Marca baiana celebra design e inova com artista internacional que assina a coleção Obsession

 

Os convidados da Tidelli se sentiram realmente em casa na inauguração da flagship da marca, no Caminho das Árvores. Inspirada nas sofisticadas casas da Praia do Forte, a nova loja, foi assinada pelo arquiteto Fred Azevedo. A marca baiana inova trazendo um nome internacional para o design da coleção Obsession, o sul-coreano KwanghoLee, com seus icônicos trançados, que hoje tem obras espalhadas em alguns museus do mundo, entre eles oMOMA em NY.

 

Os empresários Lon Menezes, Tatiana, Roberta e Luciano Mandelli receberam os convidados profissionais da decoração, artistas, empresários e formadores de opinião e promoveram uma festa com buffet assinado pelo chef Vini Figueira e embalada pela música do DJNello.

A inauguração trouxe também conteúdo para os convidados com o painel de debates Design sem Fronteiras. Mediado por Tatiana Mandelli, fundadora da marca, a mesa de debates reuniu os designers Cesar Giraldo, colombiano com trabalhos de expressão nos EUA, os baianos Ana Paula Magalhães e Manuel Bandeira e o mexicano Sami Hayek, que falou através de vídeo conferência em tempo real.

 

A valorização do design latino, com destaque para o brasileiro, foi o principal assunto exposto por Sami Hayek e Cesar Giraldo, dono de projeto elogiado em Los Angeles e na região da Califórnia, no EUA. Criador da cadeira Pão de Açúcar, um dos móveis mais desejados da Tidelli, Manuel Bandeira falou de inspirações e de seu trabalho artesanal. Já a arquiteta Paula Magalhães reforçou a valorização do design em seus projetos.

 

Durante o coquetel de apresentação da coleção Misturas e Texturas, os convidados percorreram todos os ambientes da loja, decorada com a nova coleção! 

Quinta, 14 de Junho de 2018 - 14:00

Como esquentar o ambiente usando a decoração

Como esquentar o ambiente usando a decoração
Foto: Reprodução / Pinterest

Apesar do Brasil ser um país tropical, entre os meses de junho e agosto a umidade do ar aumenta e as temperaturas abaixam. É nesse momento que dá mais vontade de ficar em casa enrolado nas cobertas assistindo, por exemplo, uma maratona da série favorita. Para que o ambiente fique mais aconchegante e receptivo nessa época, a arquiteta Cris Paola, do Studio Cris Paola, reuniu algumas sugestões para garantir que o frio fique apenas do lado de fora.

 

Cor da estação

Tons terrosos são perfeitos, pois trazem uma atmosfera sofisticada para os ambientes e ainda propicia a sensação boa de calor. “Os terrosos caminham na paleta dos alaranjados e marrons”, revela Cris. A arquiteta indica ainda parcimônia para não sobrecarregar o espaço com essas cores e, para tanto, sugere utilizar almofadas com estampa xadrez, detalhes nas paredes ou objetos decorativos. A época ainda é propícia para o rosa antigo fosco, bem como o terracota ou terra roxa, que são bons exemplos dos tons em alta para a estação invernal. “Quer ousar um pouco mais? Combine rosa com dourado ou insira pequenos detalhes com preto, remetendo assim aos países escandinavos”.

 

Sensação de conforto

Uma dica clássica que serve desde as casas gigantes até os apartamentos pequenos diz respeito a utilização do piso de madeira, que traz sensação de conforto térmico e charme sem igual. No mercado é possível encontrar modelos com cortes e tonalidades diferentes, mas para quem precisa gastar pouco com a troca de revestimentos, duas alternativas: a colocação de piso vinílico, que imita madeira, ou a utilização de tapetes.

 

Clássico dos clássicos

Tapetes são bem-vindos em todas as estações, mas no inverno são essenciais para manter a casa aquecida. “Mesmo sendo um clássico, é sempre possível inovar. Os modelos de shaggy, por exemplo, têm fios mais altos que dão o aspecto de tapete fofinho”, sugere a arquiteta. Outra indicação é fazer uma composição com estampas e cores diferentes para deixar sala ou quarto com atmosfera moderna.

 

Acessórios aconchegantes

Imagine a seguinte cena: em um dia frio, o que você faria em casa? Provavelmente assistiria um filme ou a leitura de um livro com um café ou um chocolate quente. Certo? Sentado em uma poltrona ou deitado em um sofá ou cama, mantas da maxi tricô ou crochê, assim como os inovadores cobertores com mangas deixam a oportunidade ainda mais especial.

Se for receber visitas, ainda é possível incrementar mais essa lista e deixar a casa ainda mais calorosa. Arranjos de mesa são perfeitos para decorar os ambientes e trazer vida. “Experimente utilizar arranjos com folhas escuras e com detalhes dourados como o trigo”, aconselha Cris. “Para alegrar o ambiente prefira flores na cor branca ou rosa”, complementa.


Iluminação

Apostar na iluminação também é um recurso bacana e fácil. Luzes indiretas e amareladas proporcionam uma sensação de acolhimento e bem estar. É possível trocar um lustre para modernizar o ambiente ou investir em uma luminária de chão ou um abajur.  Outra dica para iluminar a casa são as lâmpadas de carbono, que tem uma cor mais quente e formatos divertidos. “Esse modelo costuma gastar mais energia, então use apenas para dar um toque especial”, alerta a arquiteta.

Quarta, 13 de Junho de 2018 - 08:05

Ideias criativas da Casacor São Paulo 2018

Ideias criativas da Casacor São Paulo 2018

A CASACOR SP, maior e mais completa mostra de arquitetura, design e paisagismo da América Latina, apresenta este ano ambientes dos mais variados estilos e tamanhos, formas e cores, mas que, em essência, possuem um fator predominante em comum que os conectam e transformam. Com o tema de 'Casa Viva', a exposição traz para o Jockey Club espaços humanizados, cheios de vida, que prezam pelo convívio e bem-estar. Os projetos evidenciam soluções criativas, viáveis e divertidas que funcionam em qualquer tipo de residência, atribuindo um aconchego descomplicado. Confira:

 

Spa da Mata 

 Jardins verticais trazem a natureza para mais perto do dia a dia dos moradores, além de criar uma atmosfera reconfortante e vibrante. No Spa da Mata, projeto das arquitetas Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli, o jardim foi instalado no banheiro. Provando sua versatilidade, esse elemento pode ser incorporado de diversas formas, em qualquer cômodo da residência.

Foto: Marco Antonio

 

Casa Menir

O escritório Trés Arquitetura, responsável pela CasaMenir, conseguiu validar o conceito de vida mais saudável, em seu projeto, por meio de uma incrível horta natural hidropônica, implantada pelo Projeto FAZU, que em parceria com a ONG Somar. Uma ideia criativa, que pode ser moldada e aperfeiçoada, em cada projeto

Foto: Evelyn Muller

Toki, um mergulho no meu tempo

Livros, geralmente, são objetos bastante usados para compor o décor de alguns cômodos, muitas vezes já os possuímos, e imprimem ao ambiente um pouco mais da nossa personalidade. Juliana Pippi, arquiteta que assina a sala 'Toki, um mergulho no meu tempo', incorporou o elemento em seu espaço de maneira inusitada. Para não fugir da paleta de cores, que preza pela transparência e furtacores, a profissional tingiu alguns exemplares em diferentes tons de rosa, criando um degrade que contrasta com o verde das plantas de modo especial. Essa técnica nos permite reutilizar itens esquecidos e antigos produzindo composições descoladas!

Foto: Denilson Machado

Loft Ninho

Umas das principais diretrizes da arquitetura contemporânea é trazer a casa para mais perto de seu morador. Fazer com que ali se torne um lugar onde conseguimos nos reconectar e estimular nossas sensações. No Loft Ninho, Nildo José, arquiteto responsável pelo projeto, setorizou a residência em três áreas de funções distintas, sendo cozinha, social, e íntima, a qual ganhou uma solução cheia de poesia. Um terraço jardim, implantado no mezanino, prioriza a meditação e estimula as relações humanas, contribuindo com o bem-estar e criando uma atmosfera acolhedora.

Foto:Marco Antonio

Terça, 05 de Junho de 2018 - 08:05

Uma mesa mais convidativa e charmosa usando o crochê

por Rafaela Souza

Uma mesa mais convidativa e charmosa usando o crochê
Fotos: divulgação

 

Ter uma mesa bem decorada faz toda diferença quando desejamos reunir a família e amigos na nossa casa. Usar flores, arranjos e peças podem garantir um visual especial para a ocasião. Dentre os materiais mais utilizados na decoração de mesas, está o crochê. Segundo a decoradora do @ParaNinas, Cleide Ferreira, esse tipo de artesanato é muito usado e sempre pode ser reinventado. “Admiro e valorizo o crochê. Quando publico fotos nas redes sociais, recebo muitos elogios”, destaca. Para ela, o crochê é contemporâneo e afetivo.

O crochê pode ser explorado em bicos, toalhas e, principalmente, no uso de sousplat. A peça pode ser usada para embelezar a mesa e ainda proteger a toalha ou o próprio móvel de respingos de alimentos. Além disso, o sousplat de crochê pode ser usado em uma mesa com ou sem toalha e a qualquer hora. Cleide sugere que os modelos são ótimas opções para adicionar mais personalidade na decoração. 

 

Dicas na hora de montar a mesa:

É importante que a toalha e o sousplat harmonizem entre si e as cores e texturas combinem ou contrastem.

Usar cores neutras pode ser uma boa opção, assim é possível variar mais na decoração. Mas nada impede que você inove com outras estampas, cores e texturas diferentes.

O sousplat de crochê pode ser usado em qualquer mesa, desde café da manhã até jantar.

Coloque o sousplat cerca de dois dedos da borda da mesa.

O ideal é que suas dimensões sejam maiores que os pratos, para que o sousplat de crochê possa aparecer e deixar a mesa mais bonita.

Os sousplats já devem estar posicionados à mesa antes de os convidados se sentarem.

Nunca apoie os talheres nele, pois o sousplat é apenas para o prato, copos e talheres ficam sobre o jogo americano ou sobre a toalha.

Quarta, 30 de Maio de 2018 - 08:05

Home Family da Casacor SP valoriza relações de afeto

Home Family da Casacor SP valoriza relações de afeto

"Não me falta cadeira, não me falta sofá, só falta você sentada na sala”, já dizia Arnaldo Antunes nos versos da música A Casa é Sua. Inspirados e guiados por esta essência , Bruno Carvalho e Camila Avelar, do BC Arquitetos, escritório carioca estreante na CASACOR São Paulo, apresentam o 'Home Family', ambiente de 62m², multifuncional, que preza pelo reencontro das relações de afeto, de maneira humanizada, onde conforto é premissa.

Com o conceito de 'Casa Viva', tema deste ano do evento que acontece de 22 de maio a 29 de julho, no Jockey Club São Paulo, os profissionais criaram um espaço que engloba biblioteca, adega e estar, onde a arte se destaca. Obras de Nazareno, Afonso Tostes, Patricia Bigarelli e Denilson Machado, ajudam a construir tal prosa de forma sucinta.

Procurando transmitir tal essência aconchegante, a marcenaria, marca registrada do escritório, se apresenta como um dos principais elementos e faz composição com uma paleta de cores que transita de azul, rosa, ao mostarda, concebendo um ambiente de caráter reconfortante, e que dispõe de uma enorme estante, a qual percorre todo o perímetro da parede curva do cômodo, e que exibe livros e objetos cheios de história, design e significado. Além disso, uma incrível adega também faz parte do layout, reforçando a versatilidade do Home Family.

A iluminação, um capítulo a parte, foi toda projetada por Maneco Quinderé, de forma precisa, valoriza peças de arte e cria uma atmosfera reflexiva. Já o piso, criado pela Parquet Nobre especialmente para o ambiente, abraça o décor de maneira singular. Para finalizar, uma curadoria com peças especiais de diversas marcas ajudam a compor um espaço não só bonito, mas interessante, cheio de bossa e poesia, que propaga os laços de afeto e carinho por meio de cada detalhe.

CASACOR SP

Período: de 22 de maio a 29 de julho
Horário: Terça a sábado, das 12h às 21h/ Domingo, das 12h às 20h 
Local: Jockey Club de São Paulo
Endereço: Avenida Lineu de Paula Machado, nº 875 – Cidade Jardim

Quarta, 23 de Maio de 2018 - 08:05

Conheça a Suíte Master da Casacor São Paulo

por Iga Bastianelli

Conheça a Suíte Master da Casacor São Paulo
Foto: Divulgação

De 22 de maio até 29 de julho, o Jockey Club recebe a 32ª edição da CASACOR São Paulo. Sob o tema "Casa Viva", a maior e mais importante mostra de arquitetura, decoração, design e paisagismo do Brasil, apresenta ao público 70 espaços assinados pelos principais profissionais do segmento.

 

Entre os ambientes destaque para a Suíte Master, ambiente de 55m² projetado pelo arquiteto Marlon Gama, que evidencia o requinte e o conforto com a utilização de peças da marca Natuzzi Editions. Seguindo a proposta de um ambiente aconchegante e ao mesmo tempo clean e minimalista, o profissional fugiu da impessoalidade. Assim, o espaço integrado entre estar, descanso e closet, contou com a disposição dos móveis de forma versátil.

A praticidade do dia a dia resume o layout dinâmico do ambiente, que permitiu a mistura de estilos, formas, texturas e materiais, que estão em evidência no mobiliário.

 

Quarta, 16 de Maio de 2018 - 08:05

Quadros na cozinha e um ambiente mais divertido

Quadros na cozinha e um ambiente mais divertido

Quadros sempre provocam dúvidas, sobre como colocar, como organizar, sem ficar feio ou brega, e quando se trata de quadros na cozinha aí que o nó aparece mesmo, as vezes fica o medo de ter informação demais, ou simplesmente não saber como dispor. Mas é super possível essa decoração e pode ficar bem descolado, seguindo o seu estilo e o da sua cozinha, claro.

 

Segundo o site Tua Casa, que ouviu a arquiteta Cyntia Sabát, por quadros na cozinha alegra o ambiente, que geralmente é pesado, por que só tem revestimentos na parede. Ela orienta a escolha de quadros com tamanhos proporcionais, se for pequena dispense quadros grandes, prefira os pequenos, nessa linha, o menos também é mais.

O site Decoração e Arte dá algumas dicas de como escolher e dispor as molduras diferentes! Fazer um mosaico, por exemplo, pode ser uma excelente ideia, com quadros de diferentes tamanhos, mas juntinhos e “conversando”.

Dá para dispor os quadros em cima de algum móvel, um armário de chão por exemplo, cabe um quadro com desenho de comida, ou com uma frase referente a alimentação. Deixa a criatividade solta para  alegrar esse cômodo tão querido da casa.

Quarta, 09 de Maio de 2018 - 08:05

Dicas para um quarto mais aconchegante no inverno

por Rafaela Souza

Dicas para um quarto mais aconchegante no inverno

Com o clima um pouco mais fresco e o período de chuvas em Salvador, nada melhor do que tornar o ambiente quentinho e mais aconchegante para curtir as temperaturas mais baixas, os dias nublados e até assistir um bom filme. Nesta época o quarto merece uma atenção especial para se adequar à nova estação.

 

Inspirações não faltam, mas o ideal mesmo é recorrer aos profissionais da área. Muitos oferecem serviços de consultoria como a design de interiores, Grazi Costantino.  Atendendo a solicitação do BN Mulher a designer deu algumas dicas. Ela sugere cobertas mais quentinhas para pôr sobre a cama. “Gosto de usar um lençol cobre leito e finalizar com uma manta nos pés do móvel”. As mantas são apostas que nunca saem de moda para a decoração de sofás e poltronas. Os modelos indicados por Grazi são os de tricô e crochê, pois segundo ela, a tendência de trabalhos artesanais continua forte. O acessório além de bonito é muito funcional.

 

Além do quarto, a sala de estar também pede uma proposta mais aconchegante por ser um espaço de lazer e local rotineiro da família. Grazi chama atenção principalmente para o sofá. “Se você não se identifica com as mantas, pode escolher capas personalizadas para ele. Serve como proteção e é ótimo para quem tem crianças em casa”, reitera. As cores das capas da estação são mais sóbrias, como azul marinho, marrom e vários tons de cinza.


De acordo com a design de interiores, é possível com pequenas mudanças transformar o local que você dorme em um quarto de inverno. E, assim, garantir uma noite de sono gostosa e agradável.

 

Confira mais dicas para deixar o seu quarto preparado:
 

O ponto de destaque da decoração é a cama, pois é lá que você passa a noite, período mais frio do dia. Abuse das mantas de tricô ou crochê e invista em tons mais fechados. Além das mantas, aposte também nos edredons. Eles dão um charme a mais e são quentes e confortáveis. As almofadas são essenciais para deixar o quarto mais aconchegante. São decorativas e muito funcionais.

 

Se você não tiver problemas alérgicos, pode usar tapetes. Assim como as almofadas, deixam o ambiente menos frio e ainda servem de decoração. Aposte nas coloridas e com estampas.

 

Velas aromáticas e incensos também podem aquecer e tornar o quarto mais agradável.

 

Use cortinas para esquentar o ambiente, mas lembre-se de abrir sempre que sair um raio de sol para arejar o espaço.

Tendência Wabi Sabi: a arte de valorizar a simplicidade
Foto: Divulgação

Uma das principais ideias da decoração atual é procurar o Wabi-Sabi – uma antiga filosofia japonesa (zen-budismo) que busca encontrar beleza na impermanência e na imperfeição. Segundo o Blog da Todeschini o Wabi-sabi é a arte de valorizar a simplicidade, o entorno organizado e com a modéstia. A autenticidade é fundamental para a filosofia wabi-sabi: a presença de rachaduras e arranhões nas coisas é considerada um simbolismo da passagem do tempo. Outra faceta do wabi-sabi é a ideia da beleza "óbvia" verso a beleza "única". Wabi-sabi: a busca por encontrar beleza na imperfeição.

 

Em casa, isso significa enfatizar o uso de materiais artesanais e orgânicos, formas naturais, peças feitas com falhas, imperfeições inatas que abracem a autenticidade, mesmo que isso signifique estar um pouco fora de linha.

 

A decoração wabi-sabi inspira o minimalismo e se concentra mais nas pessoas que vivem no espaço do que em qualquer outra coisa. Posses e outros itens são reduzidos ao essencial com base na utilidade, beleza ou nostalgia (ou todos os três). A paleta de cores tende mais para os brancos, cinzas, verdes e tons de terra, graças ao uso dos materiais naturais.

 

No Wabi-Sabi, aceitar a ideia de que sua casa não precisa ser um showroom o tempo todo é tudo o que é preciso. "A vida real é bagunçada, e tudo bem se a sua casa for também". "As casas não devem ser perfeitas, elas devem ser vividas". Ou, pelo menos, é isso que essa principal tendência quer nos ajudar a abraçar.

 

5 DICAS SIMPLES QUE O BLOG DA TODESCHINI TRAZ  SOBRE O WABI-SABI EM CASA:

Cerâmica artesanal: Procure peças decorativas como vasos e bandejas com linhas e imperfeições orgânicas. Sua caneca favorita foi quebrada? Cole o pedaço de volta misturando-a com um pó colorido (que tal dourado?). Essa forma de upcycling resultará em um item exclusivo, personalizado e encantador, algo que você nunca conseguirá encontrar no varejo.

 

Estilo em números ímpares: Evite simetria em casa e acrescente estilo ao usar acessórios em números ímpares. Como convém a tendência do Japão, o Wabi-Sabi pede moderação e simplicidade. Concentre-se no essencial – você não tem que colocar suas coisas ordenadamente em linhas.

 

Lençóis em camadas: Boa notícia para as pessoas que odeiam passar lençóis – o Wabi-Sabi celebra uma aparência desfeita. Opte por lençóis macios e enrugados. Permita-se sentir a textura dos tecidos.

Materiais Orgânicos: A natureza é perfeita, embora esteja cheia de imperfeições. O estilo Wabi-Sabi tenta imitar esse eterno paradoxo e o resultado é surpreendente. Aqui, a geometria delicada também é sempre bem-vinda – pode entrar na sala na forma de um espelho redondo de madeira que ampliará o espaço, ou um tapete circular de sisal, cestas de vime. Isso é puro Wabi-Sabi.

 

Paleta de Cores Terrosas: Embora certos tons vivos possam ter uma influência benéfica em uma decoração, o estilo Wabi-Sabi se baseia em uma paleta de cores tranquila. Tons quentes de bege e marrom emparelhados com cinzas neutros e off-white são uma excelente combinação. Não só eles fazem o espaço parecer maior, mas também criam um clima quente e sereno. Além disso, essas cores combinam facilmente com os elementos orgânicos incluindo madeira, pedra, vime.

Terça, 24 de Abril de 2018 - 08:05

Como escolher o piso

Como escolher o piso

Construção ou reforma da casa e bate a dúvida: pisos e revestimentos como escolher? Existe diferença? Vale a pena pagar mais? As vezes são muitas as dúvidas ...

"A escolha do piso vai variar muito do gosto de cada morador, mas é preciso estar atento a alguns detalhes para não se arrepender. Alguns revestimentos não servem para determinados tipos de ambiente, como os de madeira para a cozinha", explica a arquiteta da Praquemarido, Cristiane Sita.

O ideal é que a decisão não seja apenas pela estética. Pense na utilização, custo benefício, em caso de promoção se o produto está saindo de linha, por que se assim for, torna quase inviável a manutenção.

Para regiões com muita circulação de pessoas é bom pisos frios como o porcelanato, que apesar de ser um pouco mais caro, tem boa duração, é fácil de limpar. Outra opção, um pouco mais barata são os laminados, que são também práticos e rápidos de instalar.

Uma outra opção que agrada muita gente e é bem chique são os tacos, a base de madeira é um ideia para lugares fechados, longe de água.

  • A Revista Casa e Jardim dá algumas dicas sobre a escolha e instalação dos pisos:
  • Prefira escolher ao vivo, catálogos e sites podem variar quanto tamanho e cores e acabar enganando;
  • Antes de fechar orçamento ou compra veja se a loja vai ter a quantidade que vai usar;
  • Peça sempre 10 a 15% a mais do tamanho da obra, para casos de ajustes, cortes de peças
  • Confira bem as peças quando receber, para ver se não há peças quebradas, manchadas e etc.

Histórico de Conteúdo