Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mulher processa bar por ter sido identificada em comanda como 'moça do peitão'
Foto: Divulgação

Uma mulher processou um bar da região serrana do Rio por ter sido identificada em uma comanda como “moça do peitão”. O caso aconteceu no último dia 10. A gerente de loja Patrícia Melo, de 42 anos, estava reunida com o marido e amigos no estabelecimento. Quando pediu a conta viu como havia sido identificada. Na ação, ela pede indenização por danos morais.  

 

Ao G1, ela afirmou que a “agressão não precisa ser só física para ser considerada uma agressão”. “Fiquei exposta perante o restaurante inteiro e a situação constrangeu não só a mim, como todo mundo que estava comigo. Resolvi não me calar e não deixar que as coisas fiquem impunes", disse Patricia. O caso foi registrado na Delegacia do Consumidor (Decon), no Rio de Janeiro, onde Patricia mora. O estabelecimento não informou quem foi o responsável pelo comentário na comanda. Se houver identificação do autor da mensagem, será possível abrir uma notícia-crime por injúria, em uma delegacia comum. 

 

De acordo com Patrícia, ao ser questionado, o gerente do bar pediu desculpas e disse que era prática "comum" identificar os clientes utilizando características físicas. "Desculpa não vai apagar a vergonha que eu passei", afirmou Patrícia. "Fico imaginando o que eles devem escrever sobre outras pessoas que frequentam o local. É um absurdo! Trabalho há quase 20 anos no comércio e nunca tive uma atitude pejorativa como essa em relação ao cliente", declarou.  

 

Em nota, a Ambev, empresa responsável pelo estabelecimento, informou que tem reforçado o treinamento de toda a equipe para que situações como essa não se repitam e que adotou "as medidas cabíveis com os colaboradores envolvidos". "Assim que soubemos do ocorrido conversamos com a cliente para pedir desculpas. Lamentamos profundamente pela ocorrência dessa situação - que não reflete o respeito, que é um dos nossos principais valores - e reforçamos publicamente nosso pedido de desculpas. Informamos ainda que apuramos internamente o caso e adotamos as medidas cabíveis com os colaboradores envolvidos, bem como estamos reforçando os treinamentos com toda a equipe para que situações assim não voltem a ocorrer", declarou a empresa. 

Histórico de Conteúdo