Dentre eles estavam, Preta Gil, Di Ferrero, Isabella Fiorentino, Arlindo Grund e Vivi Orth. Todo dinheiro arrecadado com as vendas será doado à AACD (Associação de Assistência à Criança deficiente).

Quarta, 06 de Junho de 2018 - 20:00

Modelo baiana é musa inspiradora de arte em Nova York

Modelo baiana é musa inspiradora de arte em Nova York
Foto: Reprodução / Instagram

Natural de Canavieiras, cidade do interior da bahia, a modelo Paula Almeida foi inspiração para painel de 10 metros de altura feito pelo artista irlândes Fin Dac. "Ele me abordou e perguntou se poderia me usar como inspiração para o próximo projeto dele, que por coincidência era em NY, onde estou morando no momento. Pude vê-lo com a mão na obra e acompanhar o processo de criação foi muito legal", conta a modelo. O mural inspirado na baiana está exposto no Greenpoint Terminal, no Brooklyn, em Nova York.

 

 

"Não tenho palavras para expressar o quanto estou feliz! Super agradecida ao talentoso @findac por me escolher para ser sua musa para esta incrível criação! Eu amo arte de rua, e tendo meu rosto em uma parede, é simplesmente inacreditável!", declarou Paula em seu Instagram. 

Desfile de biquíni é proibido no concurso de Miss America
Foto: Reprodução / Instagram

Ao invés de desfilarem de biquini, as candidatas do Miss America agora terão mais sessões de perguntas feitas pelos jurados. A decisão foi anunciada pela ex-Miss America e organizadora do concurso Gretchen Carlson. "Não somos mais uma apresentação, somos uma competição", assim Gretchen divulgou as mudanças do evento que escolhe a mulher mais bonita dos Estados Unidos.


O intuito é que as representantes dos 50 estados sejam julgadas por sua inteligência e não mais só pela forma física. Segundo o site Universa, na próxima edição as mulheres vão poder se vestir do jeito que se sentirem mais confortáveis. Para a organizadora, muitas meninas não se sentiam à vontade com trajes de banho e deixavam de se inscrever. 

 

Histórico de Conteúdo