Trombose: doença silenciosa que exige atenção para evitar complicações maiores 

 

A trombose, também conhecida como Trombose Venosa Profunda (TVP), é a formação de um coágulo sanguíneo no interior de uma ou mais veias do corpo. Em 90% dos casos, a condição atinge os membros inferiores e causa grande desconforto, mas há o risco de um fragmento do coágulo se desprender e entrar na corrente sanguínea, em direção aos pulmões, provocando um quadro de embolia pulmonar. 
 

Segundo especialistas, fatores genéticos são responsáveis por cerca de 75% dos casos de trombose. Para pessoas que possuem casos na família, a prevenção é fundamental. A doença pode atingir pessoas de qualquer idade, por isso é necessário balancear a alimentação, se hidratar, praticar atividades físicas e evitar o cigarro. Além disso, é ideal atenção redobrada quando a pessoa fica por muitas horas na mesma posição, com as pernas paradas. 
 

Dra. Juliana Puggina, especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Vascular, alerta para que pacientes com trombose tomem cuidados ainda maiores para evitarem a contaminação pelo Covid-19, em razão dos riscos de graves complicações. "É importante, também, que o tratamento da trombose não pare. Os pacientes precisam seguir as recomendações médicas, inclusive no que diz respeito à terapia de compressão graduada, que estimula o fluxo sanguíneo e evita a formação desses coágulos", diz. 
 

Síndrome do Viajante ou Síndrome da Classe Econômica também preocupa quem viaja por longos períodos, seja de carro, trem, avião ou ônibus 
 

De acordo com o doutor Jamil Victor de Oliveira Mariúba, especialista em angiologia e cirurgia vascular e parceiro da SIGVARIS GROUP, empresa líder mundial em produtos de compressão graduada, há também a síndrome da classe econômica, ocasionada quando a pessoa fica por muitas horas na mesma posição, com as pernas paradas. "Uma viagem de mais de três horas, de avião, trem, ônibus ou carro, é motivo para atenção redobrada. Nesses casos, não há idade para a ocorrência da TVP e é recomendado o uso de meias de compressão graduada para manter a circulação ativa", diz. 
 

Como as meias de compressão podem auxiliar a prevenir o problema? 
 

"As meias de compressão atuam como forte fator preventivo para a TVP, pelo fato de a doença se desenvolver principalmente nos membros inferiores. As meias estimulam o direcionamento correto do fluxo venoso e linfático. É como se a circulação fosse conduzida por um caminho planejado, o que permite uma nítida melhora na circulação", completa doutor Jamil. 

Histórico de Conteúdo