Óculos de sol feitos com resíduos de plástico do oceano 

 

O Grupo Safilo, líder mundial em design, fabricação e distribuição de óculos, anuncia o primeiro produto de plástico reciclado feito especialmente para The Ocean Cleanup, organização ambiental holandesa sem fins lucrativos que desenvolve tecnologias avançadas para extrair poluição de plástico dos oceanos. 

Os óculos de sol da The Ocean Cleanup são fabricados com plástico injetado proveniente da Grande Porção de Lixo do Pacífico (Great Pacific Garbage Patch - GPGP), utilizando um processo inovador de upcycling capaz de incluir tipos de plástico que tradicionalmente eram mais difíceis de reciclar, transformando-os em um material de alta qualidade e seguro . 

Disponível em edição limitada, cada par de óculos de sol carregará um QR code exclusivo que conecta diretamente o usuário às informações básicas sobre o produto, o projeto e o local específico de onde a poluição do plástico marinho foi removida. Estima-se que cada par de óculos de sol permita a limpeza de um equivalente a 24 campos de futebol do GPGP e quando cada par do primeiro lote for reivindicado, isso equivalerá a aproximadamente 500.000 campos de futebol de limpeza no GPGP. Os óculos de sol estarão disponíveis exclusivamente no site The Ocean Cleanup, e 100% da receita irá para a continuação da missão de limpeza. 

"Estou muito orgulhoso deste novo projeto que desenvolvemos em conjunto com The Ocean Cleanup", comentou Angelo Trocchia, CEO do Grupo Safilo. "Há mais de um ano, Boyan nos ligou e explicou o projeto que tinha em mente, e nos sentimos honrados por fazer parte dessa missão de dar uma segunda vida ao plástico coletado do oceano. Nossa equipe de design trabalhou duro para combinar nossa longa história de fabricação de óculos com inovações de materiais para garantir a alta qualidade, design e exclusividade deste produto final. Nosso investimento no uso de materiais reciclados está alinhado com nossos esforços contínuos para promover um negócio responsável e é parte do compromisso da Safilo com as Pessoas, Produto e Planeta". 

"Estamos felizes por unir forças com a Safilo, uma das maiores empresas globais de óculos, para a criação de nosso primeiro produto feito com o lixo que coletamos na Grande Mancha de Lixo do Pacífico. É importante que façamos parceria com marcas confiáveis, então, estou feliz em vê-los em nossa lista de parceiros mais valiosos ", disse Boyan Slat, fundador e CEO da The Ocean Cleanup. "A parceria com a Safilo foi crucial para transformar o plástico que retiramos do oceano em produtos úteis e duráveis: esses lindos óculos de sol. Os lucros deste produto ajudarão a financiar nossa missão e esperamos que sirvam como outra forma de aumentar a consciência global da necessidade urgente de remover o plástico de nossos ecossistemas aquáticos. " 

 Agorafobia: vida pós confinamento gera nova onda de ansiedade 
 

Que a pandemia instaurada pelo coronavirus potencializaria os níveis de ansiedade da população não era novidade mas à medida que a quarentena passa a sofrer um relaxamento em vários locais do país, estamos tendo cada vez mais relatos de um novo tipo de ansiedade: a ansiedade pós-quarentena. Esta ansiedade se caracteriza pelo medo ou a preocupação de retornar à vida normal e deixar o confinamento e varia desde a preocupação de estar em espaços públicos até o medo de sair de casa em geral. 
 

Como será a vida após a quarentena? Como vou me adaptar? Será que estamos seguros? Estas questões e receios são totalmente normais. O grande problema é quando este sentimento começa a interferir em sua vida cotidiana desencadeando crises de ansiedade. 
 

Para explicar melhor como identificar a ansiedade pós-quarentena e como superá-la, conversamos com Guilherme Alves, hipnoterapeuta que vêm auxiliando várias pessoas neste período. 
 

O que é a ansiedade pós-quarentena? 
 

A ansiedade pós-quarentena foi um tema discutido pela Anxiety UK, entidade filantrópica britânica estuda o distúrbio, descrevendo a ansiedade em questão como uma preocupação em relação à vida tendo em vista que as regras de quarentena foram facilitadas. 
 

Embora muitas pessoas tenham sido incomodadas pelo confinamento, é da natureza dos humanos se adaptar e se ajustar. Uma vez que nos ajustamos ao modo de vida restrito, alguns podem sentir ansiedade quanto a como será a vida quando não houver mais bloqueios. Uma vez que existem muitas possibilidades desconhecidas, pode fazer com que as pessoas se preocupem e entrem nas crises de ansiedade ao cogitar um futuro não satisfatório. 
 

Como você sabe quando está sentindo ansiedade ? 
 

Alguns dos principais sinais a serem observados incluem: pensamentos recorrentes ou preocupações sobre o futuro, sentir-se inseguro ou tenso, problemas para dormir, compulsão por notícias sobre o virus e regras da quarentena e até mesmo possível ataques de pânico. 
 

A ansiedade de retornar ao mundo exterior pode ser benéfica? 
 

Um pouco de medo e ansiedade é útil porque nos impede de ser imprudentes e irresponsáveis. Ter uma ansiedade saudável pode estimular o distanciamento social, por exemplo, mas o excesso de ansiedade pode causar problemas de saúde mental e levar a estratégias de enfrentamento nocivas como bebidas, drogas, automedicação e excesso de alimentação. Como a ansiedade é um sentimento desagradável, muitas pessoas recorrerem a estes recursos visando alterar seu estado emocional. 
 

Temos que entender que toda cautela em exagero é prejudicial e, neste caso, pode causar agorafobia, o medo de sair de casa transformando a vida em confinamento no novo modo de vida normal. 
 

Como evitar e tratar esta ansiedade? 
 

Tire um dia de cada vez e tente não pensar sobre como será a vida daqui para frente. Deixe ela acontecer e ir te mostrando como as coisas serão. Concentre-se apenas no hoje. Técnicas como a meditação e o mindfulness são extremamente úteis para levar a sua atenção para este momento presente. 
 

Aceite que existem coisas que você não pode controlar e muitas que você pode; você não pode controlar o vírus mas pode controlar quantas notícias você consome e quanto tempo dedica para pensar sobre uma vida pós-quarentena. 
 

Concentre-se em estratégias positivas de enfrentamento, como exercícios, caminhar ao ar livre e tomar ar fresco. Tente evitar hábitos nocivos como o tabagismo e o alcoolismo. 

Terça, 27 de Outubro de 2020 - 07:05

Cosméticos X Dermocosméticos: Entenda a diferença

Cosméticos X Dermocosméticos: Entenda a diferença

 

Engana-se quem pensa que cosméticos e dermocosméticos atuam da mesma forma na pele. Cada um deles age em um determinado nível da cútis e proporcionam resultados diferentes. A dermatologista especialista em cosmiatria e parceira Belliz, Luciana Garbelini, aponta as principais diferenças entre cosméticos e dermocosméticos. Confira!

COSMÉTICOS

·O que são?

“Cosméticos são produtos com ação imediata, mas temporária. Eles são capazes de alterar a aparência da pele apenas durante o período em que são aplicados. É o caso das maquiagens, por exemplo, que embelezam e escondem instantaneamente olheiras e linhas de expressão, mas não proporcionam tratamento para a cútis”, esclarece Garbelini.

Além disso, a especialista explica que os componentes presentes na formulação de cosméticos não precisam de comprovação cientifica. “Isso significa que não existe uma obrigatoriedade em fazer testes que comprovem a eficácia do produto, mas a grande maioria das empresas realizam análises para segurança do consumidor”, pontua.

·Benefícios

“Cosméticos podem limpar, perfumar e proteger a pele enquanto estiverem sobre ela. Ou seja, se uma pessoa apresenta manchas no rosto e utiliza um corretivo para disfarçar o problema, a pele ficará uniforme até a remoção do produto. Depois disso, as manchas continuarão presentes”, explica a parceria Belliz.

DERMOCOSMÉTICOS

·O que são?

“Os dermocosméticos são produtos que têm em sua formulação ativos farmacológicos, tendo como principal finalidade tratar a saúde da pele e não apenas neutralizar imperfeições. Nessa classe estão os cremes, máscaras faciais e séruns, por exemplo”, comenta Garbelini. Diferentemente dos cosméticos, esses produtos precisam passar por uma série de testes dermatológicos e pesquisas rigorosas que comprovam cientificamente os efeitos e segurança de suas formulações antes de chegarem ao mercado.

·Benefícios

“Por contarem com ativos que penetram na pele e atuam nas camadas mais profundas, os dermocosméticos trazem benefícios em diferentes tratamentos dermatológicos, como redução de olheiras e oleosidade excessiva, clareamento de manchas, redução de poros, firmeza da pele, melhorando sua elasticidade, e também são eficazes na hidratação da cútis, tratando ou eliminando problemas pontuais a longo prazo.”

 

QUAL DELES USAR?

De acordo com a dermatologista parceira Belliz, não é necessário escolher entre um e outro, já que cada um deles é apropriado para uma finalidade específica. Caso seja necessário recorrer ao efeito imediato, para um evento, por exemplo, vale optar pelos cosméticos. Se o desejo for tratar a pele de maneira mais profunda e eficaz, a melhor alternativa são os dermocosméticos.

Domingo, 25 de Outubro de 2020 - 07:05

“Rain - Invente-se”: empresária baiana inaugura primeira franquia

por Iga Bastianelli

“Rain - Invente-se”: empresária baiana inaugura primeira franquia

 

“Rain - Invente-se”! A palavra “Rain” em inglês significa chuva e por acreditar que depois da tempestade vem a bonança, o tema escolhido é um convite para que todos tenham coragem e fé neste momento tão diferente. E é Nesta “vibe” de se reinventar com a fusão do físico com o digital que a marca baiana Paula Frank vai inaugurar na próxima semana a primeira franquia da loja na Alameda das Grifes do Shopping da Bahia. Na quinta feira 29.10, cerca de 22 influencers irão transmitir em tempo real, pelas redes sociais, o evento em formato “petit comité”, mas que promete ser super badalado e com grande audiência on line. Será possível acompanhar, também, tudo pelo instagram da própria loja.

Embalados numa poderosa trilha sonora do violinista Filipe Evans o clima será de superação e muita energia positiva. “Vai chover alegria e muita disposição para todos nós da equipe Paula Frank que estamos empenhados em arregaçar as mangas e mostrar que podemos gerar empregos e contribuir com a economia do nosso estado. Só para a nova franquia realizamos 10 contratações”, revelou a empresária.

 

A marca Paula Frank tem 19 anos atuando no varejo de Salvador, no segmento de luxo acessível, atualmente tem uma loja consolidada no Shopping Barra. A expectativa é grande em torno do evento de inauguração da primeira franquia da marca que seguirá todos os protocolos de segurança.  A ação será “faseada” para evitar aglomerações, num primeiro momento às 14h serão feitas algumas homenagens surpresas, em seguida as influencers convidadas poderão transmitir o evento e todos detalhes da nova loja e por fim a loja receberá as clientes para um brind Chandon.

Além das bolsas de luxo de marcas do mundo inteiro como: Chanel, Gucci, Coach, Louis Vuitton, Prada, Botega Veneta, Fendi, Miu Miu, entre tantas outras, as clientes poderão conferir uma criação inédita do disputado joalheiro Carlinhos Rodeiro: uma pulseira exclusiva que será comercializada na loja. A empresária Paula Frank lançará ainda em Collab com a marca Maison Saad uma coleção de bolsas da própria marca e ainda será apresentada uma coleção cápsula de roupas.

 

Segundo a empresária Paula Frank, com larga experiência no varejo no segmento de luxo acessível, a decisão de abrir a nova loja veio de um convite feito pela administração do Shopping. “Existe oportunidade na crise e fiquei muito orgulhosa de ter minha marca neste shopping tradicional da Bahia que eu acredito muito”, revelou Paula.

Há quase 3 meses em obra, o espaço tem o projeto assinado pela decoradora Nathália Velame. “Será uma loja de 80m2 bem diferente do habitual, aconchegante para receber os clientes como eles merecem”, disse Paula.

Quinta, 22 de Outubro de 2020 - 17:05

Coleção "Bahia de Todos os Santos"

Coleção

Genuinamente baiana, a Thereza Priore mergulhou no universo da fé e da proteção – tão necessárias em momentos adversos – para criar a coleção “Bahia de Todos os Santos”, que está nas araras e vitrine da loja, na Bahia Marina, em Salvador, que está funcionando respeitando todos os protocolos de saúde e segurança.

“O momento pede para ressignificar códigos da nossa conduta, pede para olharmos com carinho para o nosso sagrado particular, exercitando nossas crenças e tendo a certeza de que o céu mora dentro de cada um de nós”, diz Adriana Régis, empresária que comanda a marca feminina.

A coleção também destaca estampas e criações com imagens sagradas de Santos que têm relação direta com a cultura e os costumes dos baianos, como Santo Antônio, Santa Dulce dos Pobres e Santa Bárbara, sempre festejados, além de outros elementos de proteção que transcendem a religiosidade.

O handmade, presente nos bordados e tramas de crochê que dão exclusividade a cada peça, se unem mais uma vez ao mix de prints para reforçar o DNA feliz e atemporal da marca.

Conheça 3 atitudes para ganhar destaque no mercado empresarial
 

 

Segundo pesquisa intitulada "Sem atalhos: transformando o discurso em ações efetivas para promover a liderança feminina", lançada a partir de uma parceria entre LinkedIn e Bain & Company, as mulheres representam apenas 3% dos cargos de presidência das 250 maiores empresas nacionais. Apesar disso, os dados coletados também mostram que elas ainda são mais da metade dos estudantes em universidades - porcentagem que se mantém semelhante entre a população ocupada com nível superior. 
 

Diante deste curioso, contraditório e preocupante cenário, torna-se possível afirmar que Daniela Verdugo, sócia-fundadora e Headhunter na THE Consulting, é uma das exceções à regra. A empresária, que se lançou no meio empreendedor em 2015 e chegou a usar sua própria casa como escritório, lista três dicas essenciais para quem deseja galgar espaços no mercado e nas organizações. 
 

Invista na formação acadêmica 
 

É como dizem por aí: conhecimento nunca é demais. Ainda que os números pareçam desanimadores, vale se dedicar a cursos nas áreas em que se deseja atuar. "Formação acadêmica, especializações e certificações são itens indispensáveis para quem busca pelo desenvolvimento profissional. Quem quer sair na frente, deve ter foco em aprimorar suas habilidades e superar suas fraquezas", afirma Daniela. 
 

Atualize-se, sempre 
 

Profissionais atentas às tendências do mercado são objeto de desejo para toda e qualquer empresa que possua metas audaciosas de crescimento. "É preciso acompanhar de perto as mudanças e novidades. Deve-se estar antenada em tudo o que acontece, tanto âmbito nacional, quanto internacional. Uma ferramenta interessante, atualmente, são os webinários, que encurtam distâncias transmitindo o mesmo conhecimento de encontros presenciais", declara a empresária. 
 

Apoie outras mulheres 
 

Indique, contrate e profissionalize mulheres. "Hoje em dia, inclusão e empatia são palavras-chave para empresas que querem se destacar no mercado. É importante oferecer oportunidades de desenvolvimento para boas profissionais, afinal, valorizar seu público interno é tão importante quanto pensar nas necessidades de seu público externo", ressalta ela. "O ideal é que os cargos de liderança na companhia também tenham representatividade em diversidade, uma vez que isso serve como motivação extra para o time de base querer fazer carreira no local", conclui Daniela. 
 

Outubro Rosa: telemedicina é alternativa acessível para diagnóstico inicial 

 

Em fevereiro o INCA (Instituto Nacional de Câncer) divulgou dados com estimativa sobre o avanço do câncer no Brasil, e a previsão é de que o país terá 625 mil novos casos a cada ano do triênio 2020-2022. Desses, 29,7% tem como diagnóstico o câncer de mama em mulheres, o que traz a importância de debater o tema em um ano de pandemia. 
 

Com a pandemia causada pelo novo coronavírus 327 mil pessoas perderam o convênio médico, de acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), e muitas pessoas passaram a evitar idas aos hospitais. 

Empresas inovadoras na área de saúde têm oferecido alternativas para a população trazendo algumas facilidades e vantagens. Até porque, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, calcula-se que 1,5 milhão de mortes anuais por câncer poderiam ser evitadas, caso tivessem tomado medidas adequadas. 
 

Entre os novos tipos de atendimento, Juliana Freitas, cofundadora da Vai Bem, explica que a Vai Bem é uma empresa com orientação de saúde por telemedicina, com mais de 500 atendimentos entre abril e setembro, onde o cliente liga para a orientação via telefone ou chamada de vídeo, e o seu problema é solucionado ou ele é direcionado à especialidade mais indicada. 
 

"A Telemedicina acabou se tornando uma opção para as pessoas continuarem tendo acesso à saúde, realizando o seu acompanhamento médico, seja por telefone ou chamada de vídeo", afirma José Neto, cofundador da Vai Bem. A empresa realizou 375 atendimentos por telefone e 103 via chamada de vídeo. 
O atendimento por telemedicina é uma alternativa acessível para um diagnóstico inicial. Posteriormente a paciente é direcionada a ginecologia e mastologia, atendimento que acontece presencialmente nas clínicas parceiras. 

Quinta, 15 de Outubro de 2020 - 06:05

Outubro Rosa na prática: faça seus exames!

por Iga Bastianelli

Outubro Rosa na prática: faça seus exames!

 

No mês de alerta sobre o câncer de mama toda atenção está voltada para a saúde da mulher. De acordo com a ginecologista Marisabel Boere a própria mulher precisa aprender a se priorizar .“Nós mulheres costumamos cuidar de todos: filhos, maridos, família e não nos cuidamos. Se chegou até o mês 10 do ano, ou seja outubro, e você não realizou sua mamografia ou exames preventivos, o ano não pode acabar sem que você tenha este cuidado com você mesma”, disse a médica.

De acordo com a Fundação do Câncer o número de mamografias realizadas pelo Sus, nos últimos meses, despencou mais de 80% no Brasil, uma consequência do isolamento para prevenção do Covid-19. Vale reforçar que a mamografia é o exame que a Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda para que todas as mulheres realizem anualmente a partir dos 40 anos com o propósito de detectar o câncer de mama de forma precoce, o que pode aumentar as chances de cura. 

Para além da mamografia a ginecologista Marisabel Boere destaca os fatores de riscos que as mulheres precisam cuidar e reverter: obesidade e sedentarismo. Segundo ela sem controlar o peso e sem se exercitar a mulher está mais propensa a desenvolver o câncer de mama que é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil e sua maior incidência ocorre após os 35 anos, sendo ainda mais frequente após os 50 anos.

Saiba Mais:

  • O sintomas incluem: nódulo na mama, secreçãoo com sangue pelo mamilo, mudança na forma ou textura do mamilo ou da mama.
  • O tratamento é feito com auxílio médico
  • Requer exames laboratoriais ou de imagem

Se ainda tem dúvidas ou detectou algum nódulo na mama procure um ginecologista para pedir orientações.

 

Quarentena 2020: brasileiros não se sentem satisfeitos com suas casas, aponta pesquisa 


Com mais tempo dentro de casa e mudanças irreversíveis no mercado de trabalho pós-pandemia, a relação do brasileiro com seu lar ou com um possível novo lar mudou. Segundo pesquisa da Hibou, instituto de pesquisa e monitoramento de mercado, com 1537 entrevistas todo Brasil (55% mulheres e 45% homens das classes A, B e C em setembro/2020), o grau de insatisfação com a casa cresceu após o isolamento, 49% dos entrevistados está menos satisfeito com o local onde vivem, e ainda enfrentam aumento com a preocupação em condomínios, onde há áreas comuns. 
 

40% acreditam que o uso das áreas comuns vai cair. As pessoas vão tentar levar suas atividades para dentro de casa. 83% disseram que os condomínios precisarão limpar e higienizar as áreas comuns com mais frequência. 
A academia é a preferida dos brasileiros para continuar ativa após confinamento. 71% querem usar. Apenas 41% acha que o playground deve continuar a ser usado e 27% ainda pensam em usar a lavanderia coletiva. 
 

Obrigados a ficar em casa, 57% dos brasileiros redescobriram a sala de estar e 36% o próprio home office. "Espaços confortáveis hoje estão no topo do desejo dos brasileiros para suas casas". Aliás, o home office ganha lugar de destaque, já que 57% pretendem continuar trabalhando em casa. Nessa toada, 59% acha que é melhor manter esse espaço de trabalho, mesmo quando puderem voltar a trabalhar fora. Vale comentar que 61% consideraria trabalhar em um escritório que ficasse no seu condomínio residencial, evitando assim deslocamentos desnecessários. 
 

"A redescoberta da casa gerou hábitos que podem virar rotina e que também mudam as prioridades na hora de escolher um novo imóvel", explica Ligia Mello, sócia da Hibou e coordenadora da pesquisa. 41% dos brasileiros querem manter a cozinha como ponto de encontro para momentos em família. 44% querem continuar acompanhando lives na internet. A internet, aliás, é prioridade, e a casa conectada está nos planos dos brasileiros: 41% gostaria que os imóveis já viessem com fornecimento de internet de alta capacidade e 30% acreditam que eletrodomésticos integrados já são um caminho sem volta. 
 

Para futuros lares, o olhar do brasileiro está focado nos novos hábitos de higiene com alimentos. 81% concordam que a área de serviço precisa ser maior para os devidos cuidados com os alimentos que chegam da rua, e 66% hoje não têm espaço suficiente para guardar produtos de limpeza. Cozinha integrada com a sala continua interessando 45% acreditam que isso favorece um ambiente único para toda a família, mas 78% considera que ela merece um olhar especial para ventilação e exaustão. 

Quarta, 07 de Outubro de 2020 - 11:05

Hello People! Vamos circular?

por Paula Frank

Hello People! Vamos circular?

O Conceito Moda Circular foi usado pela primeira vez na Europa. E com o próposito de tornar o luxo acessível venho trabalhando este conceito de forma pioneira há 19 anos, aqui em Salvador. Temos uma loja no Shopping Barra há 5 anos e agora, em outubro, iremos inaugurar a primeira franquia Paula Frank na Alameda das Grifes do Shopping da Bahia. Desenvolvi serviços que valorizam o uso compartilhado, o consumo inteligente e o ”second hand” com a venda de bolsas de grifes internacionais seminovas. E você já aderiu ao consumo inteligente?!
 

Outra crença limitante que precisamos desconstruir é que alugar não é para quem não tem dinheiro ou está falido, muito ao contrário, segundo o consultor de moda Jorge Grimberg, que fala deste tema de forma muito transparente e didática num vídeo no You Tube, para ele alugar é o novo ter e a cultura do possuir deu lugar ao experimentar!
E você o que acha? 


A marca Paula Frank incentiva a moda circular e o uso compartilhado! Temos um Clube das Bolsas chamado “All Mine” onde a cliente associada recebe em casa e pode experimentar 2 tipos de bolsas por mês.  Ao final de seis meses de assinatura, se desejar ela pode fazer a compra inteligente da bolsa que mais se adaptou ao dia a dia dela.

E para finalizar nossa conversa aqui na coluna do Bahia Notícias Mulher queria te fazer refletir sobre a frase símbolo da nossa marca: Para ser novo basta trocar de dono! Estão prontas? Te esperamos, vem com a gente!

Terça, 06 de Outubro de 2020 - 10:05

Empresa de eventos e loja de decoração promovem Leilão do Bem em Salvador!

por Iga Bastianelli

Empresa de eventos e loja de decoração promovem Leilão do Bem em Salvador!



Duas empresas uma de decoração e outra de eventos decidiram realizar amanhã 07.10 das 19h as 22h o Leilão do Bem, convidando grupos de empresários e empreendedores de diversos setores da cadeia produtiva que doaram em prol da OSID (Obras Sociais Irma Dulce), que abriga um dos maiores complexos de saúde 100% SUS do país, com cerca de 3,5 milhões de procedimentos ambulatoriais por ano, e o CAENA (Centro Avançado Empreendedorismo Nordeste de Amaralina), que consiste em uma iniciativa da Ordem Mercedária em parceria com a Paróquia Nossa Senhora da Luz e a sua Pastoral do Empreendedor. A entidade proporciona a jovens e adultos do Nordeste de Amaralina e bairros vizinhos, com enormes desafios socioeconômicos, formação na área do empreendedorismo.

O leilão será realizado em formato online e exclusivo com as peças ou serviços doados.  O convite para o evento já foi enviado a mais de 130 mil cadastrados em todo o Brasil, além de divulgação do evento nas redes sociais da Qualité Eventos e da Loja Reserva da Baronesa . A marca de cada doador já estão sendo divulgados nacionalmente no site do Bahia Leilões onde acontecerá o leilão e também durante a apresentação das respectivas doações.

Cadastre-se no site bahialeiloes e antecipe os seus lances nos produtos que deseja e no dia do Leilão você já estará apto a arrematar o seu produto! Grandes oportunidades o aguardam!

Mais informações: (71) 98794-0177/ 99613-8007/ @leilaodobembahia. Fazer o bem faz bem!

Bahia registra aumento de 55% na formalização de uniões estáveis durante pandemia 

 

 

Documentos que comprovam convivência entre casais ganharam força após a possibilidade da realização de escrituras públicas por videoconferência 
 

Tema de repercussão para casais durante a pandemia, os Cartórios de Notas da Bahia registraram um aumento de 55% nas formalizações de uniões estáveis entre maio e agosto deste ano, crescimento que coincidiu com a autorização para a prática destes atos por meio de videoconferência. Em números absolutos, os reconhecimentos das uniões na Bahia passaram de 195 em maio para 302 em agosto. 
 

A novidade online, possibilitada pela entrada em vigor do Provimento nº 100 do Conselho Nacional de Justiça, permite a realização de escrituras públicas por meio de videoconferência, o que garantiu a continuidade de milhares de cerimônias represadas do início da pandemia, além da possibilidade de firmar o ato a casais que se encontravam longe um do outro. Com os procedimentos feitos virtualmente pela plataforma e-Notariado, gerida pelo Colégio Notarial do Brasil - Conselho Federal (CNB/CF), o cidadão não precisa mais sair de casa para acessar os serviços dos Cartórios de Notas. 
 

Entre as unidades do Brasil com maior destaque no aumento de uniões estáveis entre maio e agosto estão Ceará (124%), Roraima (100%), Acre (85%), Distrito Federal (72%), Espírito Santo (60%), Bahia (55%), Alagoas (54%), São Paulo (52%), Maranhão (50%), Pernambuco (43%) e Rio Grande do Sul (39%). 
 

O presidente do Colégio Notarial do Brasil - Seção Bahia (CNB/BA), Giovani Gianellini, destaca as novas possibilidades que os atos online proporcionam aos casais. "Com a pandemia e o isolamento social, as pessoas ficaram receosas de sair de casa, embora precisassem formalizar as suas relações. Nesse sentido, a Escritura de União Estável constitui a relação jurídica com a segurança da chancela notarial e mantém o distanciamento social através da sua lavratura online pelo e-Notariado. Nesse sentido, a ferramenta virtual constituiu-se como importante marco de regulação da união dos companheiros que passaram a se reconhecer como unidade familiar no período da quarentena". 
 

O cenário apresentado pelo tabelião, de reconhecimento de unidade familiar, ressalta a importância do ato de união estável - convivência duradoura entre duas pessoas, homem e mulher ou casais do mesmo sexo - que visa estabelecer um regime de bens, provar o início da convivência, facilitar eventual alteração do nome, bem como para garantir direitos junto ao INSS, convênios médicos, odontológicos, clubes etc. 
 

Em 2011, o Supremo Tribunal Federal (STF) passou a reconhecer este novo núcleo familiar, configurado na convivência pública, contínua e duradoura com o objetivo de constituição de família. O instituto traz consequências jurídicas, inclusive sucessórias, aos casais. Aplicam-se à união estável os deveres de lealdade, respeito, assistência, e de guarda, sustento e educação dos filhos. Por esse motivo, é importante que os casais formalizem a existência da união mediante escritura pública declaratória. 
 

Quinta, 01 de Outubro de 2020 - 09:05

Comitê para a Mulher Bombeira Militar

Comitê para a Mulher Bombeira Militar

Através da Portaria 090, publicada em setembro de 2020, o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) criou o Comitê de Políticas Públicas para a Mulher Bombeira Militar. O objetivo é criar um espaço de diálogos e troca de experiências, garantindo o direito das mulheres em todos os aspectos no âmbito profissional, através de políticas institucionais.

De acordo com o comandante-geral do CBMBA, coronel BM Francisco Telles, a implantação do Comitê é um marco institucional no estado, por ser o primeiro nas forças militares baianas. "Vamos poder estabelecer um debate institucional a partir deste comitê, ora criado a fim de melhorar a cultura existente em relação à mulher. Com certeza, beneficiará toda nossa organização”.


“Queremos com isso assegurar os direitos das bombeiras, através da valorização, com a inclusão de novos projetos e consequentemente contribuindo para a melhoria das nossas condições de trabalho, principalmente através do debate, normas e diretrizes específicas, até então inexistentes nas corporações militares baianas. É preciso considerar a diversidade de gênero como elemento importante, elaborando políticas públicas especificas, para aprimorar ainda mais o nosso trabalho, através da inclusão, protegendo e valorizando a mulher militar em suas atuações na corporação”, explicou a major BM Patrícia Torreão, criadora do Comitê.

O comitê vai ser composto por nove bombeiras militares. Para as integrantes do comitê é fundamental que todas as bombeiras participem efetivamente das ações para valorização das mulheres e consequentemente das condições de trabalho para as militares. Dessa forma é possível destacar ainda mais a participação das mulheres no militarismo, seja em atividades administrativas ou operacionais.


 

Moda, novidades, livros e café num endereço novo no Rio Vermelho


Sinta-se em casa! O sentimento que toda mulher sempre teve ao entrar na Paradoxus, a partir de agora será mais intenso em uma casa de verdade. A partir de outubro, Regina Weckerle inicia uma nova fase da sua multimarcas com a Casa Paradoxus, que passa a funcionar na sua própria residência, na Rua Rodrigo Argolo, 64, Rio Vermelho. “Mais que um novo normal, eu quero transformar esse ano de rupturas na construção de um novo ciclo!”, diz a empresária.


Sempre conectada com os grandes centros urbanos internacionais, Regina pensa além da moda ao criar a Casa Paradoxus. A sua bela, espaçosa e confortável residência se transformará em cenários para diversas ações, como desfiles, palestras, lançamentos de produtos, jantares gastronômicos, além de café e área de leitura. 
 

Quinta, 24 de Setembro de 2020 - 18:05

Liderança feminina no mercado imobiliário

Liderança feminina no mercado imobiliário

 

Filha, mãe, esposa, executiva, esse é o perfil das mulheres que se destacam em vários setores de mercado e no imobiliário não seria diferente. Em Salvador, a startup de coordenação de empreendimentos imobiliários que utiliza tecnologia customizada e possui ferramentas para integração dos elementos comerciais do mercado imobiliário tem em um dos cargos mais importantes, uma mulher na liderança, a diretora de Atendimento ao Incorporador e Inteligência de Mercado, Noêmia Menezes.

 

Com 36 anos, dois filhos, Menezes iniciou a carreira em 2009 em uma grande Imobiliária. Segundo ela, o segmento imobiliário estava aquecido, muitos lançamentos acontecendo e lá pode ter a oportunidade de aprender e acompanhar todos os processos que envolviam os produtos expostos em diferentes estratégias, além de vivenciar vários momentos do mercado. 

 

"De forma bem natural fui me interessando cada vez mais e estudando bastante os bairros, os lançamentos, os preços, as plantas, quais informações eram as mais comerciais, entre outras coisas", disse.

  

Noêmia conta que acompanhava tudo o que acontecia, de segunda a sexta permanecia no escritório em reuniões com os incorporadores, mas no final de semana também estava na ativa nos estandes, observando as equipes de vendas e pesquisando informações dos produtos.

 

"De repente 10 anos se passaram, e optei em dar um tempo no mercado para ser mãe, mas ao receber o convite do diretor executivo da empresa, Manuel Gomes para o projeto Performance, não pensei duas vezes", ressaltou. 

 

Para ela, o maior estímulo para a função da Inteligência de Mercado é ficar 100% antenada a tudo o que acontece, é ter informação antecipada, além de levar conteúdo correto aos clientes/incorporadores, para que eles também possam acompanhar tudo o que é feito e entendam cada vez melhor os consumidores.

 

"O meu maior desafio é poder conciliar vários papéis, porque hoje eu não posso mais estar sete dias envolvida nos acontecimentos imobiliários. Para mim, ser mãe, esposa e profissional em um mercado extremamente dinâmico é um desafio diário".

Segunda, 21 de Setembro de 2020 - 10:09

Troca de showroom de mobiliário italiano

Troca de showroom de mobiliário italiano
 

 

Com a chegada da sua nova coleção, a Natuzzi, reconhecida como uma das maiores marcas italiana de decoração do mundo, inicia a campanha para a troca de showroom de suas 40 lojas exclusivas e das 42 galerias da marca no Brasil. Até o dia 15 de outubro, os consumidores poderão adquirir os produtos Natuzzi Italia e Natuzzi Editions com preços especiais, bem como conhecer os lançamentos assinados por designers renomados como Maurizio Manzoni, Marcel Wanders, Giorgio Soressi e Mauro Lipparini. 
 

Projetadas e fabricadas com a mesma dedicação e qualidade reconhecidas há 60 anos, as novas coleções Natuzzi Italia e Natuzzi Editions, em perfeita sintonia com a harmonia e conforto absoluto, chegam para acolher e ajudar as pessoas a desfrutar de momentos de tranquilidade no lar. 
 

 Gisele Bündchen se une à aplicativo para incentivar a meditação

 

Gisele já usa o Insight Timer há quatros anos e, inspirada por seu modelo consciente de negócios, decidiu publicar conteúdo na plataforma em um período no qual meditação gratuita nunca foi tão importante. Embaixadora da Boa Vontade para as Nações Unidas desde 2009, Gisele vem trabalhando há muito tempo para fazer do nosso planeta um lugar melhor para as gerações futuras. 
 

Para marcar o lançamento oficial da parceria, a primeira meditação guiada de Gisele, Esperança em tempos de incerteza, foi lançada no aplicativo em Inglês e Português. Todo mês, novas meditações gratuitas em ambas as línguas serão disponibilizadas no app. As práticas abordarão questões vividas em todo o mundo em resposta à pandemia (incluindo níveis mais elevados de estresse e ansiedade, além de problemas com o sono) e também incluirão uma meditação para crianças. 
 

Gisele usará o novo recurso de transmissão ao vivo do aplicativo do Insight Timer para se conectar em tempo real com seus seguidores em outubro, para homenagear o mês de Conscientização sobre Ansiedade e Depressão. Durante as lives, ela contará sua história sobre o impacto que a meditação teve em sua vida e dicas para torná-la um hábito diário. 

"Estamos orgulhosos de evoluir nosso relacionamento com Gisele, de uma usuária do Insight Timer a uma parceira que se conecta de forma significativa com nossa missão e comunidade em todo o mundo", disse Christopher Plowman, CEO da Insight Timer. "Com sua paixão por compartilhar meditação e seguidores internacionais, estamos animados em ter Gisele alinhada com nossa marca para trazer meditação gratuita para o planeta, especialmente durante estes tempos de grande estresse e ansiedade." 
 

 

Domingo, 13 de Setembro de 2020 - 20:05

Sete dicas para organizar a cozinha!

Sete dicas para organizar a cozinha!

 

Considerada por muitos como o "coração da casa", a cozinha tende a ser um dos principais ambientes de interação familiar. Afinal, quem não gosta de se sentar à mesa para saborear um bom prato, beber um vinho ou apenas jogar conversa fora? Por isso, é de extrema importância manter este cômodo, organizado e, principalmente, funcional. 
 

Pensando nisso, a Camesa, marca especializada em artigos de cama, mesa, banho e decoração, preparou uma lista com algumas dicas e produtos que prometem facilitar a arrumação de maneira prática e eficaz. Confira: 
 

• Procure manter nos armários e pia somente utensílios realmente necessários e que sejam utilizados no dia a dia. Acumular muitos itens é uma das principais dificuldades na hora da organização; 
 

• Lave a louça imediatamente após as refeições. Dessa forma, além de evitar possíveis insetos por conta dos restos de comida, ajuda a manter o ambiente organizado e limpo; 
 

• Invista em ganchos e prateleiras para otimizar os espaços e deixar os produtos mais usados sempre à mão, como panelas, potes e xícaras; 
 

• Para manter as gavetas sempre arrumadas, aposte na seguinte sequência: talheres na primeira, utensílios na segunda, guardanapos e jogos americanos na terceira e, por último, panos de prato e toalhas de mesa; 
 

• Deixar os temperos a mostra é uma forma prática e charmosa de decorar a cozinha. Uma dica, é apostar em vidros transparentes ou coloridos seguindo a personalidade do recinto; 
 

• Nada de lixeira na pia. O ideal é que ela fique no chão e que tenha pedal para evitar o contato direto com as mãos. Além disso, recomenda-se a lavagem sempre que trocar o saquinho de lixo; 
 

• Panos de prato e de mão devem ser pendurados o mais próximo possível da pia, evitando assim que as louças saiam pingando pelo chão; 
 

 

Sábado, 12 de Setembro de 2020 - 09:05

Setembro Amarelo: é preciso falar sobre saúde mental 

Setembro Amarelo: é preciso falar sobre saúde mental 

 

É preciso falar sobre saúde mental e suicídio. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), anualmente, cerca de 800 mil pessoas no mundo tiram a própria vida, e um número ainda maior tenta o suicídio. 
 

Somente no Brasil, estima-se que aconteçam 12 mil suicídios todos os anos -- tragédia que afeta famílias e comunidades, com efeitos duradouros sobre as pessoas que vivenciam o luto inesperado. Muitos casos podem ser motivados por depressão. "Dentro deste índice de mortes precoces, também estão muitos jovens. É preciso estar atento a sinais que possam indicar depressão, como tristeza sem motivo aparente, choro, irritabilidade, perda de prazer em atividades antes prazerosas e alterações no padrão de sono e da alimentação", explica Rogilson Teixeira, psiquiatra da Cia. da Consulta. 
 

Pelo número de casos no País, a Associação Brasileira de Psiquiatria, em parceria com o Conselho Federal de Medicina, criou, desde 2014, a campanha nacional Setembro Amarelo, que marca o mês da prevenção ao suicídio, ao adotar medidas que promovam o diálogo sobre o tema e, sobretudo, a identificação distúrbios psiquiátricos com indicação de tratamento. 
 

Em ano de pandemia do novo coronavírus, especialistas já alertam sobre o agravamento de quadros psiquiátricos em seus pacientes. A saúde mental durante um momento como esse, que ainda exige distanciamento social, tende a ser ainda mais afetada por transtornos psiquiátricos, a exemplo de depressão, ansiedade, e sintomas de estresse agudo. 
 

"Neste cenário de instabilidade, pacientes com sintomas leves de depressão ou ansiedade, podem ter mais dificuldade de adaptação a estas mudanças", complementa Rogilson. 
 

 

No dia do gordo, movimento Vai Ter Gorda fará ato contra a gordofobia em Ondina

 

Hoje a partir das 9h da manhã, em frente ao Monumento "as Meninas do Brasil", no bairro de Ondina, em Salvador, o Movimento VAI TER GORDA realizará um ato em homenagem ao Dia do Gordo e de Combate à Gordofobia e ao Suicídio. A data busca visibilizar as pessoas gordas na sociedade, além de levar a discussão sobre as políticas públicas inclusivas, acessos e direitos.

Terça, 08 de Setembro de 2020 - 15:37

A Síndrome de Burnout e a necessidade dos limites! 

A Síndrome de Burnout e a necessidade dos limites! 

Há alguns anos atrás, participei de uma grande convenção internacional e ouvi um dos palestrantes dizer que gente nas organizações é a grande solução, mas também é o grande problema. Nunca me esqueci dessa frase que foi motivo para muitas reflexões em várias direções. 

Nesse texto, vou utilizá-la para provocar um assunto delicado que é a Síndrome de Burnout. Caracterizada principalmente pelo estresse crônico causado, muitas vezes, por condição desgastante de trabalho, pode-se dizer que o grupo de risco é formado justamente por profissionais que trabalham com pessoas. 

Professores, médicos, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, líderes religiosos, dentre outros profissionais que trabalham diretamente com pessoas estão mais expostos às tensões que o trabalho com "gente" provoca. É claro que o fator desencadeante não é o contato direto com pessoas, mas esse somado às pressões, às cobranças e aos critérios de uma boa performance, cada vez mais exigentes, faz, principalmente, àqueles com predisposições a transtornos de humor, desenvolverem a Síndrome de Burnout. Presente na Cid-10 (Classificação Internacional de Doenças) dentro do quadro de manejo da vida, ou seja, é uma doença que exige a consideração de como está o ambiente de trabalho e os impactos desse lugar para a vida do trabalhador. Interessante que o trabalho com pessoas pode ser extremamente gratificante, pois é baseado em interatividade o tempo todo. 

Solução? 


Mas, como tudo tem limite, a interação também. Não é toa que muitas vezes depois de uma semana desgastante, o trabalhador quer ficar em casa sem correr o risco de precisar conversar com outras pessoas que não os membros da família. Mesmo assim, olhe lá. 

Tudo tem limite até para aquelas pessoas que parecem não serem humanas e parecem ser capazes de servir infinitamente, como por exemplo os líderes religiosos. Eles merecem e precisam descansar, sair com amigos e conversar banalidades numa atmosfera onde não precisam ser os "pastores" cuidando das ovelhas. Precisam descansar. 

O mesmo com o Professor, o Psicólogo ou o Médico. Antes de cuidarem de pessoas, eles são pessoas. São profissionais que ajudam no encontro de saúde física e mental, mas também podem adoecer se não cuidarem da própria saúde física e mental. 


Os sintomas da Síndrome de Burnout são muitos e fazem parte do grupo das depressões. O excesso de trabalho pode causar palpitação, insônia, alteração no apetite, no humor, na atenção e concentração, sentimentos de fracasso e insegurança, sentimento de incompetência. Imaginem tudo isso sentido por um profissional exemplar, que sempre "deu conta" de tudo com maestria? 

Mais pressão por todos lados. A pessoa não se reconhece e ouve com frequência: 
"Você está diferente!" 
"Você está triste?" 
"Você não era assim!" 

Gente pode ser a solução, mas também o problema. Nada acontece por acaso e não é por acaso que a semana tem 2 dias para descanso, que é importante fechar os olhos e apagar para acordar no outro dia e dar continuidade a vida. Que é preciso esquecer um pouco da profissão para ter prazeres que a vida pode proporcionar. 

Sair com amigos, conversar, gargalhar, assistir filmes, beber vinho, dormir, podem funcionar como remédios para essa doença da alma que, se cuidada, vai embora deixando o recado de que tudo tem limite e o trabalho também precisa compreender o seu lugar na vida de alguém. Mas, esse alguém também precisa entender que o trabalho exige limite para ser solução e para fazer das pessoas, solução. 

Elisa Leão é professora doutora de Psicologia da Faculdade Presbiteriana Mackenzie Brasília, psicóloga clínica e palestrante. 

Quinta, 03 de Setembro de 2020 - 08:05

Inovação no setor de eventos pós Covid-19

Inovação no setor de eventos pós Covid-19

 

O que vai acontecer com o mercado de eventos após a pandemia do novo Coronavírus? Considerado um dos setores mais afetados pela crise econômica e social provocada pelo vírus, essa é uma pergunta que tem provocado inúmeras reflexões entre os empreendedores que atuam e dependem desse setor. Depois de crescer 9,5% em 2019, alcançando uma receita de R$ 11,3 bilhões, o turismo de negócios está totalmente parado desde março, início da pandemia do Coronavírus.

Um levantamento feito pelo Sebrae, em abril, mostra que a pandemia da Covid-19 afetou 98% do setor de eventos. A pesquisa ouviu prestadores de serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas, além de profissionais cujos trabalhos envolvem aluguel de estruturas, como palcos. A pesquisa ainda mostra que, em comparação ao mês de abril do ano passado, 62,5% dos entrevistados acreditam na redução de 76% a 100% do faturamento em abril deste ano.

Já faz mais de quatro meses que o setor de eventos está suspenso. O Parque Vila Germânica, localizado em Blumenau, Santa Catarina, local de eventos da região, teve toda a sua agenda de eventos cancelada ou reagendada. Um exemplo é a Febratex, uma das maiores feiras do mundo para a indústria têxtil e a maior das Américas, promovida pelo Febratex Group, uma das principais promotoras de feiras têxteis da América Latina.

Inovação nos eventos do setor têxtil

O diretor explica que o setor passa por um momento desafiador mas uma das saídas é inovar, principalmente no que se refere ao ramo têxtil, que já vem diariamente lançando novidades para combater a Covid-19.

“Tenho certeza que o movimento que está acontecendo na moda para valorizar os produtos locais não ficará apenas na moda, ele é comportamental, isso vai trazer muitas oportunidades para o turismo local. A inovação vai ser pelo próprio trade de turismo que já existe internamente, será uma grande redescoberta do próprio Brasil. Outro ponto de inovação são os tecidos tecnológicos antivirais e tecidos que consigam ser desfibrados para ter todo o processo dentro da economia circular, fazendo com que a indústria têxtil e de moda não seja mais vista como poluidora, mas sim uma grande indústria que cuida dos seus resíduos”, aponta Pompeo Jr.

Eventos regionalizados são uma saída

A Associação Brasileira da Agências de Viagens Corporativas (Abracorp) captou em março de 2020 o impacto negativo do isolamento social em vários estados, especialmente em São Paulo, que concentra o grosso dessa atividade no país. Segundo pesquisa da Abracorp, a receita com vendas de passagens aéreas, diárias de hotéis e locação de automóveis, entre outros serviços, foi de R$ 890 milhões em média nos meses de janeiro e fevereiro, mas caiu para pouco mais de R$ 400 milhões em março. Entre abril e junho, a queda chegou a 100%, dependendo da empresa.

Presencial e online

O modelo híbrido de evento, aliando a presença física com o alcance do virtual, pode ser uma tendência a ser observada futuro, embora a importância do presencial ainda seja fundamental: “O digital é uma plataforma incrível. Em muitas situações, a tecnologia aproxima e agiliza. Mas consigo ver claramente no mercado de eventos de negócio que as feiras presenciais sempre serão mais prestigiadas. Morando na Europa há dois anos, visito feiras por todo o continente e percebo claramente uma projeção que o digital ainda não consegue contemplar sozinho. As feiras de negócios foram e sempre serão um meio para recuperarmos a economia e aproximar as pessoas”, ressalta Giordana Madeira, Diretora Executiva do Febratex Group.

Terça, 01 de Setembro de 2020 - 09:05

Ativista da terapia hormonal Dra Marisabel Boere foi discípula de Dr Elsimar Coutinho

por Iga Bastianelli

Ativista da terapia hormonal Dra Marisabel Boere foi discípula de Dr Elsimar Coutinho


A trajetória profissional da Médica ginecologista Marisabel Boere dá uma amostra sobre o que muitas mulheres a uma certa altura da vida, se perguntam: como é conciliar os papéis de mulher profissional, mãe e esposa? E olha que no caso da nossa entrevistada, ela ainda foi Miss Bahia!

Marisabel escolheu uma das profissões mais disputadas e nem por isso abriu mão de outras áreas da vida. No primeiro ano da faculdade de medicina participou do concurso de beleza e foi eleita Miss Bahia 1985, chegando a ficar entre as finalistas do Miss Brasil, mas sem deslumbramentos deu seguimento ao curso de medicina.

 

Depois de casada chegou a acompanhar o marido que foi transferido para Bolívia e trabalhou por lá como voluntária em um hospital oncológico. Marisabel tem duas filhas e conta que considera ser mãe uma das missões mais importantes da mulher. Ela também passou em concursos públicos, foi discípula do cientista Dr. Elsimar Coutinho, com quem trabalhou durante 4 anos, e agora numa fase mais madura resolveu empreender abrindo a sua própria clínica.

“Sempre consegui conciliar muito bem profissão, filhos e marido. Sempre trabalhei, cuidei da casa e de tudo; nós mulheres temos este privilegio de múltiplas aptidões! Não encaro como tempo gasto a atenção que dediquei às minhas filhas e o acompanhamento que dei; vejo que foi um investimento. Hoje elas são seguras e já caminham por si, o que me permite dedicar maior tempo à minha profissão com tranquilidade.

Conheça agora mais sobre esta médica, grande entusiasta da terapia de reposição hormonal ou da modulação hormonal como também é conhecida:

 

 

Medicina é um dom?

A medicina sempre foi um sonho, desde criança eu falava que iria ser médica para cuidar de crianças, mas depois no internato, na pediatria ... mudei de ideia. A compaixão que sentia pelo sofrimento das crianças me imobilizava. Optei por obstetrícia, que me permitiria continuar lidando com elas, porém, em um momento mais feliz. Faço em dezembro próximo, 29 anos de formada.

Fale um pouco da sua trajetória:

Me formei no final de 91 e fui morar no Rio de Janeiro, onde fiz residência médica no Instituto Fernandes Figueira que é o instituto da Mulher da Fundação Oswaldo Cruz, e fiz também pós graduação na Santa Casa de Misericórdia de lá. Em seguida passei no concurso do município do Rio de Janeiro e fui trabalhar na maternidade Leila Diniz, que foi a pioneira em referência de parto humanizado no Brasil. Lá coordenei o Centro Obstétrico da maternidade.

Depois, já casada, meu marido foi transferido para a Bolívia onde trabalhei voluntariamente por dois anos no hospital oncológico de Santa Cruz de La Sierra, cidade em que morava. Em 2003, retornando a Salvador, prestei concurso para a UFBA e fiquei trabalhando como professora substituta. Também prestei concurso para médica do Estado, onde trabalho até hoje no Instituto de Oncologia do estado, o Cican.

Qual foi seu momento mais desafiador?

O principal desafio foi após estar morando fora por 12 anos voltar a Salvador e recomeçar do zero a vida profissional. Mas, sou afeita a desafios,  que me ajudam até hoje a sair da zona de conforto e evoluir como pessoa e profissional.

Outro desafio tem sido desmistificar a terapia de reposição hormonal. Na década de 90, um grande estudo norte-americano, o WHI (Women’s Health Initiative) que estudava reposição hormonal em mulheres climatéricas, teve que ser interrompido devido ao fato que perceberam aumento da incidência de câncer de mama e de AVC. Isso  foi alardeado para o mundo inteiro e foi um balde de água fria na terapia de reposição hormonal. Porém em seguida, foi observado que o que era utilizado no estudo, eram estrogênios equinos conjugados. Vejam só, estrogênios de éguas, que estavam inclusive prenhas! Hormônios que o organismo das mulheres nem sintetizam! E usavam também, acetato de medroxiprogesterona, que é um progestinico sintético!

 

Atualmente o que utilizamos na terapia hormonal são os hormônios chamados bioidênticos, que são moléculas que embora sejam sintetizadas em laboratório, são idênticas as que o nosso organismo sintetiza e portanto, seguras. Infelizmente, não houve o movimento de retratação explicando os fatos e esse mito vem atravessando décadas e impedindo a mulher de se beneficiar de toda a proteção que a terapia hormonal proporciona. Enfim, isso também é uma missão que me move! Tenho produzido muitos vídeos educativos e tenho tido excelente retorno das mulheres em minhas redes sociais.


Fale um pouco mais sobre Reposição Hormonal

As mulheres devem entender que reposição hormonal não é coisa de mulher fútil que não quer envelhecer e que por castigo dessa vaidade vai ter um câncer. Furtar o organismo desta oportunidade de repor o que está faltando e reequilibrar o organismo, promovendo saúde  bem estar; é como no inicio do século passado,  quando meu avô, por exemplo, morreu cego pelas consequências do diabetes, pois não foi tratado com insulina, que também é um hormônio. Atualmente quantas senhoras a gente não conhece que sofreram fratura do colo do fêmur, tem doenças reumáticas, Alzheimer, tomam remédios para dormir ou antidepressivos? Muitas doenças seriam evitadas ou minimizadas com a terapia hormonal. Na minha página no Instagram @dramarisabelboere, é possível encontrar vários vídeos falando dos benefícios e contra indicações da terapia hormonal. Quem quiser é só ir lá conferir!

Lista de benefícios da terapia hormonal no climatério:


- Proteção da massa óssea, prevenindo osteopenia e a osteoporose.
- Melhora da artralgia relacionada ao climatério .
- Prevenção do Alzheimer 
- Melhora do humor e da labilidade emocional.
- Diminui a incidência de depressão comum no período climatérico.
- Diminui em 20% o risco de desenvolver DM tipo II 
- Diminui a resistência periférica a insulina com melhora do controle glicêmico e da síndrome metabólica.
- Diminui a circunferência abdominal e o nível de gordura corporal.
- Confere proteção cardiovascular. 
- Melhora do trofismo genital e diminui o ressecamento vaginal.
- Melhora a vascularização genital e a resposta aos estímulos sexuais. 
- Melhora da Incontinência urinária de esforço.
- Melhora da Infecção urinária de repetição 
- Manutenção da espessura da derme e da epiderme, com preservação da camada de colágeno e elastina. Garantindo e preservando a hidratação da pele.
- Diminui a incidência de câncer colorretal


As mulheres têm que se informa mais, pois o tratamento de reposição hormonal é hoje é um dos pilares da logenvidade saudável. Nem todas as mulheres, de fato, podem aderir ao tratamento, mas as que podem não devem se privar e perder a oportunidade de ter estes benefícios. Os níveis que mantemos em uma mulher na terapia hormonal é praticamente um décimo do que uma mulher jovem, no período ovulatório produz. É uma terapia muito singela e segura. Eu tenho pacientes, na casa dos 80 anos, que fazem, Dr Elsimar tinha uma senhora na casa dos 90 anos, no Rio de Janeiro que fazia e que segundo ele, estava mais jovem e saudável que as filhas! 


Você teve o privilégio de trabalhar com o médico e cientista Dr Elsimar Coutinho que recentemente faleceu vitima do Covid 19 ... como foi esta experiência?

Trabalhar com Dr Elsimar foi um presente que a vida me proporcionou. Ele foi meu professor no curso de medicina na UFBA; durante 4 anos fiquei sentadinha ao lado dele no consultório na Rua Chile e pude ver como meu grande mestre e ídolo  tratava e lidava com os distúrbios hormonais em mulheres de todas as idades. Aprendi muito!


Não satisfeita agora resolveu empreender e comandar a própria clinica, como é este trabalho?

Ha cerca de 4 anos resolvi estruturar minha clínica e fazer o que sempre amei, sem pressa, com atendimento personalizado e diferenciado. Atendo cada paciente no tempo que ela necessita. O maior desafio em lidar com mulheres é trazer para elas o entendimento que só ela pode cuidar dela. Uma mulher cuida do marido, dos filhos, da casa, das amigas, mas...” só dona Maria pode cuidar de dona Maria”...Não é tarefa fácil transmitir para elas que o maior amor do mundo é o delas por elas mesmas. Sei disso perfeitamente pois isso também é um desafio para mim mesma!

Meu sonho, minha meta é seguir adiante, pois não tenho pressa, mais importante que a velocidade é a direção. Quero difundir conhecimento sobre reposição hormonal, melhorar a saúde das mulheres e incentivar o autocuidado! Sou muito feliz e realizada pelo privilégio dessa profissão que é para mim, uma maravilhosa missão!


Qual o seu maior exemplo feminino?

Meu maior exemplo de superação foi minha mãe, que sempre me ensinou a seguir apesar dos obstáculos e dificuldades externas  e internas. A palavra de ordem sempre foi seguir adiante, “ Vamos em frente”. Frase inclusive que Dr. Elsimar falava com frequência e até hoje me guia : - Vamos em frente!

Segunda, 31 de Agosto de 2020 - 12:05

Flexitarianismo: Saiba tudo sobre essa prática alimentar 

Flexitarianismo: Saiba tudo sobre essa prática alimentar 

 

Originado da palavra "flexitarian" - junção em inglês de "flexível" e "vegetariano" - o flexitarianismo é um estilo alimentar que busca reduzir significativamente a ingestão de alimentos de origem animal nas refeições diárias. Popularizado pela nutricionista norte-americana Dawn Jackson Blatner, a prática tem crescido cada vez mais e assegura diversos benefícios à saúde e ao meio ambiente. 

"Carne em excesso, em especial as vermelhas, processadas e ricas em gorduras, podem aumentar a chance do desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e hipertensão arterial. Ou seja, adotar o flexitarianismo é priorizar uma alimentação mais saudável, além de ser plenamente possível, afinal, é uma mudança mais gradual", pontua Jéssica Santos, nutricionista da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis. 

A especialista explica que não existe uma regra definida quanto a essa dieta. "No geral, alguns começam reduzindo as porções no cardápio e, aos poucos, vão consumindo cada vez menos proteína animal no dia a dia", afirma. 

Segundo um estudo divulgado pelo Nature Getty, para impedir que a temperatura global suba mais de 2ºC até 2050, é fundamental a diminuição do consumo de alimentos de origem animal. A pesquisa recomenda o aumento da ingestão de alguns alimentos como leguminosas, legumes, verduras e nozes, visando reduzir o impacto de sistemas de produção que geram maiores danos ambientais devido à alta emissão dos gases de efeito-estufa. 

"Dentre as várias vantagens proporcionadas pelos alimentos de origem vegetal está o fato de que eles costumam ser mais pobres em gorduras nocivas. Além disso, são ricos em vitaminas, minerais, fibras, antioxidantes e compostos bioativos", comenta a nutricionista. Opções indicada por Jéssica são as leguminosas, como lentilha e feijão. Por serem ricos em fibras solúveis, elas auxiliam no combate ao colesterol ruim, sendo também uma ótima fonte de proteína, zinco e ferro. 

A nutricionista alerta que toda alteração na alimentação necessita da suplementação de proteínas e determinados nutrientes por meio de outros alimentos, evitando insuficiência de alguns componentes fundamentais para o corpo. "A dieta semivegetariana inclui uma variedade de alimentos integrais, legumes, frutas e oleaginosas. Se for bem planejada, as deficiências nutricionais não serão uma preocupação. Além disso, existe uma variedade de opções no mercado de produtos vegetais que se assemelham em gosto e textura a bifes, hambúrgueres, frangos, entre outros ", finaliza. 

Fumar aumenta risco para o Covida-19 e incidência de câncer de pulmão cresce entre mulheres 

 

O hábito de fumar está cada vez menos comum na população brasileira. Segundo pesquisa do Ministério da Saúde de 2019, 9,3% dos brasileiros afirmavam ser fumantes em 2018 contra 15,6% em 2006. Nos últimos 13 anos, a quantidade de fumantes no país caiu 40%. O dia 29 de agosto é o Dia Nacional de Combate ao Fumo, data de mobilização e alerta a respeito dos danos causados pelo hábito de fumar. 

Os dados são positivos e a queda do consumo de tabaco no Brasil continua sendo tendência. Porém, em tempos de pandemia do novo coronavírus, o cigarro é um fator que gera preocupação. Os fumantes têm maiores riscos de complicações se infectados com a Covid-19, como maior chance de mortalidade, maior taxa de internação em UTI e consequentemente maior risco de intubação. 

Apesar da queda no consumo de tabaco por parte dos adultos, há uma outra questão que necessita de atenção. O consumo de cigarros eletrônicos pelos jovens vem crescendo nos últimos anos, e é grande fator de risco para o novo coronavírus. Segundo um estudo recente da Escola de Medicina da Universidade de Stanford, jovens que usam aparelhos eletrônicos para fumar, como os vaporizadores, têm até sete vezes mais risco de pegar Covid-19. O estudo aponta que a vaporização compromete o sistema respiratório e a imunidade. Dentre os pesquisados, aqueles que fumaram nos últimos 30 dias apresentaram tosse, febre, cansaço e dificuldade para respirar. 

O cigarro é o principal fator de risco para câncer de pulmão e também implica no aumento da incidência de outros tipos de neoplasia, como tumores de bexiga, pâncreas, cabeça e pescoço e esôfago. "O tabagismo é fator de risco para inúmeras doenças e complicações cardiovasculares. É muito importante que o tabagista pare de fumar o quanto antes. A longo prazo, uma pessoa que abandona o tabaco vai diminuindo as chances de contrair essas doenças e, entre 20 e 30 anos, o risco do câncer de pulmão é próximo ao de uma pessoa que nunca fumou", explica o Dr. Carlos Teixeira, oncologista do Centro Especializado em Oncologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. 

Incidência de câncer de pulmão no mundo aumenta entre as mulheres 

Com 2,1 milhões de casos descobertos em 2018, o câncer de pulmão é o tipo de tumor mais prevalente no mundo. A doença também ocupa o primeiro lugar entre os cânceres que acometem os homens em todo o planeta, representando 14,5%. Nas mulheres, é o terceiro em incidência, com 8,4% dos casos, atrás apenas do câncer de mama (24,2%) e de cólon e reto (9,5%). Entretanto, nos últimos anos, tem-se observado um aumento das taxas de incidência da enfermidade no sexo feminino. De acordo com a Sociedade Americana de Câncer, os índices de diminuição deste tipo de tumor têm sido duas vezes mais rápidos nos homens do que nas mulheres, uma situação relacionada aos padrões de adesão e abandono do tabagismo. 

No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima 30 mil novos casos de câncer de pulmão por ano, sendo 17.760 em homens e 12.440 em mulheres. "Um grande desafio em relação ao câncer de pulmão é o estigma. Como grande parte dos casos está associadaao cigarro, muitas vezes um olhar de culpa e desconfiança pesa sobre os pacientes, mesmo quando eles não fumam, o que dificulta o diagnóstico precoce da doença", afirma Márjori Dulcine, diretora médica da Pfizer Brasil. 

A falta de conhecimento representa um desafio significativo no combate à enfermidade. Em muitos casos, o câncer de pulmão tem diagnóstico tardio porque os sintomas, como tosse, escarro com sangue e falta de ar, podem confundir os pacientes, que decidem não procurar atendimento médico por achar que é algo simples

 

Dia do Psicólogo: Como manter a saúde mental em tempos de pandemia? 

 

Nesta quinta-feira, 27 de agosto, comemora-se o Dia do Psicólogo. A data marca o reconhecimento por lei da profissão, assinada pelo presidente João Goulart, em 1962. O trabalho deste profissional sempre foi importante, mas ganhou destaque especial neste ano por conta da pandemia de covid-19 e suas consequências, como isolamento social, alteração de rotinas e etc. 

Durante a pandemia, os índices de doenças aumentaram consideravelmente. Uma pesquisa feita pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), divulgada em maio, mostrou que, ainda nos primeiros dias de isolamento social e quarentena, o número de casos de depressão aumentou 90% no Brasil. Outros problemas psíquicos também tiveram aumento significativo, como a ansiedade, que cresceu 71% entre os brasileiros. 

"Há uma dificuldade em criar uma rotina, entender o novo normal, o que faz com que algumas pessoas desenvolvam sintomas e problemas psíquicos", explica o coordenador do curso de Psicologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), Fabiano Fonseca da Silva. A perspectiva de uma grande crise financeira e social, provocada pela paralisação de diversas atividades econômicas durante a pandemia é outro fator que pode provocar danos para a saúde mental. 

Um outro motivo se relaciona à necessidade que possuímos de manter contato físico com pessoas queridas. Por isso, por conta do isolamento social, passamos a sentir falta de abraçar pessoas queridas, por exemplo. O ser humano é um ser social. 

"É necessário um equilíbrio para que possamos suportar esse período de isolamento que, aos poucos, se flexibiliza. Além disso, a relação com as pessoas próximas é fundamental, assim como garantir o nosso espaço e respeitar o das pessoas com as quais convivemos", aponta o coordenador. 

Silva ainda dá algumas recomendações para que a saúde mental fique em ordem neste período. "Construir uma nova rotina, que agora deve considerar um maior período em casa; lidar com os relacionamentos, que ficam mais intensos e contínuos. Esse dia a dia envolve respeitar e integrar o espaço dos outros com os quais convivemos", diz. Cozinhar, estudar, jogar e praticar esportes podem ser boas alternativas também, de acordo com o professor. 

Quarentena, home office e inverno: como manter a alimentação equilibrada? 


 

A rotina alimentar de muita gente está diferente no período de quarentena e de distanciamento social. Em casa, sem a preocupação de sair todos os dias para muitas e diferentes atividades estamos mais sedentários e mais relaxados com os horários diários e muitas pessoas sentiram a diferença na balança. 

Para complicar um pouco mais a vida, o frio tende a aumentar. Sobra vontade de ficar embaixo do cobertor, assistindo filmes, tomando chocolate quente ou em exagero. Tudo isso favorece o aumento de peso. 
 

Essas mudanças na disposição e no apetite são explicadas cientificamente: com o frio, o corpo tende a gastar mais energia para manter a temperatura entre 36,5ºC e 37ºC. Além disso, nesta época acontece uma diminuição da produção de serotonina, neurotransmissor que promove sensação de bem-estar. Para suprir esta queda, a maior parte das pessoas acaba compensando com os alimentos. 
 

Para as pessoas que não desistem de manter o equilíbrio nutricional, Isabela Lorizola, consultora em nutrição da ABIMAPI - Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados - aponta dicas para conciliar o home office e uma alimentação que promova ânimo e ajude a driblar a preguiça. 

Confira:
 

NADA DE DISTRAÇÕES 
 

• Arrume a mesa e chame todos para comer! Coma com atenção, sem nenhuma distração. Evite trabalhar, usar o celular e ver TV durante as refeições. 
 

FRIO DEIXA QUENTE? 
 

• Ao contrário do que as pessoas pensam, o inverno é a melhor estação para emagrecer, pois o corpo gasta mais energia com o frio. Anime-se para manter a atividade física e não ficar parado! 
 

ACRESCENTE FIBRAS 
 

• No inverno nossa preferência por preparações frias, como saladas, diminui. Para compensar, capriche mais na porção de legumes cozidos e refogados para garantir a fibra da dieta, que aumenta a sensação de saciedade e melhora o funcionamento do intestino. 
 

APOSTE NAS FRUTAS 
 

• Procure manter o consumo diário de frutas e, sempre que possível, inclua uma porção diária rica em vitamina C (laranja, limão, acerola, tangerina, morango, etc.) para aumentar a resistência a gripes e resfriados. Uma banana ou maçã cozida no microondas com canela pode ser uma ótima sugestão de sobremesa leve e quentinha para turbinar o cardápio no inverno. A adição de uma pitada de canela, além de dar um toque especial na preparação, tem um benefício extra para quem deseja perder peso: ela é considerada um alimento termogênico, ou seja, contribuiu para o aumento do metabolismo. 
 

HIDRATE-SE 
 

• No frio, a tendência é beber pouca água. Os chás entram como boa opção no cardápio para manter a hidratação. 
 

O CHOCOLATE NÃO PRECISA SAIR DA DIETA 
 

• Troque o chocolate quente tradicional pela versão light. O cacau em pó é rico em flavonóides, antioxidante que combate o envelhecimento e reduz o risco de doenças do coração. 
 

NÃO ABRE MÃO DO FONDUE DE QUEIJO NESTA ÉPOCA? 
 

• Prefira como acompanhamento os pães ou biscoitos integrais. Além de deixarem sua refeição mais gostosa, essas opções acrescentam fibras e diminuem a absorção da gordura. As fibras ajudam a gerar mais saciedade e a consumir menos. Inclua tomate cereja e brócolis como acompanhamentos e modere no vinho e na sobremesa. 
 

MACARRÃO SEM CULPA 
 

• As massas com molhos brancos ou muito elaborados são muito calóricas e devem ser consumidas de forma esporádica. Prefira as opções com molho simples de tomate ou a bolonhesa. Uma sugestão para tornar o molho branco menos calórico é utilizar o leite desnatado no preparo. 

Terça, 25 de Agosto de 2020 - 10:05

Ações sustentáveis movimentam varejo em Salvador

Ações sustentáveis movimentam varejo em Salvador

A The Body Shop Salvador acaba de apresentar a ação "Take Back", que visa receber devoluções de embalagens originais da marca, de vidro, plástico ou alumínio. A iniciativa de logística reversa será feita em parceria com a TerraCycle, empresa presente em 21 países, especializada em soluções para reciclagem.

Ao devolver cinco (05) embalagens, de tamanho regular e original, vazias e limpas, em uma de lojas físicas, localizadas nos shoppings Barra, da Bahia, Paralela e Salvador, o consumidor será presenteado com um (01) creme de mãos de 30ml, com fragrância sujeita a disponibilidade de estoque. O programa também aceita embalagens de outras marcas, mas que não lhe conferem o brinde.

“Estamos muito felizes de iniciar essa ação de Take Back de embalagens - nossas e de outras marcas - nas lojas The Body Shop de Salvador, contribuindo para o trabalho incrível feito pela parceira TerraCycle, ajudando a reduzir o lixo em nosso planeta e fomentando a reciclagem. Essa era uma demanda antiga dos nossos clientes mais atentos ao meio ambiente e agora vamos poder contar mais essa história de sustentabilidade”, diz Roger Gomes, empresário franqueado da marca em Salvador.

Ao participar da ação, a The Body Shop Salvador colabora para que os resíduos deixem de ser descartados na natureza para, em vez disso, serem transformados em matéria-prima reinserida na cadeia produtiva. Além de gerar produtos eco amigáveis feitos com os resíduos dos programas, contribui para evitar a extração de matéria-prima virgem.

Domingo, 23 de Agosto de 2020 - 11:05

Dr. Elsimar, o Sísifo brasileiro

por Luciana Bastianelli

Dr. Elsimar, o Sísifo brasileiro

Esta semana, no último dia 17 de agosto, a Bahia perdeu um dos médicos mais importantes e que mais contribuiu para saúde das mulheres, o médico e cientista Dr. Elsimar Coutinho.
O baiano era autoridade reconhecida mundialmente no tratamento da infertilidade, referência em reprodução humana, planejamento familiar, pioneiro no desenvolvimento de anticoncepcionais femininos e fabricação de implantes hormonais, foi incansável na sua missão de garantir bem estar às mulheres de todas as classes sociais e no trabalho social que desenvolvia. Muitas vezes irreverente, era polêmico e carismático e conseguia arrancar gargalhadas nos congressos de medicina. Como repórter de televisão tive a oportunidade de presenciar alguns momentos como este e adorava ser escalada para entrevistá-lo e repercutir suas ideias inovadoras. 
O médico Dr Elsimar Coutinho tinha um jeito simples e fácil de explicar e passar seu conhecimento aos jornalistas e com certeza impactou positivamente e salvou milhares de vidas. Nós do Bahia Notícias Mulher prestamos, hoje, uma singela homenagem a este grande homem com o artigo que ele já conhecia assinado pela escritora, biomédica e advogada Luciana Pondé Bastianelli Knop.

Iga Bastianelli, 
jornalista e editora do BN Mulher 
 

 

Dr, Elsimar,

 

Não sei se compará-lo a Sísifo seria de fato o mais acertado, já que a figura de Sísifo é revestida de certa leviandade para com os deuses e a punição que lhe é imputada afigura-se em sua existência como seu próprio destino. Sísifo enganou os deuses, desafiou-os, desprezou-os; até que, no inferno, seu suplício foi criado: o castigo de rolar ao topo de um rochedo uma enorme pedra que, neste ponto, movida por força própria, rola terra abaixo a fim de ser novamente reconduzida ao cimo para despencar outra vez e ainda outras mais, em um ciclo contínuo e sem fim....

 

Há duas contraposições no mito de Sísifo para o entendimento do seu rochedo e do seu suplício. Em um primeiro plano, o rochedo é a destinação para o trabalho humano. Se virmos Sísifo como o homem perene – pretérito, presente ou de futuro distante – que, assim como ele, percebe ser seu trabalho uma fonte de produção inútil, esgotável e incompleto em sua faina, decerto o castigo dos deuses em atribuir-lhe tal tarefa parece destruir-lhe a esperança e a lucidez.

 

Em “O Mito de Sísifo”, os argumentos de Albert Camus revelam que todo trabalho humano parece ser inútil, mas dessa inutilidade se vale o homem para tornar-se o senhor de seus dias. E isto torna-se evidente ao ver o homem valer-se da subjeção de sua natureza para resguardar a vida de uma finalidade, cuja verdadeira explanação de sentidos jamais será conhecedor. Para Sísifo, indagar a vida não é exatamente respondê-la, pois a incessante subida ao cimo do rochedo é o seu chamamento; e a resposta, seu movimento.

 

O homem-Sísifo é conhecedor do nada, sabe-o em sua existência em tempos passados e nos que virão, mas esquece o paradigma da sua existência para fazer dele tarefa para seu destino. No reinício incessante do seu tormento, de sua consciência de que nada será completado, transforma-se em senhor único e soberano de seu fado, e com ele seu sentido imaginário de vitória o faz superior a seu suplício.

 

Talvez Sísifo seja uma marionete dos deuses ou talvez o seu corcel. O tempo aqui é hipotético, pois o trabalho humano, por mais rotineiro que pareça, faz a vida fluir, sem que a direção pareça ter um objetivo maior; mas seu movimento é suficiente para criar um ou mais destinos. Seu trabalho, Dr. Elsimar, é o de um corcel: fez de um passo, dois e muitos e muitos mais. Se isto terá um fim? É provável, porém de nada importa, pois seu caminho é a força de uma ideia e a ideia é a sua destinação. Nesse ponto podemos compará-lo a Sísifo, em sua consciência, em sua irreverência, em sua persistência.

 

A persistência é a dona do mundo e dos loucos, sabendo ser ela quem nos impulsiona para um objetivo qualquer, único ou não, provavelmente sem um sentido maior. A figura de Sísifo nos ensina isso, o homem-Elsimar nos ensina isso: ele é o espelho dos nossos próprios esforços e é a sua persistência que destroi qualquer castigo.

 

Contudo, há um contraponto na direção do destino de Sísifo, um aspecto bem mais trágico em seu mito que o homem, por certo, não conhecerá. O sentido da vida se faz perder quando nos ocupamos de nosso destino, já que o pensamento pouco nos traduz sobre ela e o que nos resta é demasiado dramático em sua certeza: o fim de nossas tarefas nos aguarda. É terrível sabermos peças de um quebra-cabeça genético e de um jogo de azar em que o acaso, por vezes, toma proporções enormes de sobrevivência, fazendo surgir facetas novas para um mundo cujo propósito desconhecemos. Porém, é importante ver o homem feliz em suas tarefas e de suas tarefas, porque, diferente de Sísifo neste aspecto, ele é conhecedor de seu fim.

 

O homem perene é o próprio Sísifo em sua fortuna, quando derrota os deuses fazendo de seu rochedo sua vitória suprema. Porém, cada indivíduo é sabedor de sua morte e é neste ponto que os propósitos de Sísifo se distanciam do homem singular. Não se pode esquecer que o rochedo o aguarda pela eternidade, e o adentrar a eternidade consciente de seu destino parece devastador. O que há de mais trágico no mito de Sísifo não é o que ele faz de seu destino. Para os deuses, como Sísifo reveste seu rochedo de nada importa, pois seu castigo está no encarceramento de sua consciência que jamais saberá perdida. O fato de estar-se preso à eternidade pelo seu consciente afigura-se devastador para Sísifo, pois ele jamais conhecerá o fim do seu tormento. E abordar seu estado de consciência pela eternidade é pensar no pior dos castigos, é imaginar uma lucidez jamais interrompida. E aí se percebe a fúria implacável dos deuses em revesti-lo de uma tarefa inútil, sendo ele conhecedor de sua incompletude e infinitude. Desse ponto de vista, não há destino para Sísifo; o trabalho “inútil e sem esperanças” não parece ser seu tormento, mas o estar-se preso à sua realidade e não se desvencilhar jamais dela e de seu próprio ser, de seu próprio pensar, afigura-se dramático pela sua consciência. 

 

Já deu para entender que assim como Sísifo, Dr. Elsimar é o herói absurdo.  “Ele o é tanto pelas suas paixões como por seu tormento”. Posso vislumbrar o tanto de rochas que se espatifaram ao longo do caminho e mesmo as que rolaram antes de o cimo alcançar.  Mas fato, Dr. Elsimar, é que a figura de seu rochedo emerge maior que de muitos outros. Assim como em Camus, curvo-me diante do seu trabalho pelo pioneirismo, pela persistência, pela irreverência. Concentro-me na figura de Elsimar-Sísifo, nas suas mãos sujas de barro, seu suor, seus cabelos emaranhados de poeira e no poder sobre seu rochedo, cuja consciência, para seu conforto, saberá um dia ausente.

 

Ao grande cientista do nosso século e do próximo.

Luciana Bastianelli

* Artigo escrito em Dezembro 1999

 

Dr, Elsimar,

“A própria luta em direção aos cimos é suficiente para preencher um coração humano.” (Albert Camus – O Mito de Sísifo)

Parabéns, Dr. Elsimar, por tudo!

Luciana Bastianelli

 

 

 

 

Quinta, 20 de Agosto de 2020 - 23:55

Conheça a Miss Brasil 2020, a gaúcha Júlia Gama!

Conheça a Miss Brasil 2020, a gaúcha Júlia Gama!

A escolhida para ser a Miss Brasil 2020 foi a gaúcha Julia Gama. A coroação aconteceu hoje, dia 20 de agosto, em uma cerimônia sem a presença de plateia, com todos os cuidados necessários para o momento, transmitida pelo Youtube U_MissBrasil. O evento contou somente com a participação de Roberto Macedo, apresentador, e Júlia Horta, Miss Brasil 2019.

A representante do país no Miss Universo foi indicada e escolhida por uma comissão formada por integrantes da Organização Miss Brasil, formado por Winston Ling, novo franqueado do concurso, Ricardo Godoy, o missólogo Roberto Macedo, além dos cineastas Débora Gobitta e Messina Neto. “Antes mesmo de eu ter assinado o contrato de franquia, já tinha iniciado o processo de escolha da nova Miss”, conta Ling. “Julia sempre foi minha escolha, porque ela representa o pacote completo para uma Miss”, afirma o empresário, completando que já a conhece desde 2017 e que desde 2013 já está familiarizado com o mundo Miss, participando de três concursos Miss Universo, de 2014 a 2016. “Posso garantir que Julia tem grande potencial de ser a Miss Universo”, afirma Ling.

Foi através do esporte que Julia desenvolveu seu espírito competitivo e de busca por excelência. Quando pequena, participava de campeonatos infanto-juvenis de patinação artística e um pouco maior passou pela prática de esportes como vôlei, judô e boxe.

Cursando três anos de engenharia química, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Julia se dedicou aos estudos e aos estágios, mas sentia que não estava usando todas as suas potencialidades. Julia nunca pensou que pudesse ser Miss, não usava salto alto e maquiagem e morria de vergonha de vestir biquíni. Mas, incentivada por uma amiga de infância, em setembro de 2010, mandou sua ficha no último dia de inscrição para o concurso A Mais Bela Gaúcha, a etapa estadual do concurso Miss Mundo Brasil.

Sem pretensão nenhuma Julia ganhou sua primeira faixa, de Miss Simpatia. Logo depois, chegou à final do concurso, entre as 3 finalistas e venceu. O que antes era uma brincadeira virou algo sério, agora ela era Miss Mundo Rio Grande do Sul e iria representar um dos estados mais tradicionais em concursos de beleza no Miss Mundo Brasil.

Para este processo, ela buscou apoio dos profissionais de referência em cada área que ela reconhecia precisar desenvolver e aprimorar. Durante um ano de preparação, viveu uma rotina incansável de aulas de inglês, oratória, teatro, atuação para TV e cinema, academia, treinamento de passarela e voluntariados.

Em agosto de 2014, Julia foi eleita Miss Mundo Brasil 2014 e representou o país no Miss World, o mais antigo concurso internacional de beleza do mundo. Após isso, seguiu se dedicando às causas sociais tanto no Brasil, quanto em outros países. Em 2016 se mudou para China para ser a imagem Internacional e a Spokesperson da marca Balican, e por lá ficou nos últimos três anos, período em que ela modelou para importantes marcas do mercado asiático e investiu na carreira de atriz.

Quando Winston Ling conseguiu a franquia do Miss Brasil, convidou Julia Gama, que não pensava mais em competir, mas depois de um sonho que teve com o Miss Universo, mudou de ideia. A oportunidade de ser coroada Miss Brasil coincidiu com as intenções de Julia de se posicionar artisticamente no país natal.

 

Histórico de Conteúdo