Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 24 de Novembro de 2021 - 09:20

Hilarião espera vitória de Daniela Borges para presidência da OAB-BA com 15% de frente

por Cláudia Cardozo / Gabriel Lopes

Hilarião espera vitória de Daniela Borges para presidência da OAB-BA com 15% de frente
Hermes Hilarião | Foto: Cláudia Cardozo / Bahia Notícias

O atual tesoureiro da Ordem dos Advogados Seção Bahia (OAB-BA), Hermes Hilarião, espera que a chapa "União pela Advocacia", de Daniela Borges, saia vencedora com uma margem de 15% de diferença na eleição da entidade que ocorre nesta quarta-feira (24). A votação para escolher o novo comando da Ordem será realizada das 8h às 17h em Salvador, no Centro de Convenções, e outras 36 subseções do interior da Bahia.

 

Integrante da atual composição da OAB-BA, que tem Fabrício Castro como presidente, Hilarião lembra que as estimativas feitas não passam de uma "brincadeira", com uma espécie de tradição ao tentar acertar o novo presidente da entidade.

 

"Importante esclarecer que o Data Hermes é uma brincadeira que nós fazemos desde a eleição de 2012, que foi a primeira oportunidade que eu tive de acertar o resultado da eleição de Luiz Viana. Hoje, a expectativa é de vitória, de êxito na eleição, de todas as construções que a gente fez ao longo dos últimos anos. Confiamos na vitória de Daniela Borges", afirmou o tesoureiro em conversa com o Bahia Notícias.

 

"O Data Hermes aponta que teremos uma diferença de 15% na votação, fiz uma estimativa de quatro mil votos de frente, mas considerando a abstenção que não temos noção de como será, Data Hermes aponta 15% de diferença, ressaltando que é uma brincadeira, não tem nada científico", finalizou.

 

Participam da disputa para o triênio 2022-2024 Ana Patrícia Dantas Leão (chapa ‘OAB de Coração’), atual vice-presidente que rompeu com seu grupo e se lançou como candidata; Daniela Borges (chapa ‘União pela Advocacia’), conselheira federal na OAB Nacional eleita na chapa de Fabrício Castro, que optou em não concorrer pela reeleição e a lançou na disputa; Dinailton Oliveira (chapa ‘OAB pra Valer’), ex-presidente da Ordem; e Ricardo Nogueira (chapa 'Liberta OAB').

 

O pleito definirá os cargos de presidente, vice-presidente, secretário-geral, secretário-geral adjunto, tesoureiro, diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados (CAAB), diretorias das Subseções no interior e membros do Conselho Seccional, do Conselho Federal.

Histórico de Conteúdo