Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 13 de Abril de 2021 - 12:05

Dia do Beijo: receitas de batons veganos!

 Dia do Beijo: receitas de batons veganos!

 

 

Nessa terça-feira (13), comemora-se o Dia do Beijo. E, pensando em opções sustentáveis, a Bio Mundo franquia de alimentos saudáveis, traz receitas caseiras de batons veganos para ajudar a preservar a saúde dos lábios e ainda dar cor, escolhendo a ideal para cada mood.

Além da praticidade em fazer um batom novinho, as opções veganas são livres de toxinas ou conservantes. Dentre os ingredientes estão presentes óleo de coco, manteiga de cacau e frutas, como amora, framboesa e romã, além de óleos essenciais.

Confira as receitas abaixo:

Batom Vermelho
Ingredientes
1 colher (sopa) de manteiga de cacau
2 colheres (sopa) de óleo de coco
1 amora
2 gotas de óleo essencial de amora

Modo de preparo: primeiro amasse a amora e misture as gotas do óleo essencial. Reserve. Enquanto isso, ferva em banho-maria a manteiga de cacau e acrescente o óleo de coco. Depois, misture tudo e espere esfriar. Mantenha refrigerado.

Batom Rosa
Ingredientes:
1 colher (sopa) de manteiga de cacau
2 colheres (sopa) de óleo de coco
½ limão
1 folha de repolho roxo pequeno
½ xícara (chá) de água
2 gotas de óleo essencial de limão

Modo de preparo: em um pilão ou triturador, bata o repolho com o limão, ferva e misture com a água. Reserve. Em banho-maria, derreta a manteiga de cacau e misture ao óleo de coco. Depois, em um recipiente coloque uma colher de chá da água tonalizada com repolho e limão, acrescente as gotas do óleo essencial e o restante dos ingredientes. Espere esfriar. Mantenha refrigerado.

Batom Alaranjado
Ingredientes:
1 colher (sopa) de manteiga de cacau
2 colheres (sopa) de óleo de coco
1 colher (chá) de colorau
2 gotas de óleo essencial de sua preferência

Modo de preparo: ferva em banho-maria a manteiga de cacau e acrescente o óleo de coco. Depois, misture a colher de colorau e as gotas do óleo essencial e esperar esfriar. Mantenha refrigerado.

Lip Tint Natural
½ colher (chá) de óleo de coco
3 amoras
1 framboesa
3 sementes de romã

Modo de preparo: amasse as amoras e framboesas e reserve. Esprema as sementes de romã e misture tudo com o óleo de coco. Depois é só usar o liquido para dar um tonzinho à boca enquanto a hidrata.

Quinta, 08 de Abril de 2021 - 13:05

Plantando em Casa

Plantando em Casa

 

Muita gente passou a cultivar horta em casa durante a quarentena, seja para ter mais contato com natureza ou até mesmo para aproveitar o tempo e ter uma atividade de bem-estar, mas acabou pegando gosto de colher o alimento para cozinhar e preparar refeições (seja vegetal ou tempero). Ao mesmo tempo, o tema sustentabilidade nunca esteve tão em voga, e muitas pessoas também começaram a repensar hábitos e buscar formas de ajudar sem sair de casa, e foi aí que a compostagem apareceu como ótima oportunidade para ajudar com o descarte correto do resíduo orgânico, cuja produção aumentou na pandemia e ainda não tem o devido descarte pelos serviços de coleta de lixo da maioria das cidades brasileiras. Como muitas mudanças desse período, essas são duas que vieram para ficar.

Para começar uma horta em casa, basta analisar se há um espaço, podendo ser grande ou pequeno, que bata sol e providenciar materiais como vaso, jardineira, terra, ferramenta e regador. "O sol é muito relevante, porque é energia para a planta. O ideal é ter no mínimo quatro horas de luz, mas mesmo que não tenha tanto tempo de iluminação, a planta acaba se adaptando. Na dúvida, escolha o local com maior luminosidade disponível e experimente", aponta Diego Diel, coordenador de vendas da ISLA Sementes. Para ajudar os iniciantes na empreitada, a empresa disponibiliza 600 variedades de sementes e kits para começar uma horta em casa no e-commerce.

Com relação à estrutura, há diversas formas. "Pode-se fazer uma estrutura suspensa, em cima de um cavalete, uma escada, parapeito ou janela. No chão ou em floreiras. É essencial pensar numa drenagem para escoar a água dada às plantas. As hortaliças gostam de solo úmido, mas não encharcado. Exemplos são os furos na base dos vasos ou ainda evitar terrenos que alaguem para uma horta em canteiros", explica Diego. Para escolher o que plantar, é interessante saber as características das plantas que se deseja cultivar. Manjericão, alecrim, pimenta, orégano, salsa, rúcula, coentro e microverdes são opções para começar a cultivar uma horta em casa. "Mas vale lembrar de conferir se a época condiz com o período recomendado para a sua região", ressalta Diel.

 

Compostando os resíduos orgânicos
 

Muita gente acha que, separando resíduos secos (recicláveis) e molhados (orgânicos) já está colaborando para o meio ambiente. Mas a verdade é que apenas o que é reciclável tem um descarte correto pela coleta de lixo. Na maior parte das cidades brasileiras, os rejeitos (parte do lixo que não temos capacidade e/ou tecnologia para reciclar) e os orgânicos acabam em aterros sanitários ou lixões a céu aberto.

"A compostagem é um processo biológico de transformação de resíduos orgânicos em adubo pela ação de microorganismos, principalmente bactérias", explica Rafael Zarvos, especialista em Gestão de Resíduos Sólidos e fundador da Oceano Resíduos. Para quem está começando, ele deixa duas dicas: comprar uma composteira doméstica ou fazer o próprio vaso compostor. O primeiro método utiliza minhocas, e o segundo método utiliza matéria seca, mas Rafael garante que nenhuma das duas opções libera odor.

As duas técnicas transformam lixo em alimento ao invés de ter o mesmo resíduo liberando toxinas que prejudicam o meio ambiente em aterros sanitários.

 

 
Terça, 30 de Março de 2021 - 10:05

Você consome alimentos que melhoram a disposição ?

Você consome alimentos que melhoram a disposição ?

 

Cada vez mais os dias parecem curtos diante do aumento de tarefas. Isso intensificou ainda mais para as pessoas que estão fazendo home office. Muitas vezes, falta energia para deixar tudo em ordem e manter a alta performance no trabalho, nos estudos, e inclusive, na rotina de treino e de autocuidado importantes para o bem-estar da mente e do corpo.
 

A boa notícia é que uma alimentação estratégica é capaz de melhorar a disposição, acabar com o cansaço e até mesmo com o desânimo. A nutricionista Sthe Venturi da Fit Food, conta que existem alimentos que fornecem mais energia para o corpo, ao contrário de outros que geram fadiga e até mesmo bastante sono. "O alto consumo de açúcar e farinha branca com frequência, pode acarretar não só no aumento de peso, mas como também no rendimento", conta.
 

Então, o que comer para ter mais disposição? A nutricionista conta que o caminho é rever hábitos e escolhas alimentares, pois tudo o que é consumido impacta diretamente na performance do dia a dia. "As pessoas demonstram querer mais energia e disposição para fazer as atividades do dia, para praticar esportes ou para brincar com seus filhos", comenta Sthe.
 

Confira a lista de 7 alimentos recomendados pela nutricionista que vão fazer do corpo uma usina de energia:
 

1 - Folhas verdes: além de serem pouco calóricas, folhas verdes são ricas em ferro, cálcio, fibras, magnésio e vitaminas, como A e C. "Ajudam a prevenir a anemia, que é uma das principais causas de fadiga", diz Sthe. As folhas podem ser consumidas saladas, refogado quentinho ou até mesmo ser adicionadas em sucos. "Um exemplo é o suco verde normalmente feito com folhas de couve e frutas da preferência", sugere.
 

2 - Guaraná: é um poderoso estimulante natural, por ser fonte de cafeína. Ajuda a manter o estado de alerta, reduzir o esgotamento físico e melhorar a disposição. "É possível comprar a polpa ou até mesmo comprar o guaraná em pó e adicionar em sucos e vitaminas. Uma ótima pedida de ser incluído no café da manhã para começar o dia com tudo", recomenda.
 

3 - Açaí - A fruta açaí, o açaí puro é rico em carboidratos (que dão energia), antioxidantes (que retardam o envelhecimento) e gorduras insaturadas (benéficas para o coração), também se destaca por ser fonte de vitaminas C, B1 e B2. "Mas não vale o açaí que encontramos facilmente por aí - cheio de açúcar, xarope de glicose ou xarope de guaraná e por aí vai", alerta Sthe. Ela orienta comprar a polpa de açaí, ver se não contém açúcar no rótulo e bater com iogurte ou como um suco mesmo. É uma boa opção pela manhã, no meio da tarde ou até mesmo como um pré-treino.
 

4 - Oleaginosas - Nozes, amêndoas e castanhas são excelentes fontes de gorduras insaturadas, que fazem bem ao sistema cardiovascular, e minerais, como o selênio. "Auxiliam na redução do estresse, melhoram a memória e aumentam a sensação de energia e foco", conta a nutricionista. A recomendação é comer como lanchinhos intermediários ou até mesmo triturá-las e consumir como uma "farinha" por cima de frutas.
 

5 - Peixes - São ricos em ômega 3, como a sardinha, o arenque, o salmão e o atum. "O ômega 3 recebe este sufixo por ser formado por três ácidos graxos, as siglas são: EPA, DHA, e ALA. As substâncias que exercem as funções mais conhecidas do ômega-3 são o EPA e o DHA. O EPA apresenta ação anti-inflamatória, seus principais benefícios estão relacionados à saúde cardiovascular e problemas circulatórios. E o DHA é um ótimo combustível para o cérebro, então está associado mais a capacidades cognitiva e neuronal", explica. "Um preparo simples para o dia a dia é forrar uma fôrma com papel alumínio ou papel manteiga, colocar as postas de peixes com alguns legumes picados, adicionar ervas e azeite e prontinho! Fácil, fácil", ensina Sthe.
 

6 - Chá verde - Fonte de cafeína, a bebida é considerada termogênica, ou seja, ajuda a acelerar o metabolismo, contribuindo para a maior queima calórica, e aumentar a energia. "Esse chá é bastante indicado no processo de emagrecimento", revela. Pode tomar quente ou gelado e misturar com outras ervas para inovar no sabor.
 

7 - Gengibre - tem ação anti-inflamatória e antioxidantes. "A raiz melhora a digestão e auxilia no emagrecimento, pois ajuda a manter o metabolismo acelerado e fornece mais disposição", conta a nutricionista. O gengibre pode ser adicionado no preparo de sucos, chás e receitas.

Quinta, 18 de Março de 2021 - 18:05

O Brasil é líder mundial em procedimentos íntimos

O Brasil é líder mundial em procedimentos íntimos
 


Segundo dados divulgados em dezembro de 2020 pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS), o Brasil foi o país que mais realizou cirurgias estéticas no ano de 2019, o que corresponde a 13,1% do total realizado em todo o mundo. De acordo com a cirurgiã plástica Maiéve Corralo, diretora do Instituto Maiéve Corralo, o país é líder mundial em procedimentos íntimos realiza cerca de 21 mil cirurgias por ano. 

"O aumento da procura pela cirurgia íntima pode estar relacionado com o uso da depilação completa ou mais cavada, assim como a diminuição dos tabus e ao empoderamento feminino. Além do fato das pessoas estarem mais em casa, num ritmo menor e com isso passaram a dar mais atenção e a tentar resolver os problemas que na correria do dia a dia acabam deixando para depois", declara a médica. 

Para ajudar a entender sobre o procedimento que vem fazendo a cabeça da mulherada, a dra. Maiéve explica o que é, como funciona, e em quais casos é indicado a realização da cirurgia. 

O que é a ninfoplastia? 
É a cirurgia plástica da genitália feminina, que pode diminuir os pequenos lábios, o prepúcio do clitóris ou o próprio clitóris, pode diminuir os grandes lábios vaginais e o monte pubiano com lipoaspiração ou pode preencher os grandes lábios com gordura, ácido hialurônico ou hidroxiapatita para trazer um aspecto mais jovem e com turgor. 

Quem pode fazer, quando há indicação? 
Mulheres a partir dos 18 anos. A indicação existe quando a estética genital incomoda a mulher ou quando os pequenos lábios hipertrofiamos passam a machucar na atividade física, ao contato com a calcinha ou durante o ato sexual. 

Como é o procedimento? Precisa de internação? Qual tipo de anestesia? 
O procedimento pode ser realizado em ambiente ambulatorial, sem internação, sob anestesia local (tópica + injetável). Podemos fazer a cirurgia clássica com uso de pontos absorvíveis ou com uso de laser de co2, sem pontos, com recuperação mais rápida, esta última é a minha preferência. 

Existe alguma contraindicação? 
Doenças clínicas graves que contraindiquem procedimentos cirúrgicos, mas como é um procedimento de pequeno porte quase não existe contraindicação. 

Como se dá o processo de recuperação? 
Nos primeiros dois dias pós-operatórios a paciente sente queimação no local e por isto aconselha-se o uso de compressas geladas que além de melhorarem a ardência, diminuem o edema (inchaço) e diminuem o sangramento. É comum a queixa de queimação ao urinar que se resolve com o uso de pomada hidratante imediatamente antes de urinar. Usualmente com 15-20 dias a ferida já está cicatrizada, mas o inchaço pode levar cerca 3-4 meses para regredir completamente. 

Em quanto tempo após a cirurgia é possível voltar a vida sexual? 
Usualmente após 15-20 dias, dependendo da completa cicatrização da ferida. 

Há perda da sensibilidade após o procedimento? 
Perda de sensibilidade não é uma queixa frequente, tendo em vista o fato de que a cirurgia não atinge a inervação clitoriana, mas alterações transitórias de sensibilidade no corte cirúrgico podem acontecer e costumam se resolver em cerca de 3-4 meses quando ocorrem. 

Há uma faixa etária mais comum entre essas mulheres que buscam o procedimento e quais as principais causas?
Na minha clínica a procura maior é nas mulheres na faixa entre os 30 e 50 anos, mas notamos um aumento da procura por mulheres mais jovens. As principais causas são principalmente o aumento dos pequenos lábios, seguida por plástica do prepúcio do clitóris e lipoaspiração do púbis com enxertia nos grandes lábios. Pacientes atletas ou que perderam muito peso procuram preenchimento dos grandes lábios com ácido hialurônico. 
 

Personal trainer baiana inova com lançamento de desafios para incentivar a prática de exercícios

Cada vez mais as pessoas estão em busca de saúde e qualidade de vida, principalmente neste momento quando é preciso fortalecer o sistema imunológico contra o corona vírus. Como alternativa diversos professores de educação física estão inovando, não é difícil encontrar aulas on line gratuitas. A Personal Trainer Catarina Urpia,  por exemplo, vem desenvolvendo um formato de atividade com um grupo virtual, além das aulas que disponibiliza no instagram dela @personalcatarinaurpia, ela insere pequenos treinos gravados e diversas dicas diariamente no grupo Desafio do whats app.

“Meus alunos complementam as aulas com o formato digital e vem dando certo. Recentemente lancei desafios pelo whats app, quem emagrecer mais, perder maior percentual de gordura e ganhar mais massa magra num período determinado é o campeão e camepeã do desafio”, explicou Catarina. Neste último desafio de fevereiro, foram 28 dias de atividades e dicas com uma nutricionista parceira. O vencedor foi o empreendedor digital Cláudio Araújo que perdeu mais de 4kg e 10% de gordura. Já a vencedora foi Andreia Gomes ela conseguiu perder quase 2kg e ganhou quase 2% de massa magra, um super exemplo e influência para os outros participantes.

Catarina explica que antes do desafio começar ela realiza o teste de biopendância que é super rápido e muito detalhado e o resultado é encaminhado para o aluno, quando o desafio termina novo teste é realizado e daí ela consegue avaliar quem são  os vencedores. “Este formato de competição estimula e motiva a prática de atividades físicas diversas e a alimentação saudável, já que contamos no grupo, também, com uma nutricionista e sempre dou dicas de comidinhas saudáveis e low carb”, disse ela. Diversas marcas entre elas o BN Mulher apoiaram o “Desafio” e os vencedores além de saírem mais saudáveis e magros também ganham prêmios.

Neste último desafio marcas como: @bahianoticiasmulher, @_inteligir_, @madamefogao, @beleza_power, @felipeleaos_personalfight, @biquinidaybyday, @esteticmel, @pedidos_fitfood, @marianaparanhosoficial, @cucaalimentos, @_jujumodafitness, @laicmello, @viver.natura, @saboresda.lili, @coachmyllarego, @araujo.2304 apoiaram a @personalcatarinaurpia.

Quer participar do próximo desafio? Manda um direct para ela!

Segunda, 01 de Março de 2021 - 08:05

Dicas para aplicar Feng Shui em casa 

 Dicas para aplicar Feng Shui em casa 


A pandemia fez com que os brasileiros passassem mais tempo em casa por conta do trabalho e estudo remoto, bem como por causa da reclusão. Sem a correria, as pessoas perceberam como seus lares interferem no seu bem-estar e para tornar os ambientes mais confortáveis e agradáveis, uma solução é investir em uma repaginada na decoração e se aprofundar no Feng Shui, técnica chinesa milenar de harmonização dos espaços. Para ajudar aqueles que querem equilibrar a energia da casa, a Karis Brito, consultora holística de organização e interiores em São Paulo cadastrada no Get Ninjas, selecionou quatro dicas sobre a aplicação do Feng Shui. 

O que é 

Primeiramente, Karis esclarece que Feng Shui não tem nenhuma ligação com religião. Trata-se de uma técnica chinesa milenar de harmonização dos espaços. Com o Feng Shui é possível identificar padrões vibratórios de energia de um determinado local - através da leitura da planta baixa e da observação - e harmonizar seus espaços garantindo bem-estar e equilíbrio mental e espiritual para os moradores do imóvel. 

Benefícios 


"A nossa casa é como a nossa alma, reflete nossa essência e nosso estado de espírito!", explica a consultora. Sendo assim, ao harmonizar a energia do lar com o Feng Shui, os moradores podem ter inúmeros benefícios, tais como: ter mais saúde, melhorar a carreira, obter prosperidade, ter mais criatividade e concentração, solucionar problemas de relacionamento, conquistar realização pessoal, aumentar o foco e cultivar o otimismo. Entretanto, o primeiro passo para conquistar tais benefícios é depositar intenção e confiança ao seguir o Feng Shui. 

Home Office 

"No home office é importante que a mesa esteja posicionada de uma forma em que a pessoa sentada veja quem está entrando no local; é o que chamamos de posição de comando. Precisamos estar na posição de comando para que nossa vida flua e a gente consiga tomar as rédeas da vida. Porém é preciso evitar que o móvel fique de costas para a janela, pois essa é uma posição desfavorável para o sucesso. Outra posição que deve ser evitada é a de manter a mesa de frente para a porta de entrada, pois dessa forma, há muito desgaste de energia e a pessoa pode se sentir cansada e ter falta de foco e ânimo para trabalhar", aconselha Karis. 

O que evitar 


Há algumas arrumações e organizações de móveis que devem ser evitadas e que são fáceis de reproduzir na casa, tais como: posicionar o sofá de costas para a porta de entrada ou posicionar sofá, cama, mesa de costas para a janela. Segundo o Feng Shui, a cozinha e o fogão simbolizam prosperidade, e por isso, é preferível manter o espaço sempre limpo e evitar usar apenas uma das bocas do eletrodoméstico. 

 

Tendência nos EUA, boutiques de condicionamento físico começam a chegar no Brasil


O ano de 2020 se mostrou desafiador tanto na vida pessoal quanto na vida profissional. A crise econômica e as altas taxas de desemprego fizeram com que a procura por franquias aumentasse e o modelo de negócios puxou a retomada econômica. O setor de saúde, beleza e bem estar cresceu quase 9,9% no 3º trimestre de 2020 em relação ao mesmo período em 2019, segundo a Associação Brasileira de Franchising. 

Dentro desse cenário, o investimento em franquias de academias se mostra vantajoso em relação a outros negócios. O formato de franquia não é o único motivo para se investir em academias. Levantamento da International Health Racquet and Sportsclub Association (IHRSA), mostra que o número de membros de academias aumentou em toda América Latina. Com destaque para o Brasil que pulou de 5,5 milhões de pessoas em 2010 para 9,6 milhões em 2016. 

Em porcentagem, o País tinha 2,7% da população matriculada em alguma academia e em 2016 passou a ter 4,6%. Apesar do crescimento, o Brasil está atrás de países como: Canadá, Espanha e Argentina. Dentro do mercado de academias dois formatos se destacam: academias low cost e academias Boutiques. As academias de baixo custo fizeram sucesso no Brasil e entre os anos de 2014 e 2019,o crescimento foi de 10%. Já as academias boutique tiveram um "boom" no mercado norte-americano e em dois anos (2012 e 2014) cresceu 400%. Sendo responsável por 42% do faturamento do mercado fitness nos EUA. 

Com experiência nesse ramo, Fernando Nero buscou tendências da Europa e nos EUA para lançar o seu novo portfólio de academias. "O momento é perfeito para franquias Fitness, que em torno dessas oportunidades de mudança de comportamento do consumidor oferecem um serviço segmentado e com alto grau de retenção. Esses tipos de operações são a verdadeira aposta de impulsionamento do setor da próxima década" defende o empresário. 

Malha todos os dias e não vê resultados? Explicação pode estar na alimentação!

 

Ter mais energia, melhorar ganho de massa muscular e emagrecer são 3 objetivos comuns entre as pessoas que fazem atividades físicas. No entanto, uma dúvida recorrente é qual alimento ingerir antes e depois do treino para obter melhores resultados. De acordo com a expert em emagrecimento, Edivana Poltronieri, a alimentação pré-treino é importante para dar força e energia ao corpo para a prática dos exercícios, já a alimentação pós-treino ajuda o corpo a recuperar a energia gasta, mas sem comprometer a performance do organismo na perda de calorias. Com os objetivos de cada etapa da alimentação definidos, Poltronieri dá dicas de como selecionar os alimentos antes e após os exercícios. 

PRÉ-TREINO: Alimente-se no tempo certo!

Não basta escolher o grupo certo de alimentos, mas fazer a ingestão no momento adequado para o organismo ter tempo de absorver os nutrientes e gerar a energia necessária para a prática dos exercícios. “O importante é deixar um espaço de até 2h entre a refeição e o treino porque isso evita dores no estômago e enjoos durante as atividades físicas”, orienta.

 

PRÉ E PÓS TREINO: Hidratação full time

Mais importante do que a alimentação adequada, é se hidratar bem. “Durante o treino é normal criar esse hábito, mas ele é importante também é importante antes. No pré-treino, o ideal é beber cerca de 1 copo de água a cada 15 minutos até o momento da atividade física. Ao terminar, indico a ingestão de até 3 copos de água”, explica Poltronieri.

 

PRÉ-TREINO: O que comer?  

As principais fontes de combustível do corpo são gordura corporal e carboidratos. Antes do exercício, Edivana orienta investir em carboidratos do bem, além de proteínas e gorduras boas. Dentro desse grupo de alimentos, a expert dá algumas sugestões: pasta de amendoim, geleia de fruta natural com pão integral, omelete com salada, mingau de aveia com banana e lascas de amêndoas ou ovos com torrada. Lembrando que, o ideal é que a alimentação seja, no mínimo, até 2 horas antes do treino! 

Se não o exercício for em até 1 hora, a dica é investir em outros grupos de alimentos, como iogurte natural, frutas ou batata doce. Outra dica é o uso de suplementos, com acompanhamento e liberação de um nutricionista, pois eles melhoram o desempenho, aumentam a massa magra corporal e diminuem a fadiga.

 

PÓS-TREINO: O que comer?

Depois de treinar, Edivana Poltronieri indica alimentos de fácil digestão a fim de aumentar a absorção de nutrientes, como pudim de chia com leite vegetal ou iogurte natural, maçã, quinoa, ovos, salmão, smoothie de frutas e wrap de peito de peru com folhas.

Sexta, 29 de Janeiro de 2021 - 08:05

“A Bahia é pioneira no Brasil em tecnologia de implante hormonal” 

por Iga Bastianelli

“A Bahia é pioneira no Brasil em tecnologia de implante hormonal” 



Defensora da Terapia de Reposição Hormonal, a médica ginecologista Dra Marisabel Boere estudou medicina na UFBa, mas toda sua especialização foi no Rio de Janeiro: fez residência no Instituto da Mulher da Fundação Oswaldo Cruz, pós-graduação na Santa Casa de Misericórdia e Especialização em endoscopia ginecológica, na UFRJ. Ela chefiou o centro obstétrico da Maternidade Leila Diniz, primeira maternidade a ser concebida com propósito de parto humanizado, também no RJ.

Quando retornou para a Bahia, em 2003, trabalhou como professora substituta na UFBa e acompanhou durante alguns anos, aquele que havia sido seu professor: Dr Elsimar Coutinho. Foi assim que conheceu o mundo dos implantes hormonais e se encantou com esse via de tratamento. Atualmente é medica do CICAN, hospital estadual referência no tratamento de câncer na Bahia, e também atende em sua própria clínica , onde se valendo da tecnologia dos implantes hormonais, oferece a suas clientes um tratamento eficiente, por uma via cômoda, prática e segura.

De acordo com Dra.Marisabel, sono, alimentação, atividade física, controle do estress e modulação hormonal são considerados pilares de uma longevidade saudável. Por isso acredita que quanto menos você fizer seu corpo sofrer com a deficiência hormonal, mais a paciente vai desacelerar seu envelhecimento e melhor qualidade de vida terá.
A médica disse acredita que quanto mais se falar sobre o tema, mais tabus são quebrados. “É absolutamente segura a reposição que a gente faz atualmente utilizando os hormônios chamados bioidênticos”. Essas substâncias, embora sejam sintetizados em laboratórios, são moléculas iguais às que o nosso ovário fabrica: estradiol, testosterona e progesterona. 

A médica destaca que a Bahia é a pioneira no Brasil no que há de mais moderno em tecnologia dos implantes hormonais, nosso estado é vanguardista neste assunto graças ao Dr Elsimar que desenvolveu esta tecnologia aqui no Bahia há mais de 30 anos. “Os implantes hormonais são inseridos na região da nádega, sob anestesia local e podem durar de 6 a 12 meses. O Brasil está a frente de outros países do mundo em relação aos implantes hormonais, não existe outro país com maior expertise dessa tecnologia. Segundo a médica, nos EUA a reposição hormonal já é bem aceita, mas lá, o uso dos implantes ainda é bem reduzido e a reposição hormonal quando prescrita é feita de forma extremamente complicada: cheio de cremes e óvulos para passar e tomar em diversas horas do dia. “Já na Europa, nem isso! Praticamente não fazem a terapia hormonal. Por esse motivo, cada vez mais tenho atendido brasileiras que vivem em diversos países da Europa e também dos EUA, que vêm nos implantes uma forma mais segura e prática de fazerem sua reposição hormonal”, explicou ela. 


Essas mulheres aproveitam a vinda regular ao Brasil para colocarem seus implantes. A reposição feita por via oral, tem o inconveniente de passar pelo fígado e o estrogênio pode alterar fatores de coagulação; coisa que não acontece com a técnica do implante. Além de poupar a passagem hepática, essa técnica tem a vantagem de não depender da disciplina da mulher, já que ela não corre o risco de esquecer de usar ou até não levar nas viagens. O implante libera  todos os dias a quantidade de hormônio correta, de uma forma que se assemelha a função ovariana, com uma tecnologia extraordinária, explicou a médica.

São inúmeros os benefícios da terapia hormonal para a qualidade de vida da mulher:
- Proteção da massa óssea, prevenindo a osteoporose.
-  Melhora das dores articulares comum no climatério .
-  Prevenção do Alzheimer 
-  Diminui a incidência de depressão.
-  Diminui em 20% o risco de desenvolver o diabetes tipo II 
-  Diminui a resistência periférica a insulina com melhora do controle da glicemia .
-  Diminui a circunferência abdominal e o nível de gordura corporal.
-  Diminuição nos níveis do colesterol total e do colesterol ruim. Melhora nos níveis do colesterol bom.
-  Melhor controle da hipertensão e proteção cardiovascular. 
-  Melhora o ressecamento vaginal.
-  Melhora a vascularização genital e a resposta aos estímulos sexuais. 
-  Melhora da Incontinência urinária de esforço e da incontinência por urgência.
-  Diminui a incidência das infecções urinária de repetição. 
-  Manutenção da espessura da derme e da epiderme, com preservação da camada de colágeno e elastina. Garantindo e preservando a hidratação da pele.
-  Diminui a incidência de câncer colorretal

De acordo com a médica, o uso de hormônios é muito específico e individual, por esse motivo, há uma fórmula específica para mulher. Há que se considerar a idade, o peso, as necessidades e as comorbidades que cada uma apresenta. Via de regra o próprio organismo sinaliza que os ovários já não estão funcionando adequadamente. Isso pode se manifestar por diversas formas: irregularidade menstrual, ondas de calor, ressecamento vaginal, baixa libido, alterações sono ou quando a mulher acorda cansada e desanimada, sem coragem para fazer as coisas habituais. Estes são apenas alguns exemplos dos sintomas que caracterizam que já está na hora de procurar uma avaliação hormonal e  dar maior atenção a essa questão.

 

Mas Dra. Marisabel Boere chama atenção que algumas mulheres fazem parte de grupos que não podem fazer a Reposição Homonal, são elas: mulheres diagnosticadas com câncer de mama, câncer de endométrio, com sangramento genital de natureza ainda desconhecida, pacientes com doença hepática grave, doenças coronarianas, com demência, com doença hematológica do tipo porfiria e mulheres com com alto risco de trombose: obesa, sedentária, hipertensa e diabéticas.

“Observo na minha prática diária que mulheres que fazem reposição hormonal são nitidamente mais dispostas, mais joviais, tem circunferência abdominal menor, avalio que são mais cuidadas e zelosas com a saúde e com seu exames de rotina”. A médica afirma não ver nenhuma desvantagem quanto ao uso de hormônios, apenas deve ser respeitado o grupo de mulheres que, de fato, tem contra indicação e não pode fazer a terapia de reposição hormonal e que o manuseio dessa reposição é mais fácil para os médicos ginecologistas pois possuem maior intimidade com útero, sangramentos genitais e outras questões do universo feminino pois são especializados no assunto. Dra. Marisabel completa esse ano, 30 anos de formada.

 

Acompanhe Dra Marisabel pelo Instagram @dramarisabelboere

Segunda, 25 de Janeiro de 2021 - 11:05

Maquiagem uma aliada para mulher madura

Maquiagem uma aliada para mulher madura


 

A Maquiagem é uma grande aliada no momento de esconder imperfeições e alguns sinais que surgem com a idade. As mulheres são mestras na arte de envelhecer com elegância, mas mesmo com procedimentos estéticos, cremes anti sinais e vários outros aliados que retardam esse processo, é preciso tomar um certo cuidado quando seguimos tendência de algum tutorial de maquiagem que acabam desfavorecendo a aparência da pele. 

A maquiadora profissional Jéssica Bittencourt listou alguns dos erros mais comuns que envelhecem o rosto das mulheres. 

Excesso de Base 

É um verdadeiro equívoco achar que aplicar muita base no rosto pode ajudar a esconder imperfeições na pele. Com o passar do tempo o produto aplicado em excesso evidencia as linhas de expressão, poros dilatados e pode até criar marcas que você não tem naturalmente. Simples expressões como sorrir, por exemplo, podem fazer a base abrir e formar um "bigode chinês" profundo e nada favorável. Bases de textura líquida e bem fluída não tem esse problema. 

Pó de alta cobertura 

Um dos produtos mais populares na maquiagem, que aplicado em todo o rosto pode deixar a pele com aspecto ressecado ao invés de aveludado. Para que isso não aconteça, utilize pó solto ou compacto de textura fina, que de preferência não adicione cor. Mas cuidados com os que têm sílica na composição, pois esses estouram nas fotos à noite, deixando aquele aspecto fantasma. 

Blush aplicado no lugar errado 

Em diversos lugares é possível aprender que você deve sorrir e aplicar o blush na parte que saltar das maçãs do rosto, não é mesmo? Pois isso está totalmente errado! Para cada formato de rosto o blush exige um local correto de aplicação, mas num modo geral, aplicar o blush dessa forma faz com que quando você não estiver mais sorrindo, a posição dele desça e você garante um aspecto de bochechas "derretidas". Um dica pra melhorar é aplicar o blush em cima do osso zigomático, limitando-se a região que vai das têmporas ao centro da bochecha. 

Sobre Jéssica Bittencourt 
Jessica Bittencourt deixou a carreira na área de Recursos Humanos para atuar como maquiadora há quase quatro anos. Para quem segue a maquiadora no Instagram - onde ela dá várias dicas e tutoriais de make - sabe que ela tem um estilo próprio de maquiar. 

Histórico de Conteúdo