Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Google homenageia primeira advogada travesti do país em Doodle
Foto: Divulgação

O "doodle" do Google desta terça-feira (30) homenageia a advogada e ativista social Janaína Dutra, travesti cearense que liderou a luta por direitos da população LGBTQIA+ a nível nacional. Ela faria 61 anos nesta data.

 

A ativista nasceu em Canindé, no Ceará, no dia 30 de novembro de 1960. Formada em Direito em 1986, pela Universidade de Fortaleza (Unifor), ela fez história ao ser a primeira trans a ter carteira da OAB. Alvo de homofobia, Janaína passou a se dedicar à defesa da comunidade LGBTQIA+. Ela morreu no dia 8 de fevereiro de 2004, aos 43 anos, vítima de um câncer de pulmão.

 

Ao longo da década de 1980, Janaína Dutra desenvolveu a primeira campanha de prevenção do HIV no Brasil com foco na comunidade transgênero, em colaboração com o Ministério da Saúde. Ela também contribuiu para a fundação do Grupo de Resistência Asa Branca e foi a primeira presidente da Associação de Travestis do Ceará (ATRAC, Associação de Travestis do Ceará ) - uma organização com foco no desenvolvimento de apoio social e jurídico para a comunidade LGBTQIA+.

 

A ativista esteve à frente da promulgação da lei municipal 8211/1998 (Fortaleza/CE), que proíbe estabelecimentos comerciais, industriais e empresas prestadoras de serviços de discriminarem pessoas em virtude de sua orientação sexual. Ainda foi inspiração para diversas outras ações em defesa da população travesti e transexual, além de ter participado em diversas ações de prevenção e luta por assistência e tratamento para as travestis que viviam com HIV/AIDS.

Histórico de Conteúdo