Segunda, 20 de Maio de 2019 - 10:05

Qual sua marca?

Qual sua marca?

 

A logomania está de volta. A tendência dos anos 2000 voltou, de cara nova. Mas você sabe o que é a logomania? Talvez você não conheça esse termo, mas certamente já usou essa tendência, tem vontade ou já viu alguém na rua. Na moda é uso de marcas, ou letras, em uma roupa ou acessório.

As grandes marcas estão regatando esse estilo, como diz o site da revista Marie Claire. Como a logomania já carrega bastantes informações o importante é ter conceitos de moda na hora de investir nessa tendência. Para uma blusa cheia de palavras, de letras e afins é interessante usar uma saia ou uma calça neutra, assim o look não fica tão carregado ... mas, também, vale exagerar se a proposta for essa!

Blusa da Gucci. Fonte: Christian Vierig/Getty

A revista Vogue, através da consultora de moda Glória Kalil, conta uma informação importante na reformulação dessa moda: "se antes não era legal mostrar a marca da roupa, agora está permitido". As marcas estão aproveitando para estampar seus símbolos de um modo desconecto, moderno e jovem. Essa é a nova cara da logomania. Se antes era feio dizer a marca da roupa, agora é moda estampar bem grande e destacar isso.

Para quem foi adepta dessa moda há anos atrás, no final dos anos noventa para o início do dois mil pode começar a resgatar as peças guardadas no fundo do baú.

Mas a logomania não está aí só para as grandes marcas. Muitas roupas hoje em dia estão com estampas de frases feitas ou os conhecidos "meme". São roupas mais baratas, que cabem no bolso de todo mundo e lógico sem sair da moda.

Terça, 14 de Maio de 2019 - 09:05

Moda

Moda

A moda dos moletons virou febre entre as mulheres. Mesmo em lugares quentes como Salvador eles estão em alta, e são usados no dia a dia. Geralmente é visto em conjunto de blusão com manga e calça. Mas já é possível encontrar ,também, os mais leves e até com manga curta.

 

Nesse momento da moda é possível usar uma blusa moletom com calça jeans ou vestir uma blusa básica com a calça moletom, ou até o conjunto mesmo. Esse estilo mais despojado não é adaptável a qualquer lugar. Por ser mais informal não é interessante adotar ele para o trabalho.

 

Em relação ao corpo é importante saber usar a blusa. A blusa moletom existe no modelo de cropped também ! Já a calça é mais democrática e vai bem com quase tudo, porque é um modelo básico, como conta o site Dicas de Mulher. As calças também mudaram, se antes eram apenas reta, hoje podem ser encontradas no estilo flare (com a boca mais larga, estilo boca de sino).

 

Essas roupas podem ser usadas de dia ou à noite, quanto a bolsa ou sapatos variam de acordo com o ambiente onde a pessoa vai estar. O moletom permite que a mulher brinque com o tênis ou com o salto, bem como uma mochila ou uma carteira de mão.

Segunda, 13 de Maio de 2019 - 10:35

Vogue Brasil Comemora 44 anos

Vogue Brasil Comemora 44 anos

 

A Vogue Brasil comemora neste mês de maio seu aniversário de 44 anos! Para celebrar, a publicação, que tem três capas nesta edição, com Sabrina Sato, Lellê e Anitta, receberá amigos e convidados no bar dos Arcos, no subsolo do Theatro Municipal, em São Paulo, hoje.

O jantar de aniversário do título será em parceria com a Iorane e com apoio da vodka Grey Goose, e contará com a presença da apresentadora Sabrina Sato!

 

Segunda, 06 de Maio de 2019 - 12:05

A nova moda é consumir de forma consciente

por Iga Bastianelli

A nova moda é consumir de forma consciente

Se você quer presentear sua mãe mas não quer ir ao shopping, prefere mesmo um presente exclusivo ou precisa encontrar algo que não impacte em seu orçamento, os produtos artesanais de pequenos produtores podem ser uma excelente opção.

 

A Artesã Georgia Favila @georgiafavila do Crianco Artes produz diversas peças em crochê, ela transformou em negócio uma habilidade que já tinha. Hoje produz bolsas, clutches e diversos outros mimos.

 

Produtos artesainais como o de Georgia Favila podem ser encontrados em instagrans ou em Lojas Colaborativas. São espaços que reúnem diversos micro empreendedores com preços diferenciados. Em Salvador já existem diversas Lojas Colaborativas.

 

Um bom presente não está ligado necessariamente ao seu valor, mas sim a relação emocional que pode gerar. Para as mulheres mais descoladas, que curtem moda e acompanham as evoluções das grandes marcas, mas sentem no bolso o alto valor das peças, a dica é garimpar os modelos em lojas especializadas, como brechós.

Embora esse tipo de negócio ainda carregue estereótipos negativos, de uns anos para cá passou a conquistar mais visibilidade, trazendo opções cada vez melhores, mais atualizadas e com ar de novo. “É uma forma, inclusive, de economizar e cooperar com a economia e moda circular, já que ela envolve não só a confecção como também o descarte ou reuso das peças”, explica Siomara Leite, uma das sócias do Brechó Agora é Meu.

Abaixo, a consultora lista alguns motivos para presentear com uma peça já usada em perfeito estado.

1 - É possível atender gostos e estilos inusitados

Peças de grifes estão sempre carregadas de autenticidade e referências inovadoras. Um produto desenvolvido dentro de uma grande marca têm um tempo maior de visibilidade fashion que artigos de fast-fashion. Brechós voltados para esse segmento, oferecem peças assim com custos até 60% menor.    

2- Você encontra referências que não estão mais no mercado

Existem pessoas que se identificam muito com certas impressões e adotam elas no seu estilo e personalidade. Se sua mãe é uma fã assídua da estampa de onça, por exemplo, em um bom brechó é possível encontrar modelos únicos.

3- Consumir de forma consciente é a nova moda 

A antiga relação de 'estar na moda' vai além de peças bonitas e atuais, sendo parte deste conceito hoje rever questões ambientais e escolher produtos mais duráveis. Ter consciência é uma forma de sempre se manter atual, “Um look perfeito não é nada perto de um brilho interior, que faz toda diferença em qualquer pessoa”, finaliza Danielle. 

 

Segunda, 29 de Abril de 2019 - 12:05

Inspiração em quilombo para coleção inverno 2019

Inspiração em quilombo para coleção inverno 2019

 

O Quilombo Lagoa Santa, na região do Baixo Sul da Bahia, foi a inspiração para o Inverno 2019 da marca Soul Dila. Batizada de Semear, a coleção já conta com preview disponível. A região baiana é conhecida pelas biojoias e peças de artesanato produzidas a partir da palmeira de piaçava, abundante nas roças locais. A matéria prima, planta fibrosa com nome de origem tupi, é fonte de renda da população, que vende a palha também para a produção de vassouras. Enquanto os homens coletam o material, 15 jovens e senhoras do povoado mantêm viva a técnica do trançado, que mistura a ancestralidade dos índios e da cultura negra.

 

TROCA – A comunidade, foi palco de inspiração e cenário para a campanha da coleção Semear, fotografada por Peu Fernandes. Mas, a experiência não ficou por aí. A marca recebeu em sua sede, em Salvador, representantes do quilombo, que participaram de workshops de Estilo, Produção, Fotografia e Marketing, trocando experiências e adquirindo novas ferramentas para a produção da sua arte.

 

“Não achamos que seria justo apenas visitar a comunidade, ‘usá-la’ como inspiração e como cenário e ir embora. Como o próprio nome da coleção diz, pensamos num intercâmbio de experiências, no qual todos ganhamos e crescemos”, explica Marcelo Ladeiro, porta-voz da Soul Dila.

Segunda, 22 de Abril de 2019 - 12:05

Roupa íntima certa pode ser uma grande aliada no look

Roupa íntima certa pode ser uma grande aliada no look

As roupas íntimas tem o poder de elevar a auto estima de uma mulher e está enganado quem pensa que as peças íntimas são meras peças coadjuvantes que devem ficar escondidas e não têm glamour. Mas a calcinha certa pode ajudar a complementar o look, fazer o vestido ter um caimento perfeito ou até esconder gordurinhas indesejadas. 

Quanto ao formato se você não sabia, os bumbuns são classificados basicamente nos tipos: quadrado, V, redondo e coração invertido. Cada um desses tem um modelo de calcinha que se ajusta melhor ao corpo, segundo o site Cosmopolitan.

Os tipos de calcinha são diversos, assim como existem difrentes corpos. Segundo o site Dicas de Mulher, os modelos se dividem em calcinha clássica, tanga, string, fio dental, boneca, caleçon, shortinho. Isso sem contar os tecidos: malha, lycra, renda e outros.

Para o bumbum quadrado o tipo de calcinha ideal é o estilo short. Se a intenção for valorizar, vale a pena investir nas fio dental ou com as laterais mais finas.

Se você tem um bumbum em V, corra de calcinhas muito cavadas, por que essas dão impressão de flacidez, as melhores são as grandes estilo short. Corpo pera? Bumbum tipo A. Renda elástica é o melhor tipo de calcinha. Laterais muito finas podem incomodar e  a depender do tamanho, provocam marcas fazendo uma segunda cintura, por isso é bom evitar.

O bumbum redondo é o mesmo das famosas Kim Kardashian e Beyonce, geralmente grandes. Preferível usar calcinhas grandes ou fio dental, não marcam e dão mais conforto. Se a intenção for cobrir tudo é bom escolher sempre um número a mais no tamanho.

E o coração invertido é aquele bumbum que de fato tem formato de coração com volume na parte inferior. Nesse caso o melhor modelo de calcinha é aquele que ajudam a levantar o bumbum.

Segunda, 22 de Abril de 2019 - 09:05

A praticidade da Unha de gel

A praticidade da Unha de gel

A correia do dia a dia exige praticidade. Por isso a tecnologia e produtos com maior durabilidade passaram a ser usados nas unhas com diferentes técnicas:  postiças, gel e unhas de porcelana.

Com um molde fixo a unha natural vai sendo moldada no tamanho e no formato que a cliente preferir. A aplicação completa tem que ser aquecida em uma cabine de luz ultra violeta para concluir a fixação. As unhas de gel podem ser usadas em unhas quebradas, lascadas, roídas, curtas e vítimas de pequenos acidentes. Duram em média 15 a 20 dias. É uma excelente opção para quem não tem tempo de ir toda semana no salão.

Já as unhas de porcelana duram cerca de 15 dias. Essas têm mais restrições, só podem ser usadas por maiores de 16 anos, que não tenham diabetes, fazendo tratamento de câncer ou unhas quebradiças. Procure uma especialista que poderá avaliar melhor suas unhas e decidir junto com você qual a melhor opção. Importante sempre avaliar as vantagens e desvantagens de cada técnica.

Já as unhas postiças, muito mais baratas, tanto para aplicação em casa ou no salão, são feitas de plástico e tem uma durabilidade muito reduzida. 

Segunda, 15 de Abril de 2019 - 13:05

O Charme dos Botões

O Charme dos Botões

Roupas com botão estão em alta! Nas vitrines é possível encontrar diversos modelos e cores desde as lojas mais populares as mais caras de Salvador. Vestidos, blusas, saias, jardineiras e até saídas de praia estão cheias de botões. A modelagem de roupas com fileiras de botões vem sendo repaginada e conquistou seu espaço nos “closets” mais uma vez.

 

Como conta o site de Eliza Montes, consultora de modas, esse estilo de roupa é democrático, vai do dia a noite sem problemas. Uma saia midi, por exemplo, pode se enquadrar tranquilamente em escritórios de trabalho.

 

Não existem regras para os botões, sabendo se vestir corretamente, entendendo a modelagem ideal para o próprio corpo, basta usar as peças que evidenciem os botões, que se tornaram enfeites também.

 

Thaís Moretzsohn, estilista, explica ao site do Jornal Folha, que o importante é que abotoações chamem atenção, não é para ficar escondido entre costuras ou dobras de panos. Apesar dos botões serem detalhes totalmente democráticos eles são uma ajuda “extra” em corpos ampulheta, porque podem ajudar a valorizar. Vestidos com botões em destaques ajudam sim a afinar a silhueta!

 

Os botões nesse momento deixam o look de outono com um ar despojado, leve e alegre. Em um look mais social para o trabalho ajuda a quebrar a seriedade.

Segunda, 08 de Abril de 2019 - 10:05

Aprenda a multiplicar seu guarda roupa!

por Iga Bastianelli

Aprenda a multiplicar seu guarda roupa!

 

Você já deve ter ouvido falar em Armário Cápsula? Não ?! Nada mais é que ter um guarda roupa “enxuto” com peças básicas e outras nem tanto e com criatividade montar diversos looks repetindo a mesma peça de roupa.

Diversas consultoras ensinam a usar por exemplo a saia listrada em três ou quatro looks diferentes. Jeans então nem se fala ... são diversas possibilidades com o look “all jeans” ou repetindo a jaqueta nas produções. Para se inspirar vale pesquisar no instagram e ter paciência de pensar no looks da semana. Você pode escolher uma saia jeans com botões na frente e montar diversos looks. Pode pegar a saia plissada que parece que nunca mais vai sair de moda e montar outros três looks e para o final de semana um vestidinho básico preto! Tente misturar acessórios, colares, lenços, bolsas nas diversa produções e você verá o poder da multiplicação.

 

De acordo com o #modabelezablog um guarda roupa inteligente é assim cheinho de peças que vão com tudo e transitam pelso mais diferentes programas. Eles fizeram uma seleçãoo daquelas peças que são a cara do outono em looks que vão do lazer despojado àquele jantarzinho especial. Afinal o que faz de alguém elegante mais do que dinheiro é informação ! Gostaram das dicas ? Agora se inspirem nas fotos e corram para montar com criatividade seus próprios looks.

 

Segunda, 01 de Abril de 2019 - 11:05

O Potencial da Moda Plus Size

O Potencial da Moda Plus Size

O mercado de roupas GG vem conquistando cada vez mais mulheres que se aceitam, tem auto estima alta e obviamente querem seguir as tendências da moda. Mas mesmo com o crescimento ainda há preconceito ao redor deste assunto e um mercado em potencial a ser explorado.

 

A “gordofobia” é real e a moda plus size não é um incentivo a obesidade ou doenças ligadas ao peso, mas é a inclusão de pessoas com medidas diferentes das padronizadas do mundo de hoje. Dados do SEBRAE mostram que 71% das mulheres que buscam roupas maiores não se sentem satisfeitas com as que encontram, que são apenas roupas padrões em diversos tamanhos. Os números mostram ainda, que 17% das lojas vendem números grandes de roupas, e apenas 3% de todas são especializadas em roupas plus size.

 

Esses números revelam também um potencial para empreender. A questão não é comprar uma roupa com mais panos, ou preta, ou sem listas horizontais. As mulheres gordas não tem corpos iguais por serem gordas. Existe ainda o nicho de mulheres que não estão necessariamente acima do peso mas tem quadril largo, a realidade de muitas mulheres no Brasil.

Histórico de Conteúdo