Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 12 de Maio de 2022 - 20:30

Com apoio de Pacheco, Rui Costa discursa em defesa da Justiça Eleitoral

por Cláudia Cardozo / Lula Bonfim / Vitor Castro

Com apoio de Pacheco, Rui Costa discursa em defesa da Justiça Eleitoral
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias

Durante a abertura do XXIV Congresso Brasileiro de Magistrados, nesta quinta-feira (12), no Centro de Convenções de Salvador, o governador Rui Costa (PT) falou sobre a importância da defesa da democracia, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da eficácia do processo eleitoral brasileiro. As falas do governador, que contaram com apoio do presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco,  vêm em meio às críticas do presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre a efetividade do voto eletrônico. 

 

Rui Costa disse à plateia sobre a necessidade de se reafirmar a democracia. "Jamais imaginei que precisasse estar aqui para defender a justiça eleitoral, para defender a transparência do voto eletrônico. Quantos, já ganhamos  e perdemos eleições, de diversos partidos, e nunca alguém se deu a arrogância de questionar a legitimidade da justiça eleitoral e a transparência da justiça eleitoral no Brasil. Quem imaginava quem 2022 precisaríamos defender o STF? Isso tudo mostra que a democracia é uma construção permanente e que exige de cada uma de nós o seu papel", disse.

 

O governador ressaltou ainda a necessidade de uma Justiça forte e independente para que os direitos sejam resguardados. "Uma Justiça centrada naquele objetivo maior que é o interesse público do cidadão que mais precisa da Justiça. É preciso que os homens e mulheres de bem se unam para reconstruir e afirmar a democracia nesse país, reafirmar a soberania neste país", disse. 

 

Presente no evento, o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD) concordou com a fala do governador. O político defendeu ainda a necessidade de se atentar o olhar para minorias como mulheres, negros e indígenas.

 

Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias

 

 "Para construirmos uma nação verdadeira, que tenha progresso e que possa fazer sucumbir esses problemas graves e crônicos que nos enfrentamos no Brasil, é preciso haver o fortalecimento das instituições. Como apontou o governador Rui Costa, é difícil  pensar que em pleno 2022, com todos os problemas que temos no país, ainda precisamos  ter a energia necessária para defender a democracia”, disse. 

 

O presidente do Senado lançou atenção ainda para a defesa do poder judiciário e criticou o que chamou de “ataques sem fundamento,  sem lastro probatório nem razoabilidade”, das instituições jurídicas. 
 

Histórico de Conteúdo